Vexame do Timão



Irreconhecível o Corinthians mais uma vez. Depois de não ter jogado nada diante do São Paulo, em jogo em que já estava classificado, o Timão voltou a desaparecer em campo, agora diante do Guarani. Guarani do Paraguai, porque o nosso, de Campinas, está ladeira abaixo.

Não deu para entender a postura do time de Tite, que teve duas semanas para se preparar para o confronto de ida das oitavas de final da Libertadores e nada.

Ficou todo recuado no primeiro tempo, satisfeito com o empate por 0 a 0. Por pouco não levou um gol, Gil salvou em cima da linha, e entrou na etapa final com a mesma postura, como se estivesse disputando um amistoso.

Levou um gol, frango monumental de Cássio, depois foi para o ataque esquecendo-se de anular os contra-ataques dos paraguaios, e tomou o segundo.

Ainda acho que tem tudo para se classificar para as quartas, pois a Arena Corinthians é um caldeirão e o time dificilmente vai apresentar o mesmo futebol de em Assunção, mas vai ter que suar a camisa.

Se o Guarani marcar um golzinho, o Timão terá que fazer quatro. Terá, enfim, que vencer por três gols de diferença ou ganhar por 2 a 0 e tentar a sorte nos pênaltis. Para quem, pelo jeito, menosprezou o adversário e já se considerava nas quartas de final, a história fica um pouco mais complicada.



MaisRecentes

Seleção no divã



Continue Lendo

Seleção magoada



Continue Lendo

O emocional, de novo



Continue Lendo