Enderson na berlinda



Tanto correntes da situação quanto da oposição não querem Enderson Moreira como técnico do Santos em 2015.

O Comitê Gestor, que tem sido uma decepção, diga-se de passagem, e o presidente Odílio Rodrigues não têm gostado da postura do treinador. Reclamam que não deu estrutura de jogo ao Santos e acabou queimando de vez o atacante Leandro Damião, cuja contratação custou mais de R$ 40 milhões e não vem sendo aproveitado em campo.

Na oposição, críticas a Enderson também são uma constante. Algumas abertas até, outras não. O técnico é considerado inexperiente e sem peso para dirigir um clube como o Santos e não são poucas as vozes que defendem sua saída em 2015. Não por Leandro Damião, cuja contratação também é muito questionado pelos oposicionistas, mas por não conseguir se impor e não ter conseguido organizar o time taticamente até aqui.

Para a temporada que vem, um dos nomes que escutamos na Vila é o de Tite, que segue sem time e também é muito citado no Parque São Jorge. Resta saber se o clube terá condições de contratar o treinador, pagar o que ele quer e montar um time minimamente competitivo para o próximo ano, já que a situação do Santos não é das mais tranquilas. Tem atrasado o pagamento de direito de imagem, não consegue equilibrar as contas nem negociar um patrocínio de peso para a camisa. Há muita coisa a melhorar na Vila. E até por isso o clima ferve por lá…



MaisRecentes

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo

Naming rights em 2019



Continue Lendo