O desafio do Cruzeiro



O técnico Marcelo Oliveira, que mostrou ótimo trabalho ano passado, já conversou com a diretoria do Cruzeiro e espera dias difíceis para o time na Libertadores. E quer que a torcida tenha paciência.

De fato o desafio do Cruzeiro para 2015 é dos maiores. E Marcelo Oliveira vai ter que quebrar a cabeça para fazer o time jogar pelo menos um pouco do futebol do ano passado.

Novos esquemas táticos já estão sendo testados, mas a falta de entrosamento e a perda de qualidade no elenco devem ser sentidas, especialmente no início de temporada.

Três das principais peças do Cruzeiro já eram: Lucas Silva, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro. Leandro Damião, que deve compor o ataque ao lado de Willian e apoiado por Júlio Baptista, segue uma incógnita, já que no Santos nada fez. Tem tido conversas com o treinador, que já se mostra preocupado com o emocional.

Já no Atlético-MG, apesar da grande perda que foi a saída de Diego Tardelli, o discurso é diferente e o próprio Levir Culpi tem dito que o time entra com muita responsabilidade na Libertadores. Como favorito, inclusive, já que a base, ao contrário do que aconteceu com o Cruzeiro, foi mantida. Se jogar com a mesma gana do ano passado, especialmente depois da chegada de Levir, deve dar trabalho. A campanha épica do Galo na Copa do Brasil está aí como prova. Não será esquecida tão cedo, não.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo