Muricy sob pressão



O fiasco do São Paulo ontem no Allianz Parque aumentou a pressão sobre Muricy Ramalho, cujo trabalho vem sendo contestado por conselheiros tricolores desde a primeira derrota para o Corinthians, na estreia pela Libertadores.

A diretoria são-paulina já tinha mandado um recado ao técnico, dizendo que não queria mais chororô em relação à falta de um líder ou à necessidade de reforços. Considera o elenco bom e com condições de render bem mais do que aquilo que mostrou até aqui.

Ontem, após os 3 a 0, Muricy fez questão de destacar a qualidade do elenco, mas evitou uma análise mais detalhada da derrota dizendo que com dez desde o início do jogo fica difícil falar qualquer coisa.

No primeiro gol Rogério Ceni fez uma falha infantil, logo depois Rafael Tolói foi expulso, demonstrando muita imaturidade, e o São Paulo se perdeu de vez, sendo massacrado pelo Verdão.

Na atual temporada em quatro clássicos o São Paulo empatou com o Santos, na Vila, jogando mal, perdeu duas vezes para o Corinthians e agora foi humilhado pelo Palmeiras.

O time continua sem esquema de jogo definido, Muricy até agora não achou seus 11 titulares, falta espírito de grupo e sobra apatia ao elenco, que segundo o próprio treinador ainda não fez um bom jogo no ano.

Pela Libertadores semana que vem volta a enfrentar o San Lorenzo, na Argentina, depois de ter conseguido derrotar o rival semana passada, no Morumbi, com um gol salvador nos instantes finais. Novamente jogando mal, vale dizer.

E Muricy continua dizendo que a saída é trabalhar, aquele papo chato de “aqui é trabalho”, mas evolução, que seria interessante a torcida observar, até agora nada. O tempo passa, o ano avança e o futebol tricolor continua fraco, fraco, fraco. E não faltam conselheiros reclamando do treinador e da direção de futebol, enquanto a presidência tenta negociar com a Independente, principal organizada do clube, para pressionar o mínimo possível num momento já extremamente conturbado pelos lados do Morumbi.

Viajo de amanhã (sexta) a domingo a trabalho e volto a postar na próxima segunda, dia 30. Até lá, dentro do possível, sigo respondendo os comentários de vocês. Desde já um bom final de semana a todos, João Carlos



MaisRecentes

Seleção magoada



Continue Lendo

O emocional, de novo



Continue Lendo

A cabeça de Neymar



Continue Lendo