Novos velhos técnicos



No sábado acompanhei um pouco a movimentação no Corinthians e no Palmeiras para fechar contrato com novos velhos treinadores.

Fico impressionado como, no futebol, são sempre os mesmos nomes, com raras exceções, e os técnicos pedem cada vez mais a clubes que, em tese, não têm condições de arcar com salários tão vultosos assim. Estão endividados, afinal. E bem endividados, tanto que de piras nas mãos pedindo, pela enésima vez, auxílio ao governo.

No caso do Verdão, leio que Oswaldo de Oliveira não aceitou receber R$ 250 mil fixos e uma parte variável, de acordo com metas estabelecidas, pois achou pouco. Quando dirigia o Santos recebia, dizem, R$ 400 mil mensais. Às duras penas estaria aceitando R$ 350 mil fixos no Palestra. Como se fosse pouco… Lembrando que da Vila saiu demitido e com trabalho contestado…

Já no Parque São Jorge os valores que teriam sido oferecidos a Tite são bem mais elevados. O dobro. Ou R$ 700 mil mensais. Se Mano Menezes, o anterior, que saiu muito criticado por parte da diretoria e da torcida, sem título nenhum, mas com vaga na Libertadores, ainda que não na fase de grupos, ganhava, pelo que dizem, R$ 640 mil por mês, Tite, que ganhou tudo e mais um pouco pelo Timão não aceitaria ganhar menos.

E é curioso ver Tite, que saiu depois de ser campeão da Libertadores e do mundo, mas em 2013 fez um Brasileiro fraquinho, fraquinho, procurado para retornar como se fosse salvador da pátria. Então por que saiu? Tirado pela mesma diretoria que agora corre atrás do gaúcho para contrata-lo de novo? Coisas do futebol. Onde os “professores” não são muitos, pelo menos não os que transitam (e como transitam) entre os times grandes.

E já que falamos de técnicos li saiu ontem a Pesquisa Estado com os melhores de 2014, na qual votei, aliás. Com satisfação vi o nome de Argel Fucks, que comandou o Figueirense, entre os três melhores da temporada. Entre os brasileiros ganhou, como já era de se esperar, Marcelo Oliveira. Mas votei em Levir Culpi, que ficou em segundo, deixando o terceiro lugar para Argel, que a Portuguesa, incompetente como sempre, não soube aproveitar.



  • Zico

    Simplesmente um absurdo ! O futebol está indo na contra mão da economia do Brasil . Baixos ou redução de investimentos em vários setores , cortes de gastos , inflação …
    E tudo se refletindo no futebol , poucos patrocínios másters , bancos não renovando patrocínios (BMG) .. Só que vejo notícias absurdas , como essas ! Até diretor de futebol agora tá sendo absurdamente colocado no patamar de salvador da pátria . Quase 200 mil de salário . Oswaldo não vai ganhar menos que 350 mil !!! Não duvido que contratem por exemplo o Dagoberto e paguem 500 mil de salário!
    Fico triste pelos torcedores mais jovens com 13 ,14 anos assistirem hoje no brasileirão tardelli , everton , Goulart como os melhores do Brasil . Nossa seleção com Luiz Gustavo , david , jeferson , luiz adriano e outros..
    Ainda bem que já vi craques jogando aqui ,(zico , romario , ronaldos , renato gaúcho , Aldair , eder , tafarel , Djalminha …) porque do jeito que caminha o futebol no Brasil vai falir!!

    • janca

      Parece que chegou a era do diretor-executivo que virou Deus. Como antes eram os técnicos. Que não merecem ganhar o que recebem. Com todo respeito, é demais.

      • Mario

        perai , os comentaristas serios viviam pedindo para q se contratassem profissionais para adm o futebol , quando esses profissionais começam a ter algum sucesso vem as criticas?

        a impressa antes de criticar tem q fazer uma meia culpa por pedir e criar muito da fama dessas pessoas.

        abrçs e boas festas

        • Felipe Lima

          Acho que a questão não é o fato de se pedir gestores profissionais nos clubes. E sim, a forma como estão sendo procurados. Como existe essa corrida pra ver quem se organizará melhor – para tentar melhores contratos e mais verbas para si – a briga por bons gestores acaba virando quase uma guerra, que vencerá quem prometer mais dinheiro. Só que como nenhum clube anda com as próprias pernas e quando tenta dá um passo maior que elas, acabam por superdimensionar os vencimentos de quem é considerado solução, seja jogador, treinador (que se não corresponder cai fora e leva a multa junto!) ou gerente/diretor/o que for.

          • janca

            Concordo com você, Felipe, mas vou além. A qualidade dos gestores e o salário que eles ganham deveriam, desde já, serem questionados e repensados. Vai que a moda pega… José Carlos Brunoro, uma lástima como “CEO” do Palmeiras, que o diga. Tanto que não ficou. Nem no futebol, nem no marketing, nem no clube.

        • janca

          Tem razão. Mas há executivos e executivos. E salários e salários… E temos que tomar cuidado com o endeusamento. O dos “professores” deu no que deu. Abs. e boas festas também

          • t.

            essa busca desenfreada e a hipervalorização dos diretores-executivos soam apenas como um reflexo de nossa sociedade, em que um profissional minimamente competente e organizado consegue se sobressair, por realizar um trabalho razoável, apesar de toda desorganização (e desmando) vigente.

          • janca

            E talvez a uma mentalidade medíocre de boa parte dos dirigentes e da mídia também. E medíocre aí não no sentido de “mediana”.

  • Zico

    Janca desculpe, mas saindo um pouco do tópico , em relação ao caso ICASA ,chequei reportagens , li um pouco sobre o assunto e claramente chega-se a conclusão que o América-Mg tem direito a quarta vaga na série A em 2015 . Adiaram pela 4 ou 5 vez o caso ,o vice – presidente da CBF é da federação catarinense e o ICASA entrou na justiça comum sem ter esgotado todos os recursos necessários . O América -Mg em 1993 fez o mesmo e foi excluído de todas as competições. Por que ainda não julgaram o caso? No primeiro julgamento o ICASA foi excluído , jogou sob efeito suspensivo . E por que ninguém fala nada sobre isso?

    • janca

      O América-MG perdeu a vaga porque perdeu pontos por escalar um jogador irregular. Mas o número de pontos tirados é subjetivo, infelizmente, tanto que o próprio STJD primeiro tirou 21, salvo engano, depois seis. E em relação à Justiça comum é um direito do clube, sim. Foi por conta disso que tivemos aquela Copa João Havelange, de triste memória aliás, lembra? Há precedente…

  • Pulga

    Pois é… ao mesmo tempo que dizem que o Palmeiras não pode apostar em técnicos novos agora, dizem que o salário do Oswaldo está alto… e uma das razões é a cobrança da torcida, que quer um técnico experiente. Mas essa cobrança tbm faz com que os profissionais se aproveitem para pedirem valores exorbitantes.

    • janca

      A meu ver está bem alto. Além do mais há tempos não vejo ele prestar bons serviços para justificar tais rendimentos.

      • Pulga

        Levou o Botafogo pra Libertadores Janca… cara, isso é uma façanha rsrs

        • janca

          Risos… Mas falando sério claro que foi um feito, só que considero que hoje seria uma façanha. Naquela época, nem tanto. A crise não era tão aguda como a que estourou de vez no ano passado.

MaisRecentes

Revolta corintiana



Continue Lendo

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo