Avanti, Verdão



O Palmeiras, que está chegando à marca de cem mil sócios-torcedores, projeta terminar o semestre com pelo menos 125 mil, rivalizando com o Internacional para ver qual o clube do Brasil com mais adeptos no programa.

O sucesso do programa Avanti, que conseguiu mais de 30 mil novos adeptos apenas nos dois primeiros meses do ano, surpreendeu a própria diretoria do Verdão. O presidente Paulo Nobre já fala em 150 mil para 2015, o que poderia levar aos cofres do clube mais de R$ 40 milhões no ano.

No mesmo período o Internacional, cujo programa data da década passada, não conseguiu mais do que 4 mil novos associados e a diretoria do clube gaúcho, mesmo com o time na Libertadores, não prevê um boom no primeiro semestre.

O marketing palmeirense está avaliando a situação e tentando arrumar alguns problemas detectados no programa com tantos novos sócios, como problemas em atendimento por telefone, compra de ingressos e facilitação do pagamento, alvo de muitas queixas dos aficionados, aliás.

A inauguração do Allianz Parque no final do ano passado é considerada fundamental para o programa ter crescido tanto nos últimos quatro meses, assim como as contratações que Paulo Nobre fez no início da temporada, reforçando o elenco do Verdão.

O céu é o limite? Certamente não e talvez o foco agora tenha que ser na qualidade do atendimento, não apenas na quantidade, pois reclamações sobre um melhor atendimento ao sócio-torcedor palmeirense não são de hoje. O programa tem crescido, crescido, mas a demanda e as exigências também.



MaisRecentes

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo

O emprego ideal



Continue Lendo