Gol salvador



E não é que Michel Bastos, nos instantes finais, salvou o São Paulo no Morumbi?

O time, que mais uma vez não jogou bem e parecia de freio puxado, venceu o San Lorenzo por 1 a 0, chegou aos seis pontos e segue na disputa para avançar às oitavas de final da Libertadores.

Os problemas, no entanto, continuam. Muricy Ramalho não consegue definir o time titular muito menos um esquema tático para o Tricolor, que segue sendo um apanhado de jogadores em campo. Eles tocam a bola de lado, mal conseguem chegar ao ataque e têm dificuldades para criar jogadas de gol.

Não adianta o treinador reclamar que falta um líder, já que Kaká foi para os Estados Unidos após o Brasileirão, pois elenco para apresentar um futebol melhor o São Paulo tem.

Venceu em casa, mas novamente não convenceu. Pode jogar muito mais do que apresentou contra o San Lorenzo, que adotou um esquema suicida, atraindo o Tricolor para seu campo e jogando apenas por uma bola. Que quase apareceu no segundo tempo, mas Rogério Ceni, bem colocado, salvou o São Paulo, que chegou à vitória no finalzinho, finalzinho.

Uma vitória dramática que mantém a equipe viva na competição. Forte, porém, não sei…



  • Mario

    Janca cade no seu texto o Ganso? cade o craque vc defende na seleção ?

    • janca

      Ganso foi muito mal ontem. Mas continuo achando que tem um toque refinado e pode render mais. Não defendia o Ganso pra Seleção até a Copa, agora, que é o momento de renovar, acho que pode ter uma chance. Talento tem. Mas falta equilíbrio emocional.

  • Josué

    Bom dia, Janca, eu até gosto do Muricy, mas, chega a irritar, (e não sou são paulino) a falta de visão do treineiro, ou não estão obedecendo ele. veja, o San Lorenzo propôs um jogo no qual se fechava a frente da grande área congestionando o miolo, todas as jogadas pelas laterais ao invés de seguir até a linha de fundo e lançar na pequena área, os Michel Bastos (que apesar do gol, achei que foi muito mal) cortava em diagonal para dentro do campo, as poucas vezes que foram até a linha de fundo, conseguiram levar perigo no lance e numa delas originou o gol.

    • janca

      Tem razão. O São Paulo explorou muito pouco as laterais. Muito pouco mesmo. Parece que não tem criatividade.

      • Marçal

        Para ganhar a Libertadores, que ganhou, muitas e muitas vezes o Corinthians ganhou com gols ao final das partidas, jogando um futebol covarde e com excesso de cautela dfensiva. Jogava por uma bola.
        Qual o problema de ganhar de 1×0, com gol ao 55 do segundo tempo? Dá menos pontos?
        Deixem de criticas exageradas e sejam menos parciais em relação as criticas, pois futebol bonito e eficiente durante 90 minutos, o unico clube que pode se gabar nessa Libertadores, é o Boca Juniors, e mais ninguem.
        Vejo uma intensa e contumaz má vontade com o SPFC, que se não apresenta um futebol de encher os olhos, está fazendo seu papel e pode sim chegar as próximas fases da Libertadores, assim como seus adversários.
        Porque não criticar o futebol ridiculo, por exemplo, que o Corinthians apresentou contra o Danúbio, no primeiro tempo da partida? Foi horrivel! Foi pior que o Brasil, nos 7×1.
        Menos as vezes é mais, ou então se assuma que torce para um e torce contra para outro e assim deixa esse papel de jornalista e assume de vez o papel de torcedor!

        • Josué

          vc não entendeu nada, não desvalorizei a vitória do SPFC, apenas falei que me incomoda o fato do San Lorenzo congestionar a sua intermediária e o SPFC não explorar as jogadas laterais até a linha de fundo, que aliás foi numa dessas que surgiu o gol…… ENTENDEU AGORA…..

          • Marçal

            Nao falei exatamente de voce, mas de uma maneira geral da imprensa, que diz maravilhas, por exemplo, do corinthias, que “acha” gols com Guerreiro e só mostra um futebol força e defensivo.Qual a criação extraordinária do time corintiano.
            O futebol brasileiro está nivelado por baixo (todos os clubes) e fica um falando mal do outro.Por isso perdemos de 7×1 e outras derrotas virão, pois estamos como avestruzes achando que tudo se resolve de uma forma ou de outra. Já fomos os melhores…lá no passado, e só um time nessa Libertadores está se sobressaindo, que é o Boca (adversários fracos? E o Danubio? É o Barcelona do Uruguai?) pois joga um futebol consistente durante todas as partidas, sem flutuaçoes e sem sustos. O resto dos times vive uma gangorra! Ninguem se salva, a despeito de vitórias, aqui e acolá!

          • Marçal

            O San Lorenzo fez o papel dele, que é de um clube visitante, se fechar.Isso é histórico na Libertadores e já fez muitos campeoes, ou voce poria seu time no ataque na casa do adversário?
            O SPFC, com certeza na Argentina irá jogar em contra-ataques e foi o mesmo que o time do Papa fez aqui!
            O próprio corintians (melhor brasileiro até aqui), nao poe seu time no ataque quando joga fora e é só voce rememorar as partidas contra Danubio e S.Lorenzo, quando o time alvinegro foi o visitante.
            Quem joga com a proposta de se fechar, cria dificuldades para o adversário e joga a responsabilidade da vitória, para o outro. Riscos totais para o oponente, sempre, e em todas Libertadores, ao longo da história, foi assim.

  • Maximus Voreno

    Janca,
    Vi um jogo ontem onde o São Paulo ao menos entrou com uma postura diferente. Indo pra cima, apertando a saida de bola até o Muricy, parecia o velho Mujica na beira do gramado… um começo promissor. Mas como o time não tem um padrão tático mais coeso, deu muito espaço para o contra ataque do adversário, e caso o time argentino tivesse um pouco mais de qualidade, as coisas para o São Paulo poderiam ficar mais complicadas.
    Outro detalhe que chamou atenção, foi o fato de alguns jogadores entrarem ou desligados ou estabanados demais. Os laterias então nem se fala… perdidos. E o Ganso… bom… o que dizer que um meia que não chuta a gol, não combate no meio campo, não faz uma aproximação????

    Devemos lembrar também que o São Paulo até poderia ter matado o jogo antes, mas foi prejudicado pela arbitragem que anulou um gol legitimo do Centurion.

    O diferente foi o Michel Bastos…. que fez uma bela partida.

    Valeu pelos 3 pontos, e por manter o time em condições de luta pela segunda vaga do grupo, já que a primeira é do Corinthians.

    • janca

      Gosto do Ganso, mas ontem de fato ele não esteve bem. O São Paulo realmente partiu pra cima, mas sem objetividade. E partiu pra cima porque o San Lorenzo ficou todo na defesa, com duas linhas de quatro, as duas lá atrás e apenas um pouco mais avançado. Esquema suicida. Ainda acho que a segunda vaga do grupo será do São Paulo, mas o futebol do time tem deixado a desejar. Abraço e boa quinta pra você

      • artur

        Ontem??? em todos os jogos de tarimba deste ano que ele participou (com equipes melhores) ele sumiu, vide o primeiro jogo contra o Corinthians que só o vi 3 vezes em campo (uma para empurrar o Fagner, outra para empurrar o Jadson e depois para xingar o juiz), contra o Santos, não lembre nem se jogou pois não ouvi o nome dele, no segundo jogo do Corinthians, não acertava um passe e ontem saiu vaiado…. Janca na boa, esse cara ganhou notoriedade por ter peitado Dorival, e ter dado a sorte de jogar com Robinho (5 anos mais novo) e o Neymar que é um monstro, e o azar de quase não ter mais joelhos.
        Alguns comentaristas dizem que o SPFC tem uma equipe tecnicamente superior ao Corinthians, não sei onde o miolo de zaga do SP é melhor do que o Corinthians, onde a dupla de volantes do SP é melhor que a do Corinthians, onde os atacantes do SP são melhores que a do Corinthians e onde o meio de campo do SP é melhor do que a do Corinthians….
        Se compararmos jogador por jogador, fica muito dificil para o SP…

        • vuvu

          Caro Artur, respeito a sua opiniao, recentemente foi divulgado por um site nao me lembro qual foi, que o elenco do Sao Paulo foi considerado o mais valioso do Brasil e o jogador Ganso o mais valioso, e eu também acho que pelo elenco que tem, tinha que jogar mais, mas acontece que já vi muitos clubes contratando grandes nomes e nao deram liga é o que esta acontecendo com o SP. o nosso time é lento e até a bola chegar lá na frente o adversário ja se recompos totalmente por isso que o time tem muita posse de bola mas nao finalizaçao, antes tinhamos o Kaka que com sua movimentaçao fazia todo time girar, a minha opiniao é que o problema do nosso time é mais tática do que técnica e sobre o Ganso acho ele um baita jogador, merecia ter uns companheiros mais inteligentes ao seu lado para antever seu apurado raciocínio, tem uma entrevista do Luxa interessante no ultimo Bem Amigos falando do Ganso e muito bem. Um abraço.

          • artur

            Vuvu, todo começo de ano é a mesma coisa, vocês só perderam uma peça e o time que foi vice campeão não consegue se acertar, com todo respeito a história do Muricy, ele precisa se reciclar, dar um tempo 6 meses um ano, cuidar da saúde.
            Não acho que o time do SP seja tão bom assim, pois o Mucicy sabota o próprio trabalho apostando em Ganso e Luis Fabiano, tendo Kardek e Bosquilha, mas toamra que ele continue apostando nesses caras, pois o LF é o artilheiro dos gols não importantes e o Ganso não joga contra time grande.

      • Maximus Voreno

        Também acho que a segunda vaga será do São Paulo. Mas acho que o Fio da Meada desse grupo, será o Danúbio.

        O time que perder pontos para a equipe Uruguaia dará adeus da Libertadores.

        • vuvu

          Também concordo plenamente, agora se ganhar dos argentinos, já praticamente liquida a fatura, pois temos um bom saldo de gols, acho que é o primeiro critério aplicado em caso de empate.

          • Maximus Voreno

            Se o São Paulo ganhar o jogo de volta do San Lorenzo, pode carimbar a faixa da segunda vaga.

  • artur

    Janca,
    Como o Luis Fabiano atrapalha o SP, em dois lances do jogo ele poderia simplesmente rolar a bola ao invés de tentar bater ao gol, na primeira delas 3 marcadores a frente e o Michel Bastos passando sozinho na direita, o cara que fez que não viu, no segundo lance, o Souza de frente para o gol ele não bateu, não driblou, não rolou e perdeu a bola.
    Não serve de referencia, não se adapta para ser pivo e atrapalha em lances simples dentro do campo, ele poderia fazer bem a função que vinha fazendo o Danilo(com idade superior ao do Pipocano) na ausencia do Guerrero, assim como fez o Muller (em seu fim de carreira de jogador de série A), porém parece que falta vontade de querer fazer o novo, de se adaptar e se inovar… Tomara que o Muricy mantanha-o no time, pois é um jogador que mais atrapalha do que ajuda.

  • vuvu

    Vi o jogo pela TV. e acho que a bola do SP. é o que a gente esta vendo, as caracteristicas dos nossos jogadores para o futebol que se pratica hoje de muita força física e correria nao se aplicam ao nosso time composto por jogadores mais lentos especialmente ali no meio com o Souza, Ganso e Denilson, esse alem de lento é muito ruim para fazer a transiçao meio/ataque, talvez melhore com a entrada de um volante mais leve como o Hudson, nao gosto do LF9 ali na frente, nao tem mais mobilidade, deixa o time mais lento ainda, gostei muito do Lucao ontem, precisamos confiar mais nesse garoto que esta crescendo e também do Boschilia que em pouco tempo que teve foi bem e logo tambem teremos o R. Caio, no mais é esperar para que o Murici nao fique mudando o time a cada jogo, que faça isso no decorrer de uma partida quando houver a necessidade. Um abraço a todos.

    • Maximus Voreno

      Vdd…. o meio de campo do São Paulo é muito lento.

  • lm_rj

    Janca, um off sobre o futebol carioca:
    muito se tem falado aqui no rj sobre Fla e Flu revitalizarem seus estadios (gavea e laranjeiras, p/ 18mil/20 mil lugares).
    o maraca acabou, não existe mais, quem conheceu sabe, quem não conheceu, só através de fotos. Aquilo que construíram no lugar é uma excrescência, uma aberração. Se Fla e Flu revitalizarem seus estadios seguindo a tendencia atual do futebol brasileiro… Bye Bye maraca, talvez nem em classicos (porque o engenhao comporta classicos muito bem diga se de passagem), vai se tornar um mico na mão da odebrecht e do eike, o famoso midas ao contrario.

  • lm_rj

    Janca, mais uma do futebol carioca:
    acho que não vai ser só coringa e botafogo investigado pelo petrolão não hein…
    http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,tcu-quer-que-vasco-devolva-r-73-milhoes-para-a-eletrobras,1654036

  • sao paulo jogou muito, voce esta por fora, vai arranjar o que fazer.

  • Marçal

    Já tivemos exemplos em Libertadores, de que equipes que ganharam tudo na fase de grupos, foram eliminadas com duas derrotas na fase seguinte.
    Não há cartas marcadas na competição continental e nem sempre quem joga o melhor futebol é o campeão.
    Nessa fase de grupos a unica equipe que pode se gabar de apresentar um futebol vistoso no decorrer completo das partidas (durante 90 minutos!), é o Boca Juniors, que por sinal é a equipe que se classificará como a melhor dessa primeira fase que dará as vantagens para as fases seguintes. Ninguem mais!
    Todos os clubes brasileiros estão apresentando altos e baixos e parece que mesmo diante dos fracassos nas competiçoes internacionais nos ultimos anos, não houve um convencimento óbvio de que não somos mais os melhores e imbativeis. Isso acabou! Ficou lá atrás!
    Ouso dizer que nenhum brasileiro irá ganhar essa Libertadores, pois apresentamos um futebol ultrapassado e medroso, sem inovaçoes táticas e sem diferenciais necessários.
    A partida S.Lorenzo x SPFC, mostrou aquilo que é normal na competição, ou seja visitante na defensiva e dono da casa, no ataque. O time do Papa, veio fazer seu papel: buscar um empate e tentar a vitória na sua casa. Nada de diferente. Nada de excepcional.
    Criticar o SPFC, porque ganhou com um gol nos minutos finais, é um excesso de preciosismo e cheira a uma perseguição gratuita e desnecessária, porque afinal, golear de 8×0 ou ganhar de 0,5 a zero, dá a mesma pontuação que são os tres pontos.
    O Corinthians com Mano Menezes e Tite foi campeão com dezenas de empates e vitórias magérrimas e mesmo assim elogiadissimo pela imprensa, por um suposto futebol efetivo e eficiente. Qual a diferença?
    Se ao final da Libertadores, o São Paulo for o campeão, o que ficará registrado para a história é o titulo e nada mais, pois criticas serão engavetadas e tambem “arquivadas” na lata de lixo. Simples assim!

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo