A crise do Verdão



A crise do Palmeiras não atinge só o técnico Oswaldo de Oliveira, que não deveria ter sido contratado jamais pelo Verdão.

A situação de Alexandre Mattos no clube também não é das mais confortáveis, embora Paulo Nobre não pretenda saca-lo da direção do departamento de futebol.

A avaliação da presidência hoje é que as contratações para a temporada 2015, tidas como exemplares no início do ano, não foram tão boas assim, vide o caso Dudu, mal finalizador e extremamente indisciplinado.

Mattos e Oswaldo de Oliveira, em quem o primeiro dizia confiar 1000% até semana passada, foram os dois principais responsáveis pelos reforços palmeirenses, que não têm dado o retorno esperado.

Depois das finais do Paulista, onde o Verdão deixou escapar o título para o Santos e de um início bem fraco no Brasileirão, conselheiros e torcedores andam irritados com o time, que pretendia brigar por uma vaga na Libertadores. A avaliação agora é que é bem possível que acabe ficando pelo meio da tabela… Pra quem investiu tanto um péssimo sinal.



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo