Plano B para Guerrero



A diretoria do Corinthians já prepara um plano B caso não consiga manter Guerrero em seu elenco.

A ideia é sair ao mercado em julho e procurar um atacante com menos exigências que o peruano, que quer receber pelo menos US$ 6 milhões de luvas para renovar, valor que o Timão considera muito alto, ainda mais com a subida do dólar e a estagnação da economia brasileira.

O objetivo inicial é quitar os atrasados em direitos de imagem com o próprio jogador e outras peças do elenco e só depois definir a renovação do contrato de Guerrero ou aquisição de algum atleta para o lugar do peruano. Tite deve passar uma lista de nomes à direção, de preferência do mercado sul-americano, até fins de abril, começo de maio.

O vínculo de Guerrero com o Timão vai até julho, mas, mesmo que ele não renove por mais dois ou três anos, o Corinthians quer estender o contrato até agosto, a fim de pegar as finais da Libertadores.

O clube discute fazer empréstimos bancários para pagar os atrasados com o elenco e tenta agilizar a venda dos direitos de nomear a Arena Corinthians, cuja novela se estende há quase quatro anos. Mas com a economia do jeito que está e o futebol dando ´prejuízo a muitos, a coisa não está fácil.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo