Os erros de Nobre



Desde o começo de sua gestão eu vinha defendendo Paulo Nobre, já que via com bons olhos a tentativa de cuidar das finanças do Verdão e não fazer loucuras no futebol, além de ter gostado da ousadia de peitar a Mancha Verde (ou Alviverde, como queiram) e cortar suas regalias no Palmeiras.

Hoje, no entanto, não considero positivo o saldo do dirigente no comando do clube. Nobre vem pecando em uma série de setores, inclusive no futebol.

Errou ao apostar tanto tempo em Gilson Kleina e agora erra ao bancar os desejos de Ricardo Gareca, que tem indicado uma legião de estrangeiros, especialmente argentinos, transformando o Verdão numa filial de nossos vizinhos. Nada contra a contratação de estrangeiros, mas tudo contra a contratação de estrangeiros de qualidade duvidosa que só acabam onerando os cofres do clube.

A diretoria insiste que Gareca está seguro no cargo, mas muitos conselheiros apostam em sua saída em caso de nova derrota no Brasileirão domingo. E, se ele cair, como ficam os argentinos do Palmeiras?

Já no setor de marketing, até agora Nobre pouco fez. Não consegue um patrocinador de peso e ainda desgastou as relações com a WTorre e a Allianz que, por conta da nova arena, poderiam pensar em investir com força no clube a fim de tornar o Palmeiras novamente poderoso.

A dívida do clube, por sua vez, teria crescido pelo menos R$ 30 milhões na atual administração, o que também gera controvérsia no Palestra. E até agora não entendi o que José Carlos Brunoro tem feito por lá.

Problemas (muitos) à parte, não dá para aceitar a Mancha protestando na frente da casa de Nobre, como se ele fosse o único responsável pelo que está acontecendo. Pegou um clube combalido e a própria organizada, conhecida por sua atuação violenta no esporte, acabou prejudicando o Verdão em mais de uma ocasião fazendo o time perder importantes mandos de jogo. Domingo, se protestar de novo, que seja no Pacaembu e pacificamente. De violência já chega!



  • Eduardo

    Janca,
    Nao vejo como negativo o saldo dele até aqui. Se formos frios seu único erro de verdade foi ter perdido o Kardec, q foi o estopim das mudanças até agora.
    Parece q esquecemos o amadorismo q era nosso futebol antes, agora q o time está tratando com profissionais e avaliando de maneira fria apenas por resultado porém nós estamos pedindo a cabeça na primeira oportunidade.
    Em relação aos estrangeiros vejo apenas q o clube está investindo em jogadores q darão retorno no futuro por serem jovens. Infelizmente os jovens brasileiros são mais caros e estamos sem caixa.
    Tb não achei errado brigar com a WTorre e deixar eles ditarem as regras, temos de buscar nossos direitos! Tentamos em toda instância porém como um acordo não foi selado vamos a arbitragem e não vejo erro em lutar por algo q acreditamos ser o correto.
    Para mim pior seria ter feito muito das suas sugestões acima apenas para agradar a todos.
    Q vc acha Janca?
    Abs
    Eduardo

    • Eduardo

      Janca,
      Em relação ao lado profissional estava falando sobre o fato do nosso marketing ter alcançado algumas metas porem falhado em outras.
      Exemplo, o Avanti hj tem mais de 40.000 torcedores algo inedito para o nosso programa, a TV Palmeiras e o maior canal de torcida do brasil e maior ate que alguns gigantes europeus.
      Metas não alcançadas – patrocinio master (e q meta importante), e trazer mais recursos financeiros.
      Resultado foi a demissão do profissional da area. (porem as conquistas acima ajudarão muito na procura de mais recursos agora)
      enfim vejo isso como o tratamento dado para um professional numa empresa.
      abs
      Eduardo

      • janca

        Como você mesmo diz, Eduardo, se o responsável pela área caiu é porque a própria presidência do Palmeiras crê que o marketing do clube poderia estar bem melhor. E acho que poderia, sim. Abs.

    • janca

      No início eu gostei da posição do Paulo Nobre, mas agora confesso que não tenho gostado. Tenho dúvidas até que ponto esses jogadores serão úteis caso o time não continue com seu atual treinador. E acho que o futebol do Palmeiras continua gerido amadoristicamente. Insistiram demais com o antigo técnico, estão contratando jogadores estrangeiros apenas porque o atual é argentino, não vi nada de positivo no marketing do clube e o estádio segue uma confusão só entre a construtora e o Palmeiras. Fora a situação econômico-financeira do clube que segue complicada. Mas torço para que a situação melhore, inclusive porque algumas das posturas da atual gestão considero importantes para o futebol, caso da nova relação com as organizadas. Deveria ser seguida por outras agremiações também. Abs. e boa quarta pra você

  • Cleibsom Carlos

    Janca, tenho uma opinião diferente da sua e acho que o único erro do Nobre foi ter ficado muito tempo com o Kleina…Ele peitou a Mancha e a WTorre com razão! O Palmeiras atual é um time de médio para baixo e sem muita visibilidade para conseguir um contrato master de patrocínio como se fosse grande, é essa a verdade. A chegada dos argentinos não está “onerando” o clube, afinal eles custam bem menos do que qualquer zé ruela brasileiro! Meu verdão está no buraco e precisará de, pelo menos, uma geração para sair do atoleiro. O que me espanta é ver a mídia analisando o Palmeiras como se o time ainda fosse aquele colosso de outrora…A história do “clube” Palmeiras é imensa, mas o verdão há pelo menos uma década e meia caminha no lodo da mediocridade!

    • janca

      Não acho que o Palmeiras seja um clube de médio pra baixo, o time atual (como você bem apontou), sim. O Palmeiras, com a nova arena e toda sua história, pode conseguir um bom contrato de patrocínio. E deveria trabalhar junto com a construtora de seu estádio e especialmente a Allianz. Para as duas interesse ver um Verdão forte como nos anos 90, por exemplo.

  • Thiago

    Bom dia caro Janca,

    Tenho a mesma opinião que você, no inicio achava o Nobre um baita presidente que iria trazer o meu grande RIVAL (NÃO INIMIGO), de volta aos bons tempos. Com uma politica financeira equilibrada, reestruturação do departamento de futebol e aos poucos montando um grande time.

    Mas em algum momento ele se perdeu nesse planejamento, vejo muitos palmerenses dizendo que o Mustafa ainda manda no clube e se isso for verdade o problema esta ai. É inaceitavel esse cidadão ainda frequentar as dependencias do clube.

    Outro ponto que o Nobre errou e os conselheiros aprovaram foi o empréstimo de mais de R$ 100 mi feito no seu nome para o clube, sei que era necessario o dinheiro, mas é um enorme conflito de interesse e agora faltando poucos meses para o seu mandato ele ja começa a cobrar essa conta.

    Não acho que ele tenha errado na contratação do Gareca, dos argentinos e nem da briga com a WTORRE, afinal todos sabem que o antigo presidente “doou” o Palestra para um grupo de empresarios que ira explorar o clube pelos proximos 30 anos e nada entrara nos cofres do Palmeiras.

    Sinceramente, como Corinthiano, espero que o Palmeiras volte aos bons tempos e possamos ver derbis como os que aconteciam nos anos 90, jogos que qq torcedor ficava sem dormir esperando o jogo começar e o perdedor ficava de mal humor pelo resto do dia…

    Lembro de começar a torcer para o Corinthians em 1993 e vi meu time apanhando de vcs de chinelo, chegava a ser triste. Comemorei o paulista de 1995 como se fosse uma Copa do Mundo. Até o começo dos anos 2000 tivemos jogos memoraveis, de la pra ca infelizmente sempre um dos dois esta em crise, mas a situação do Palmeiras é preocupante e apenas o seu torcedor podera ajudar o clube neste momento.

    abs e Vai Corinthians.

    • janca

      A questão do empréstimo também acho complicada. Quando Marcelo Teixeira, no Santos, “misturou” suas finanças com as do clube vimos a confusão que foi. Temo que algo parecido aconteça no Palmeiras. Abs.

  • Zico

    Aprovei tanto o Nobre como o Bandeira, em relação a negociações com os jogadores , tentando estabelecer um ´´teto“ salarial dentro do clube. O problema são os outros clubes que inflacionam o mercado. Não sei quanto o Kardec ganha mas colocaram ele como estrela. E se o clube pode pagar R$100 , não pode fazer loucura e oferecer R$200 só porque o SP ofereceu. E parece que vai continuar da mesma forma , vide o Robinho com o salario que tem.

    • janca

      Também apoiei os dois, mas pelo jeito, especialmente no caso do presidente do Flamengo, que apostou no caro Vanderlei Luxemburgo, a contenção salarial foi para o espaço.

  • Ailton

    Caro Janca

    Uma dúvida fora postagem. O árbitro pode relatar em súmula uma situação que ele não percebeu?
    No caso do Petrus no entendimento momentâneo do árbitro o encontrão não foi proposital, pois diferente dos comentaristas de arbitragem que viram pela televisão, ele de costas não poderia ver que o Petrus foi ao encontro dele tanto que não o expulsou.
    Se ele não não expulso, ele agora pode relatar em súmula que foi agredido pelo jogador?

    • janca

      Que eu saiba sim. Pode, inclusive, alterar a súmula depois. Mas posso estar equivocado…

      • janca

        Pode fazer uma “emenda” sim.

  • lm_rj

    Janca, uma bizarrice deste projeto portenho palmeirense é que só ocupar posições estratégicas da equipe (meio/ataque) com gringos o clube de alguma forma está abrindo mao de revelar talento só futebol brasileiro, e consequentemente à seleção.
    Qualquer semelhança com a premier leitura inglesa não será coincidência: clubes nacionais cheios de gringos, seleção inglesa medíocre.
    Sem falar que: Poucas vezes vi um bairrismo tão descarado no futebol brasileiro. O técnico argentino chega, só indica contratacao de argentinos e o clube vai na onda e traz os caras… agora, os resultados nao estao surgindo ficando o clube brasileiro absolutamente refem dos gringos e do tec gringoComo ja ouvi dizerem por aqui pelo rj:morrendo e aprendendoFUI

    • janca

      Acho a aposta do Palmeiras arriscada. Sou favorável a técnicos estrangeiros, mas transformar o Palmeiras numa filial argentina já acho demais.

    • Diogo

      Como palmeirense não acho tão ruim a contratação de tantos gringos, acho a seleção o último dos problemas, inclusive não sei como alguém consegue torcer para seleção brasileira hoje em dia, não sinto nenhuma identidade com nenhum dos jogadores… mas enfim, veja pelo lado técnico esses gringos do palmeiras não são nada demais concordo com vocês, mas os jogadores brasileiros do mesmo nível custam mil vezes mais… e o pior e dai de onde vem a pior parte dessa diretoria(que eu sou a favor) os outros clubes não ajudam, os jogadores brasileiros custam caro pois os dirigentes brasileiros pagam pois são idiotas, não é a toa que se você for olhar, desde o começo deste século algum clube grande está numa crise financeira grave, é uma triste realidade, os dirigentes de todos os clubes precisam se reunir para estabelecer um teto salarial, pois não adianta nada, alguma diretoria cair na real e não querer dar salário de astro para um jogador mediano se vai chegar a outra e pagar na hora para se endividar depois.

  • Anderson

    Sou Corinthiano, mas antes de tudo sou apaixonado por futebol, e por isso fico triste com situações de grandes clubes que já ganharam títulos importantes como no caso do palmeiras…até quando vamos ter que aguentar diretorias incompetentes, impresários mercenérios, torcidas organizadas (ou seriam facções organizadas?), etc…o torcedor gosta de tirar um barato do adversário, mas até isso tem limites, pois no caso do palmeiras a situação é preocupante e não engraçada, pois se as coisas não mudarem, amanha pode ser o meu time numa situação dessa.

    • janca

      Não é só no caso do Palmeiras, não. O futebol brasileiro como um todo vive uma séria crise, evidenciada pelos 7 a 1 da Alemanha, um resultado simbólico para o esporte nacional.

  • joe LHP

    A vaidade, a politicagem e a guerra de interesses impedem o time verde de ser um clube saudável financeiramente e competitivo dentro de campo, um clube como esse não precisaria de empréstimo do presidente poderia com certeza andar com as próprias pernas, um clube que tem uma torcida grande e apaixonada nunca que deveria estar nessa situação, mas enquanto isso nós corintianos continuemos a dar muitas risadas do clubinho da Turiassu.

  • Pulga

    Entendo o que diz Janca, e concordo com quase tudo… mas acho que não é o fim do mundo se o Gareca sair e ficarem os Argentinos… se analisarmos Allione até o momento é o melhor e está bem… Tobio é um bom jogador… Mouche ainda não mostrou muita coisa, é o que parece ter mais dificuldade de se adaptar, e Cristaldo veremos ainda… é bom sempre ressaltarmos que antes de serem Argentinos, eles são jogadores, e poderão ser úteis para qualquer treinador.

    • janca

      Eu entendo o que você diz e espero, pelo bem do Palmeiras, que tenha razão. Mas tenho receio de que no momento que o técnico sair os argentinos percam espaço.

  • Bruno Anthony

    Que regalias que a Mancha teve? Voceis costumam dizer isso como se conhece-se a torcida, mas ao falar dessas regalias você deveria citar exemplos. Se for ingressos, a diretoria não esta fazendo nada de mais pois quando tem jogo fora de São Paulo não é o sócio avanti ou torcedor comum que irá ocupar 2 mil lugares. Por tanto que entregue as organizadas que irão comprar os ingressos e comparecer aos estádios, diferente da maioria que só critica apenas tendo opinião pelo que escuta pela imprensa.

    • janca

      E isso não é regalia?

MaisRecentes

Itaquera-2018



Continue Lendo

Brigas no Fla



Continue Lendo

Paulistas com medo



Continue Lendo