Cobranças a Luxemburgo



Não são só torcedores rubro-negros que soltaram o verbo contra Vanderlei Luxemburgo após a eliminação na Copa do Brasil. Entre a cúpula flamenguista as críticas ao treinador, apontado como principal responsável pela desclassificação do time, também foram e continuam sendo pesadas.

O técnico foi cobrado sobre a entrada de Mattheus, ainda conhecido apenas como filho do ex-jogador Bebeto, e Elton. Pouco criativos e sem velocidade, ficaram parados em campo. Everton e Nixon, com maior poder de fogo, fizeram falta lá na frente.

Segundo Luxemburgo, a ideia das alterações foi fechar o time e evitar que o Galo chegasse ao quarto gol. Em vez disso, porém, ele acabou dando mais espaço aos mineiros, que não se sentiram ameaçados pela nova formação da equipe do Rio.

O comandante também foi questionado sobre a escalação de Léo Moura contra a Chapecoense, em jogo que quase nada valia para os cariocas e terminou em contusão do jogador, impedido assim de atuar em Minas.

Fora do que Luxemburgo chama de zona da confusão no Brasileirão, a temporada para o Fla praticamente terminou.

A ideia ainda é manter o técnico para o ano que vem, mas as finanças e os objetivos para a temporada 2015 mudaram.

Sem vaga na Libertadores e sem grana em caixa, os próximos meses devem ser nebulosos. Está difícil pagar os funcionários e até contas de água e luz. E o marketing, que pretendia crescer com um lugar no torneio sul-americano, retornou à sua dura realidade.

Como Luxemburgo, que vinha comemorando o fato de estar resgatando sua credibilidade e fama de bom treinador após tirar o time do flerte com a zona de rebaixamento no Brasileiro e agora volta a ser questionado com força.

Se os primeiros 4 a 1 em Minas serviram para a queda de Mano Menezes no Corinthians, os novos 4 a 1 também causam impacto no Rio. Sem a Libertadores e apenas com o fraco e desinteressante Estadual no início do ano, fica difícil pagar os vencimentos do “professor”. Que devem cair no ano que vem.

Situação complicada para o time de maior torcida do Brasil. Mas Galo e Cruzeiro mereceram. São hoje disparados os dois melhores do futebol brasileiro. E têm muito mais estrutura do que Flamengo. Isso pesa. E como.



MaisRecentes

Cânticos brasileiros



Continue Lendo

Seleção no divã



Continue Lendo

Seleção magoada



Continue Lendo