O erro da CBF



A cúpula que comanda a CBF (que tem dois presidentes, José Maria Marin e o eleito Marco Paulo Del Nero) espera que o Pleno do STJD corrija o erro da entidade que fez o Brasília perdeu o título da Copa Verde que ganhara em campo.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva, por meio da Primeira Comissão Disciplinar, deu o título e a vaga na Sul-Americana do ano que vem ao Paysandu, já que, por um erro da CBF, quatro jogadores do Brasília que tiveram contratos prorrogados não foram registrados corretamente no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF por problemas operacionais da própria confederação.

É inadmissível que mais uma vez uma entidade multimilionária como ela não consiga atualizar seu BID e informar quem tem e quem não tem condições de jogo. Um estagiário que entenda bem de informática poderia fazer isso com um pé nas costas, mas a CBF, pelo jeito, não consegue.

A CBF dá como certo que no Pleno do STJD o título e a vaga na Sul-Americana voltam ao Brasília, que ameaça ir até as últimas consequências para defender seus direitos. O time alega que adotou os procedimentos corretos e que, por um problema interno da CBF, os nomes dos quatro atletas acabaram publicados retroativamente pela diretoria de registro, que não pode prejudicar o clube campeão.

O Paysandu, porém, afirma que, no momento do jogo, mesmo que por erro da CBF, os quatro não tinham condições de atuar e o título da Copa Verde deve ser seu. A Comissão do STJD que analisou o caso pensa da mesma forma e mais um campeonato termina no tapetão. O que nos mostra, pela enésima vez, que não é só a Seleção que a CBF não consegue administrar. Nem do setor de registro e transferência de atletas ela dá conta… Que fase!



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo