A mágoa de Scolari



Luiz Felipe Scolari ainda não conseguiu virar a página da Seleção e dos 7 a 1 que marcaram o Brasil na Copa.

Técnico do Grêmio, ele ficou magoado com as declarações de Marco Polo Del Nero, que têm criticado o esquema tático da Alemanha, responsabilizando Felipão pelo fracasso no Mundial.

Num ponto, porém, Scolari concorda com Del Nero, que em abril assume de vez a CBF. Continua achando que a goleada para os alemães, esquema equivocado à parte, foi uma fatalidade, algo de que discordo veementemente. A Seleção não perdeu por conta de um apagão, perdeu porque não estava preparada para jogar a Copa em casa, o que deu para perceber logo na estreia diante da Croácia.

A maior mágoa de Felipão, no entanto, continua sendo com a Globo, muito mais do que com a CBF. O técnico acha que sua saída do comando do time teve a mão da emissora e não se conforma que ela tenha anunciado sua demissão antes que ele próprio fosse comunicado do fato.

Quando se reuniu com José Maria Marin, atual presidente da CBF, no prédio em que mora o dirigente em São Paulo e foi avisado da demissão que a Globo anunciara horas antes, Felipão conseguiu entrar e sair escondido a fim de não dar o prazer para a emissora ter imagem quente sua para mostrar nos telejornais.

Para Felipão, que diz ter colaborado com Galvão Bueno aparecendo no “Jornal Nacional” quando o narrador o convidou, o locutor o traiu, fazendo um editorial acabando com seu trabalho como técnico da Seleção. Mas dos 7 a 1 e de outro “apagão geral” diante da Holanda, aquele vexaminoso jogo em que o Brasil nada fez (de novo) e perdeu o terceiro lugar, daria pra ser diferente? Não. Não havia mais clima pra Scolari continuar. Nem Carlos Alberto Parreira, outro que saiu bem queimado do Mundial, apesar de ainda ser amigo da Globo.



  • Zico

    Não vou nem entrar na questão de serem bons treinadores , pois os resultados já falam por si só . Felipão , Dunga são todos iguais . Incluo o Tite no pacote pois melhor os outros 2 , tem essa imagem de diplomático , boa conversa …
    Subordinados a CBF em tudo ! Convocações , escalações , entrevistas , etc .
    E qual empresa divulga mais a seleção ? Globo !
    Qualquer técnico que entrar tem que fazer as vontades da emissora . E todos sabem disso !
    Ficar chateadinho com a emissora , depois do vexame que passou ?! Me ajude aí …

  • Cleibsom Carlos

    Quando eu leio notícias como essa me pergunto se os envolvidos são de fato adultos ou apenas crianças mimadas que desconhecem à noção do ridículo…Haja ego e vaidade!!!Felipão acha mesmo que os 7 x 1 foi um “acidente”!? E o Parreira de fato acha que o Brasil já se recuperou do vexame após as “excelentes” apresentações da seleção do Dunga!? Em que mundo essas pessoas vivem???!!!O que me impressiona é que tanto Felipão quanto Parreira não estão fazendo jogo de cena, eles de fato acreditam nas sandices que dizem!!!!

  • Mario

    é muita frescura .

  • Marcel Zanini

    Gostaria de saber de você Janca, que é Jornalista esportivo, que equipe esse medíocre treinador do Grêmio, chamado Felipão, montou em toda a sua carreira?

    Qual elenco com qualidade de atacar o adversário e ganhar jogando o FUTEBOL nato, assim como escrevi em letras maiúsculas?

    O Felipão é e sempre foi um retrocesso como técnico de futebol, não é de hoje, um cara que pensa 1º em não perder e se der muita sorte de “achar” um golzinho, … no mais é retranca para segurar resultado!

    Sempre foi do anti jogo, da catimba, da marra, da porrada, ou esqueceram das 2 libertadores em que o Palmeiras desclassificou o Corinthians que jogava o fino da bola, ambas em penalidades?

    E aquele time de gladiadores do Grêmio que foi campeão Brasileiro em 95 em cima da Lusa e depois fez aquela guerra com o Palmeiras no ano seguinte quando o verdão também jogava o fino da bola?

    A bola pune, como dizem as más linguás, com a Seleção de Portugal provou do próprio veneno perdendo para a Grécia, um ferrolho danado, retranca estilo Scolari. Nessa Euro, o 1º sintoma de fracasso, tinha que jogar pra ganhar, era o favorito, tinha que ir pra cima e acabou com as calças arreadas!

    Em 2014 foi o contrario, acho que cansado de se defender, pensou em ir ao ataque na hora e no jogo errado, contra a Alemanha, mas, … como nunca soube organizar taticamente e botar seu seu time para jogar pra frente, deu na derroca maior do futebol brasileiro em 100 anos.

    Uma lavada histórica que fez o velho e saudoso goleiro Barbosa descansar finalmente em paz, passando o bastão da desgraça eterna do futebol brasileiro a esse cidadão chamado Luis Felipe Scolari. E olha que o Barbosa assumiu a falha como jogador.

    Até o final dos seus dias, sempre que ouvirmos Copa do Mundo, ele será lembrado por sua empáfia e arrogância de não admitir seu erros, afinal errar é humano, mas não admitir nossos erros é questão de caráter!

    O calvário desse senhor está apenas começando, que ele se aposente logo pra o bem do esporte!

    Mas a pergunta continua e não cala: – Janca, qual equipe de futebol, não de soldados e operários da bola, Felipão montou em sua carreira?
    Abraço.

    • janca

      O Brasil na Copa de 2002 jogou muita bola. Fez partidas incríveis, como a virada contra a Inglaterra e a final contra os alemães. Com Portugal Felipão também mandou bem. E na Copa das Confederações a Seleção jogou muita bola, não dá pra desmerecer o que ele fez, Marcel. Na Copa, porém, a história foi outra. E acho que defender também é uma arte, já que você tanto critica retrancas e eu entendo sua posição. A questão é que no Mundial a defesa do Brasil era um verdadeiro queijo suíço. Um abraço pra você também

      • Marcel Zanini

        Ataque é a melhor defesa Janca, em 2002 o Felipão tinha em mão alguns craques, como os 3Rs, Cafu que era um monstro na defesa e no ataque, assim como o Roberto Carlos, nem que ele quisesse dava pra jogar tão retrancado como sempre jogou, afinal com 2 laterais legítimos do quilate deles não dava né!

        Defender é uma arte, a retranca de Felipão é anti jogo dos bravos, e você esta sendo vaselina, me desculpe, mas contra os ingleses contamos com um “lance de sorte” ou gênio do Ronaldinho gaúcho, contra a Alemanha na final o fenômeno desequilibrou. E a semifinal contra Turquia ganhamos com as calças na mão! Mas futebol

        Sobre Portugal é outra história, mas ver ele perder como sempre ganhou dos adversários foi lindo e o pior, não aprendeu a lição.

        Janca, você só não respondeu que time o Felipinho montou e que jogou um futebol bonito de ser apreciado?
        Abraço

MaisRecentes

Protestos à vista



Continue Lendo

Ajustes no São Paulo



Continue Lendo

Mattos em xeque



Continue Lendo