As entradas do Verdão



O Palmeiras é o clube de São Paulo que mais elevou o preço do ingresso como mandante do Brasileiro do ano passado para o Paulista deste ano. E não se arrepende disso.

Com o sucesso do programa Avanti, que tem mais de cem mil associados, a diretoria resolveu subir o preço da entrada, em média, 70% no Estadual em relação ao Brasileirão que terminou em dezembro.

Além de o sócio-torcedor ter tido um crescimento absurdo, o Verdão acha que esse ano dá pra cobrar mais porque o time vem bem no campeonato e está muito mais forte que em 2014, quando só escapou do rebaixamento na última rodada do Nacional.

Outro grande de SP que aumentou o preço das entradas foi o São Paulo, na casa dos 30%, o que tem causado muita reclamação de sua torcida, já que, pelo que vem apresentando nesse ano, o time não vale o valor do show.

Aliás, show é algo que o Tricolor não tem dado. No último jogo, contra o Linense, em casa, não conseguiu atrair 6 mil torcedores e a diretoria admite repensar o preço dos bilhetes daqui para a frente.

O Corinthians, que costuma atrair bom público em sua arena e passa, assim como o São Paulo, por problemas financeiros, foi o que mais reduziu o preço das entradas do Brasileiro-14 para o Paulista-15. A redução foi da ordem de 30% e o estádio em Itaquera continua recebendo muitos torcedores, mesmo a primeira fase do Estadual sendo ridícula, com os grandes passeando no torneio e os times do interior muito, muito fracos.

Já o Santos, que não consegue lotar nem a Vila nem o Pacaembu, diminuiu o valor do ingresso em cerca de 10%, mas admite reduzir ainda mais para atrair mais torcida.

Seja como for, é bom os clubes analisarem com carinho a questão, como defendo há tempos, já que não costumam ter uma política de preços e acabam definindo-os na base do chute. E aí, definitivamente, não dão. Têm que saber quanto vale o show. E saber que um show não é igual ao outro, de forma que o preço tampouco deve ser.



  • Mario

    de novo esse assunto? voce já tratou dele na semana passada?

    • janca

      Não tratei da porcentagem de aumento ou diminuição no preço dos ingressos dos quatro grandes de SP. Tratei da necessidade de termos uma política de preços e nessa tecla vou continuar batendo, Mario.

      • Mario

        ok , seu blog suas escolhas , mas minha opinião da semana passada para essa não mudou e depois q li q o BR15 pode não ter rebaixamento ou podem subir 8 times da serie B para A no BR16 sendo transformado em mata-mata me deixa a impressão q discussão sobre preços de ingressos perde o sentido .

        janca abrçs e boa semana

        • janca

          Oi Mario. Com todo respeito discordo de você. Acho a discussão sobre o preço dos ingressos fundamental, porque não existe uma política para eles no futebol e há cobranças abusivas que afastam o torcedor do estádio. Deveríamos discutir sim quanto vale o show. Pois vale cada vez menos. E a questão da bilheteria é importantíssima quando se trata também das novas arenas. A do Corinthians tem um setor com ingresso a R$ 450. Um absurdo, a meu ver. Enfim… Abraço e ótima semana pra você também.

          • Mario

            respeito sua opinião , mas q adianta discutir o ingresso se o problema principal a formula do campeonato , corinthians cobra caro , mas tambem da descontos para os participantes do seu programa de socios torcedor e mesmo quando na dava lotava o pacaembu .

            a questão é q os estadios deveriam ter setores populares , mas ai entramos em outro problema q esses setores seriam tomados por torcidas organizadas .

          • janca

            Mesmo que você considere um problema secundário, não deixa de ser um problema e tem que ser discutido. Inclusive a questão de setores populares, que você cita aí e a presença e o privilégio às organizadas. Com o qual não concordo.

        • Maximus Voreno

          Mário,
          Não li essa material ainda…. mas se for isso é um absurdo… algo pra promover alguém com certeza.

          • Mario

            é mais uma noticia sobre a volta mata-mata que pode ou não se tornar realidade , mas mesmo assim é broxante , li em blog de um jornalista que eu não gosto muito.

          • Maximus Voreno

            Isso tem cara de federação… pra subir um time de Pernambuco, um da Bahia, uns dois de São Paulo…. e assim por diante.

          • Mario

            se for verdade a intenção seria ajudar os 2 da bahia .

          • Maximus Voreno

            Não sou contra a volta do Mata-Mata… mas inchar o campeonato eu não acho legal.

          • Mario

            eu sou contra a volta do mata-mata , por acreditar q precisamos arrumar os problemas reais do futebol (moralização do futebol , fim das federações e da CBF ,, calendário , Violencia , publicidade e marketing , desvios de dinheiro etc ) e depois se o formato da competição se mostrar ruim pode se mudar , mudar hj seria só para manter as coisas ruins.

          • Maximus Voreno

            Mario,
            Respeito sua opinião e acho que todos esses aspectos devem sim ser analisados com cuidado e rapidez.
            Entretanto não acho que o formato do campeonato irá influenciar nessas mudanças.

          • Mario

            Caro Maximus tambem respeito muito a sua opinião e a de todos , se as vezes parece q não peço desculpas .

            mas eu discordo de vc baseado na historia do futebol brasileiro , de 1970 a 2003 tivemos mata-mata ou finais e nunca influenciou na parte politica ou de mudanças profundas , sem falar do estaduais que são mata-mata e estão morrendo.

  • Maximus Voreno

    Lendo seu Post Janca… lembrei do quadro do programa Silvio Santos “Quanto vale o show”. E o Visionário e melhor comunicador da TV brasileira mais do que ninguém, sabe atribuir um valor para o que se vê.
    Claro que um clube, envolve muito mais que preferencia e atrativos, mas se hoje fossemos pagar pelo show a ordem seria:
    Corinthians
    Santos
    Palmeiras
    São Paulo
    Mas é como eu disse, os fatores para acompanhar um clube de futebol vão muito além disso.

    • janca

      Sem dúvida as motivações para ver um jogo vão muito além disso. Abs.

MaisRecentes

Saída de Lucas Lima



Continue Lendo

Dorival bombardeado



Continue Lendo

A grana de Nuzman



Continue Lendo