Com Zico e Maradona



Assessores do príncipe Ali bin Al-Hussein, que deve se candidatar às novas eleições na Fifa, querem contar não só com Maradona mas também com Zico numa futura gestão, caso ele se torne o novo presidente da entidade.

Zico já manifestou vontade de se candidatar à presidência, enquanto Maradona tem dito que participaria com prazer de uma possível administração do príncipe jordaniano.

Maradona tem feito vários ataques a Michel Platini, um dos nomes cotados para a eleição presidencial, representando os europeus.

Diz que Platini é da escola de João Havelange e Joseph Blatter e foi crescendo da mesma forma, ampliando torneios e atraindo votos da chamada periferia do futebol, que receberia em troca umas migalhas. Quer ainda que o francês explique seu apoio ao Qatar como sede da Copa de 2022 e os investimentos árabes no Paris Saint-Germain, cada vez maiores.

Fora isso diz que o presidente da Uefa, entidade que comanda o futebol europeu, arranjou 167 partidas. Assessores de Platini negam e o caso deve parar na Justiça. Mais um, aliás.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo