Ganso fica?



O São Paulo já se prepara para receber propostas por Paulo Henrique Ganso do futebol europeu no início de janeiro. Um clube português e outro inglês teriam demonstrado interesse pelo atleta, não confirmado pelo Tricolor.

Há tempos Carlos Miguel Aidar vem dizendo que precisa vender um jogador são-paulino para equilibrar minimamente as contas, já que o São Paulo termina o ano em déficit. O presidente reclama que pegou o clube com dívidas na casa dos R$ 120 milhões, muito mais do que esperava, e só de juros bancários paga mais de R$ 2 milhões por mês.

A venda de Ganso, porém, a não ser que o São Paulo receba uma proposta irrecusável, no momento está descartada. Ele é considerado importantíssimo por Muricy Ramalho e pela direção do futebol para a campanha na Libertadores, torneio em que já não poderá contar com Kaká, que parte para o futebol norte-americano.

Já a situação de Alexandre Pato é um pouco diferente. Em tese fica no Morumbi até o final do ano, mas o São Paulo já deixou claro que se houver uma proposta interessante para o atleta o Corinthians poderá negocia-lo. Por proposta interessante o Tricolor fala em 10 milhões de euros, pouco mais de R$ 33 milhões.

Sobre contratações, a diretoria não tem citado nomes para não atrapalhar os negócios, mas promete um jogador de nível do futebol sul-americano. Por enquanto a novidade é Carlinhos, lateral do Fluminense. Wesley, que vinha jogando no Palmeiras e não tem mais espaço no Palestra, é outro nome há tempos citados no Morumbi.

Volto a postar na próxima segunda, dia 22, mas até lá, dentro do possível, sigo respondendo os comentários de vocês. Bom restante de semana a todos, João



MaisRecentes

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo

Grêmio ainda reclama



Continue Lendo