Lusa assassinada



Ainda no primeiro semestre, antes mesmo do início da Copa, escrevi uma coluna no LANCE! que reproduzi no blog intitulada “O Enterro da Lusa”.

A queda para a Série C, confirmada anteontem, era mais do que previsível. Tanto que publiquei ontem no mesmo no diário texto com o título de “Tragédia Anunciada”, que reproduzo abaixo como forma de protesto.

Protesto especialmente contra a direção do clube, que o assassinou, como já mataram América-RJ, Bangu, Guarani e tantos outros que um dia fizeram história no nosso futebol:

“A queda da Portuguesa para a Série C do Brasileiro era, como tenho dito há tempos, uma tragédia anunciada. E o grande responsável pelo rebaixamento é o presidente Ilídio Lico, o pior da história do clube ao lado de Manuel da Lupa, seu antecessor.

Com a desculpa de que não sabia se montaria um time de Série A ou B, formou um de Série Z, talvez o mais fraco da trajetória quase centenária da Lusa.

Omisso e indeciso, demitiu um técnico após o outro, não conseguiu sequer formar um esboço de equipe e a Lusa virou tremendo saco de pancadas.

Pior: não levou adiante as investigações internas sobre o que aconteceu no final do ano passado quando a Portuguesa, então nas mãos de Da Lupa, escalou Héverton nos últimos minutos do jogo contra o Grêmio e acabou rebaixada para no tapetão para a Série B.

O Ministério Público, que tinha visto indícios de suborno no caso, tampouco avançou na apuração e a CBF perdeu grande oportunidade e moralizar o futebol brasileiro, lavando as mãos e deixando de ir a fundo no imbróglio que manchou o campeonato de 2013.

Com Da Lupa e Lico na presidência, atrasar salários virou uma constante no Canindé e a credibilidade do clube, que nem na base investe mais, não parou de cair.

Apesar de tudo, houve possibilidade de parceria com outra agremiação, que traria recursos à Portuguesa, além da reforma do estádio, seu maior ativo, mas Lico, em nome de uma suposta “tradição”, não quis nem papo.

Com dirigentes assim dias piores virão. Uma pena para quem torce para um time que teve tantos feitos no passado e hoje o vê agonizando.”



  • Mario

    A Portuguesa de janeiro a agosto desse ano contratou 36 jogadores e não tem time , deve ser um recorde de incompetência.

    Mas falar o q ? a culpa é dos conselheiros q elegeram o Ilídio Lico , uma pessoa q teve seu nome envolvido em uma tentativa suborno do goleiro da Portuguesa Santista em 1998 , agora é esperar q alguem serio e de visão aparecer para salvar a Lusa ,só q li q o Ilidio tem planos de demolir o caninde e fazer predios no terreno e uma arena menor para o futebol , mas acho q vão construir os predios e fechar o futebol para tristeza de muita gente.

    • janca

      É um presidente incompetente, fraco, omisso e com muita coisa a explicar. Uma delas o escândalo com a Portuguesa Santista que você bem citou acima, Mario. Mas vou retomar o assunto. E ainda te devo uma resposta do Paulo André sobre a ação contra o Corinthians, vou atrás disso também. E que eu saiba o time usou quase 50 jogadores na temporada. Brincadeira de mau gosto, não? Uma equipe pavorosa…

      • Mario

        bom janca , 50 ou 36 o absurdo e mostra a total falta de preparo do Ilídio ,sobre Paulo Andre vc não deve nada e no futuro iremos saber quando ele ganhar ou perder o processo .
        abrçs

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo