Patrocinadores x CBF



Desde quinta passada os patrocinadores da CBF, ou pelo menos parte deles, começaram a reclamar e exigir explicações e providências da entidade, envolvida na maior crise da sua história.

Pelo menos seis de 13 patrocinadores exigiram da confederação que suas marcas não fossem exibidas na entrevista de Marco Polo Del Nero de sexta passada.

O atual presidente da CBF tenta se descolar de José Maria Marin, que foi preso quarta na Suíça e era o vice mais velho da “nova” gestão.

Oficialmente a CBF afirmou que não houve tempo para colocar os painéis atrás de Del Nero e depois que, como o assunto não era Seleção, pelo menos não diretamente, não teria sentido expor as marcas.

Mas representantes de pelo seis dos patrocinadores contataram a confederação para exigir que seus logos ficassem de fora da entrevista com Del Nero, que imaginavam seria hoje. Acabou sendo antecipada para sexta pois o dirigente abandonou o Congresso da Fifa e fugiu de Zurique para o Brasil, segundo ele para dar “explicações às autoridades e à imprensa”.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo