A convocação de Dunga



Certamente vai gerar controvérsia a primeira convocação de Dunga depois do fiasco do Brasil no Mundial.

O técnico modificou o elenco, o que já era esperado, e acertou, a meu ver, ao apostar em Ricardo Goulart, artilheiro do Brasileirão, e Philippe Coutinho, do Liverpool.

Gostei dos goleiros (Jefferson e Rafael Cabral), de David Luiz e Miranda na zaga, além das mudanças nas laterais, que terão Maicon, Danilo, Filipe Luís e Alex Sandro.

No meio confesso que me cansaram Luiz Gustavo, Fernandinho, Ramires, Oscar e principalmente William, todos marcados pelo fiasco da Copa no Brasil e da maior derrota da história do futebol brasileiro, mas até entendo a falta de opções no setor.

Já no ataque não compreendo como Hulk foi chamado depois do que não fez no Mundial.

Enfim, dois amistosos caça-níqueis em setembro ainda na ressaca pós-Copa… Pouco animadores, pouco animadores, como foi pouco animadora a convocação de Dunga. Mas era possível esperar algo mais? Diante do atual cenário, creio que não.

Aproveito para avisar que volto a postar na próxima segunda (25), mas até lá, dentro do possível, sigo respondendo os comentários de vocês. Boa semana a todos, João



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo