Felipão e a Globo



Galvão Bueno iniciou ontem movimento de reaproximação com Luiz Felipe Scolari.

O narrador da Rede Globo havia decidido, antes mesmo do início do amistoso de ontem, tecer elogios ao ex-técnico da Seleção, que o responsabiliza por sua demissão da Seleção Brasileira.

Felipão até hoje não engole o que Galvão fez com ele. Durante a Copa, o treinador aceitou participar de pelo menos três programas na Globo, abriu o centro de treinamento para a emissora (e outras também), atendeu a pedidos do narrador, mas depois dos 7 a 1 e especialmente dos 3 a 0 sofridos contra a Holanda, sentiu-se traído por Galvão e pela própria Globo.

Até hoje não se conforma com “editorial” do narrador após o fiasco na Copa acabando com seu trabalho e soube de sua demissão em plantão do “Fantástico”, quando tinha a palavra de Marco Polo Del Nero de que continuaria na Seleção, o que o deixou ainda mais indignado.

Depois do Mundial não teve contato nenhum com Galvão, mas agora começou o movimento de reaproximação e vamos ver aonde ele vai terminar.

Ontem, contra a Turquia, o narrador elogiou o trabalho do técnico no Grêmio, lembrou que os 7 a 1 não serão apagados jamais, mas a história do treinador tampouco. E colocou Casagrande na jogada para também tecer elogios a Felipão, que vem de vitória contra o Inter por sonoros 4 a 1.

Resta saber se o técnico, que a Globo gostaria de entrevistar para o “Fantástico”, vai amolecer e aceitar dar uma exclusiva a ela. Falando, inclusive, sobre o que se passou na Copa do Mundo. Tudo, porém, ele não poderá falar. Se não, sobrará para o próprio Galvão e para a emissora também…

Ah! As relações humanas não são fáceis. Definitivamente não são mesmo.



  • Mario

    q dó do felipinho se sentiu traido o coitadinho , tomar de 7×1 para ele é normal mas ser critica é traição , é muita frescura , Felipinho vai lá puxar o saco do Marin e do Del Nero , vai .

    relações humanas ? essa relação entre muitos jornalistas ,redes de tv, jogadores , tecnicos e dirigentes é de interesses e puxa-saquismo puro , sem falar q é altamente questionável e ate promiscua .

    • janca

      Muitas vezes é mesmo, Mario.

  • Zico

    Primeiro em relação ao trabalho do felipe , pegou o time em 10º . Está com a pontuação de 6º. Nada de relevante . Ainda mais porque o elenco não é um FLA , BAH , CHAP …
    Está chateado com o chato galvão ? ´´ vai pro inferno“ … kkkk

    • janca

      Desde que entrou no Grêmio, temos que reconhecer, a campanha é incrível. Salvo engano a melhor entre todos os clubes da Série A. Desde que entrou, digo.

  • Alan Miguel

    Janca, duvido muito que Scolari aceite isso. Quando ele foi atacado por todos os lados depois do jogo contra a Alemanha, ninguém se preocupou em saber se ele se recuperaria após o fim da Copa. Agora que ele está dando a volta por cima no Grêmio, a Globo quer fazer as pazes, assim, como se nada tivesse acontecido? Infelizmente, uma emissora cujo principal narrador se coloca acima do bem e do mal em qualquer situação (e o Casagrande, que já declarou, em antigas entrevistas, que pediu demissão da Globo várias vezes porque não aguentava mais dividir as transmissões com o dito cujo, sabe bem como é a coisa) tem essa mania: trata todo mundo como seus “queridinhos” e, no primeiro vacilo destes, vira as costas e os trata como traidores, e quando estes se recuperam na carreira, aí pede desculpas e volta a ficar bajulando???

    Abraços, Janca…

    • janca

      Mas direito à crítica todos nós temos. E os 7 a 1, cá entre nós, foram complicados pacas, embora sejam reflexo, a meu ver, das mazelas de gestão do futebol brasileiro. Mas a cúpula da CBF ninguém atacou. Nem a Globo nem o Felipão, que esperava, por incrível que pareça, continuar no cargo. Abs.

  • Pulga

    As críticas em relação a escalação e omissão na hora que devia mexer no time estão certas… ele fez cagada!!!

  • Cleibsom Carlos

    As pessoas exageram a força que o Galvão tem…Não é o cara que é “poderoso”, ele é apenas um testa-de-ferro da Globo. Quem se coloca acima do bem e do mal é a vênus platinada! Caso o Galvão vá para a Bandeirantes, por exemplo, o que ele venha a falar não terá a mínima repercussão. Aliás, ele já tentou carreira na Gazeta e viu que sem a “força” da família Marinho ninguém se importa com o que ele diz. O narrador pode até se iludir que esteja com essa bola toda, mas sem a retaguarda da Globo ele não é nada!!!

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo