Flamengo x Ferj



A direção do Flamengo segue indignada com a Federação de Futebol do Rio. Não se conforma com a tentativa da entidade de impor preços promocionais para jogos no Maracanã, o que resultou em imbróglio colocando de um lado a dupla Fla/Flu e de outro o Vasco e a própria federação.

O episódio, no entanto, pode trazer algo positivo ao cenário. Dirigentes do Flamengo acham que chegou a hora de rediscutir o Estadual. E concordo. Diria até que já passamos dessa hora. Deveríamos tê-lo rediscutido lá atrás, mas antes tarde do que nunca.

O Flamengo alega que está tendo tremendo trabalho para acertar suas finanças, aumentando receitas, inclusive com patrocínios, diminuindo um pouco a dependência de verbas de TV e reduzindo gastos e o endividamento, com especial atenção para os débitos fiscais, para ficar no prejuízo por conta do Estadual do Rio.

Que não tem sentido entrar em campo para perder dinheiro. Que o público não vai aos jogos do Estadual porque o campeonato é desinteressante, que sua fórmula de disputa e o próprio calendário deveriam ser repensados. Também concordo. E isso não só no Rio.

Os Estaduais hoje não são nada comparados ao que já foram. Não têm o charme e o glamour dos anos 60, 70 ou até 80. Com raras exceções, são prejuízo na certa. E chegou o momento de questionarmos o papel das federações estaduais, que têm mais força na CBF do que os próprios clubes.

A presença dos grandes não pode continuar como está. Hoje nem pra pré-temporada alguns Estaduais servem… E ocupam um espaço significativo em nosso calendário. Sinal de prejuízo para clubes como o Flamengo, que tentam acertar suas finanças, mas levam um tiro nas costas das federações que deveriam representa-los.



MaisRecentes

A falta de um líder



Continue Lendo

Haja coração!!!



Continue Lendo

Cânticos brasileiros



Continue Lendo