Pressão nas Laranjeiras



Bastaram duas rodadas do Brasileiro para Ricardo Drubscky começar a sentir, de novo, a pressão de um grupo de conselheiros pedindo sua saída do Fluminense.

Está certo que o Flu não foi bem nos dois jogos. Na estreia, contra o Joinville, apresentou muitos erros e diante do Atlético-MG, quando levou de quatro, parecia não estar em campo, mas Drubscky acha que precisa de tempo para trabalhar.

O problema em relação ao treinador é anterior ao Brasileirão, já que, assim que assumira o comando do time, começou a ser contestado pelas cornetas das Laranjeiras. Era visto, por muitos, como um nome fraco para dirigir o Flu em 2015. E continua sendo encarado assim.

A diretoria diz que ele está firme no cargo, mas se os resultados não aparecerem logo é possível que o clube do Rio mexa na comissão técnica, inclusive porque parte da torcida vem pegando no pé do treinador.

Só espero que não haja com violência, como já aconteceu em anos anteriores, inclusive em relação ao atacante Fred. E agora mesmo Drubscky acabou sendo alvejado por moedas por conta da goleada sofrida para o Galo, o que é lamentável.

Acho, apenas, que o Fluminense não tem uma equipe tão forte ao contrário de alguns anos passados e será difícil, embora não impossível, brigar por uma vaga na Libertadores. Mas ainda é cedo pra falar. Foram só duas rodadas. E bem ou mal o Flu conseguiu mais pontos na competição que os outros dois cariocas, que também iniciaram o torneio com o pé esquerdo. O Flamengo ganhou apenas um de seis disputados, o Vasco, dois, enquanto o Flu, graças à vitória na estreia, tem três.



MaisRecentes

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo