A Copa da Argentina



A Argentina demonstrou muita raça no Mundial, mas ficou longe de apresentar um grande futebol.

Na primeira fase fez um jogo complicado contra a Bósnia, foi obrigada a rever alguns conceitos, mas na segunda rodada por pouco não perde para o Irã (sim, para o Irã), nas oitavas enfrentou dificuldades enormes diante da Suíça, ganhando o jogo só na prorrogação…

E mesmo nos dois últimos jogos, contra Holanda e Alemanha, dois empates sem gols, uma vitória nos pênaltis contra os holandeses, derrota na prorrogação contra os alemães, o futebol bonito não apareceu. O pragmático, sim.

Mas os Hermanos, queiram ou não, deixam, como colocou um amigo meu, uma lição de dignidade e seriedade.

Já a Alemanha fez uma Copa melhor mesmo, apesar de enormes dificuldades diante de Gana e Argélia, mas conseguiu, além do título, duas goleadas históricas: 4 a 0 contra Portugal e os 7 a 1 diante do Brasil, que serão lembradas durante décadas e décadas. Especialmente a última, a maior sofrida pela Seleção que completa segunda que vem cem anos de existência.

Um tetracampeonato merecido. A vitória do trabalho sobre (pelo menos no caso do Brasil, que era de longe o pior dos quatro semifinalistas) o improviso.



  • Mario

    concordo , mas temos que avaliar mais profundamente o pragmatismo da Argentina , acho que por terem uma sequencia de gerações que fracassaram e nos últimos anos mostrarem otimos atacantes e péssimos defensores (goleiros) tiveram que jogar assim revendo muitos dos seus conceitos e se sacrificando , mas mesmo assim teve 3 bolas para matar a Alemanha e perdeu , o q faz parte do jogo.

    bom parabens para Alemanha que soube trabalhar o time , treinar no calor da Bahia e curtir o Brasil sem chorar a cada 10 minutos.

    • janca

      Parabéns para a Alemanha mesmo. Um exemplo dentro e fora de campo. Os baianos, que tiveram o privilégio de recebe-la na Copa, que o digam.

  • Zico

    É exatamente o que penso ! Se a Argentina vencesse , o futebol perderia . Não pelo fato de ser Argentina , mas pelo futebol bem jogado e buscando o ataque sempre.
    A Argentina , ou o treinador , reconheceu que realmente não poderia jogar como queria , com atacantes e privilegiando o ataque. Não deu. Então vamos recuar e jogar no contra ataque e pro Messi.. Essa postura mostra , respeito e sabedoria . O que nossa seleção não teve em nenhum momento.
    A Alemanha em todo momento buscou o jogo , aceitou o favoritismo e tentou o gol a todo momento, vide a saída de um volante marcador , com o Schweinsteiger amarelado ( ele joga muito!!! ) e colocou um atacante!! Isso chama-se treino!
    Gostei muito da vitória da Alemanha , pelo bom futebol , e pelos torcedores argentinos se acharem os maiores da história o futebol ..

    • janca

      De fato venceu o melhor futebol.

  • HECK_BR

    PARABÉNS AO FUTEBOL QUE SE ORGANIZOU E VAI EVOLUIR AINDA MAIS, POIS TEM HUMILDADE PARA RECONHECER OS PRÓPRIOS ERROS E SE APEGA A CIÊNCIA PARA EXERCER A PRÁTICA DE FUTEBOL.

    A ARGENTINA É UM BRASIL PIORADO, ONDE AINDA TEM BONS JOGADORES, MAS ASSIM COMO AQUI O IMPROVISO É MAIOR.

    A ARGENTINA COM PLANEJAMENTO E MONEY SERIA PENTA.

    O BRASIL COM PLANEJAMENTO, TÁTICA E MENOS ROUBALHEIRA, SERIA 12 VEZES CAMPEÃO DO MUNDO. BI – HEXA.

    MAS GANHAREMOS O HEXA NO JEITINHO TALVEZ DAQUI 8 ANOS.

  • joe LHP

    A Argentina merecia pela luta, pela garra, pela torcida, pelos jogadores e o técnico, mas para o bem do futebol e deles mesmos ganhou a Alemanha, pois a vitória da Argentina iria mascarar a fossa em que está o futebol quase estatal e falido que há na Argentina comandado pelo ratão do Júlio Grondona, ontem venceu o futebol, o planejamento, a organização, o trabalho e o jogo de equipe e que isso seja seguido como exemplo por Brasil e Argentina.

    • janca

      Para o bem do próprio futebol argentino ganhou a Alemanha. Agora são sete Copas sem os argentinos serem campeões. Foram muito longe nessa Copa, mas o futebol interno argentino tem muita coisa a melhorar. Muita mesmo. Assim como o nosso, aliás.

  • joe LHP

    E mal acabou a copa e já estamos atrasados em relação ao planejamento, lembrando que a Copa América, Jogos olímpicos e inicio das eliminatórias já é amanhã e a programação e mentalidade da CBF se resume a vender amistosos para jogar em Londres e Miami, hj sequer sabem qual filosofia será implantada para o próximo biênio que inclui a busca pelo inédito ouro olímpico.

    • janca

      O planejamento para a Olimpíada, torneio em que temos o desafio de finalmente conseguir o inédito ouro pro nosso futebol, não existe. A tendência é que seja feito novamente no improviso. Com essa turma comandando nosso futebol…

  • ernesto guevara

    ola brasileiro vendeu a sua camisa por cima alemanha que metio sete gols mercenarios…..ja ja ja

  • Renato Rasiko

    Meu bom Janca, o Felipão e o Parreira têm muito que aprender, mas não querem, porque são burros (aquele que não quer saber, fechado), mas não ignorantes (o que não sabe mas tem acesso à informação, no caso deles). Ambos foram extremamente arrogantes, grosseiros e, pior, primários. Foi tudo um grande vexame. Os jogadores brasileiros foram patéticos com aquele chororô imbecilizado. O Neymar teve um brilhareco quando deram espaço pra ele e só. No mais não fez nada que justificasse sua fama de craque. Não é. O incensado David Luis cometeu erros inacreditáveis e ainda se achou na competência de abandonar a zaga. Um vexame capitaneado pelo boçal do Felipão e o supra-suma da arrogância, Parreira, autor da frase mais escandalosa do ano: “A CBF é o Brasil que dá certo”. Saudades do Stanislaw Ponte Preta.

    • janca

      Caro Renato, vejo a coisa um pouco diferente do que você. Os erros não se limitam à comissão técnica e aos jogadores, a meu ver, aliás, os menos culpados pelo que aconteceu. De fato Felipão me decepcionou muito não pela derrota ou pelas derrotas, uma delas a maior da história da Seleção, mas por não admitir que Alemanha e Holanda foram melhores, que fomos patéticos nos dois últimos jogos e especialmente contra os alemães, por querer justificar o injustificável. Não adianta apresentar números de sua campanha pela Seleção, incluindo os amistosos que disputamos, diante de um placar de 7 a 1 diante da Alemanha. Não dá pra culpar a arbitragem pelo que aconteceu com o time no Mundial. Faltaram humildade, educação e respeito ao público e isso acho inadmissível, muito mais do que os 7 a 1. Sobre os jogadores, não vejo problema em chorar, desde que isso não os atrapalhe em campo. E atrapalhou, pelo menos no caso do Thiago Silva, o próprio capitão reconheceu isso depois do jogo contra a Croácia. Sou fã do David Luiz, mas ele cometeu mesmo erros inacreditáveis diante de Alemanha (em pelo menos três gols) e Holanda (em pelo menos mais um). Fora que saía para o ataque como se fosse atacante, deixava cada buraco lá atrás… Mas não dá pra responsabiliza-lo pelo fracasso e pelo menos foi digno ao pedir desculpas. Erraram Júlio César (era só chutar que a bola entrava, levou 14 gols, 10 em apenas duas partidas), os laterais, Thiago Silva (amarelo infantil contra a Colômbia fora o vermelho que deveria ter recebido contra a Holanda), o meio-campo, que inexistiu mais uma vez na semifinal e disputa de terceiro lugar, Fred, Hulk, Jô e Cia. também. Neymar ao menos fez quatro gols em quatro jogos, tentava alguma coisa. E se não fez aquela Copa e não fez mesmo, Cristiano Ronaldo foi pior ainda e Messi também esteve apagado, apesar de ter saído como vice-campeão. Não o vi produzindo muito em campo na semifinal nem na decisão. Tivemos problemas táticos, técnicos, emocionais, na parte física, poucos treinos, erros na preparação (inclusive na escolha da Granja Comary), nas entrevistas, nos discursos, na relação com a imprensa e a torcida, na cartolagem… Se não mexermos na estrutura do futebol brasileiro e da própria CBF, a coisa vai ficar ainda pior.

  • nat

    Oi Janca!

    A Alemanha, como de costume, jogou um futebol de mais qualidade no jogo de ontem, porém a Argentina teve chances claras para vencer a partida, a sua tão questionada defesa foi muito bem durante toda a copa. Ofensivamente dependia dos lampejos do Messi, que é extremamente frio, nem parecia que estava disputando uma final de copa do mundo, as vezes aquele comportamento de “não tó nem aí” dele irrita. Apesar disso fez boas jogadas que poderiam ter presenteado a Argentina com o título. Torci muito pela Alemanha que merecidamente ganhou a copa dentro e fora de campo.

    Você tem defendido sempre um técnico estrangeiro para treinar a seleção. Os melhores dificilmente vão trocar os seus poderosos clubes na Europa para aceitar o espinhoso desafio de treinar a seleção. Klismann poderia ser uma boa opção para a nossa seleção? Hoje ele está na inexpressiva seleção americana e ajudou a reerguer o futebol da Alemanha. De repente pode ser uma boa opção que ninguém pensou ainda. abraço

    • Marcos

      O que dizer sobre tudo que li neste jornal? Simplesmente uma grande decepção.
      Na Argentina, poucos apostavam nessa seleção antes da Copa, no anterior mostrou pouco ou nada, e quase nunca convencional.
      Eles ficam muito mais do que se pensava, com base em “ovos” e isso era o que em última análise, o contágio, a partir daí, tudo é possível,
      O que dizer sobre o Brasil?, Não o futebol, é apenas um jogo, já teve a grandeza, uma vez que despertou a admiração de todo o mundo, como refletido pela imprensa e pelas reações de muitas das suas pessoas têm uma longo caminho, se eles querem recuperar o que eram uma vez, deixo um pensamento de “Martin Fierro”
      Muitas coisas perderam homem
      Você sabe, às vezes re-encontrar
      Mas devo ensiná-los
      E é bom ser lembrado-
      Se vergonha é perdida
      Nunca mais encontrar
      http://www.redargentina.com/refranes/consejosfierro.asp

      • janca

        O Brasil tem mesmo um longo caminho pela frente se quiser reconstruir seu futebol. Um longo caminho. Infelizmente, assim como acontece com os argentinos, temos dirigentes esportivos e políticos do pior nível. E temos sofrido muito com isso. Não por acaso a Copa acabou indo para a Europa, que teve, a meu ver, as duas melhores seleções do Mundial: Alemanha e Holanda. E dos quatro semifinalistas de longe o Brasil era o pior. Chile ou Colômbia teria feito melhor papel nas semifinais do que a Seleção Brasileira. Que não teve a humildade (aí me refiro à comissão técnica) para reconhecer o vexame e admitir os erros que cometeu.

    • janca

      Acho uma boa opção e Pékerman é outra. E de fato muitos técnicos estão empregados, têm contratos com os melhores times do mundo, não podem sair de uma hora pra outra. E o Brasil acaba a Copa muito desvalorizado, muito desvalorizado mesmo. Em termos de Seleção, porque a torcida recebeu muito bem os estrangeiros, algo que já imaginava, aliás. Sobre Argentina x Alemanha, de fato os argentinos tiveram chances pra vencer. Pelo menos três chances claras. E jogaram bem, marcaram bem, por pouco não levam a decisão aos pênaltis. Abraço e boa terça, Janca

  • Estimados de Lance, ustedes son conscientes del título que pusieron? Argentina decime que se siente. Les podemos decir que felicidad y orgullo si quieren una respuesta, ya que sólo no fuimos campeones porque ustedes le pagaron al referí y a un juez de línea para no sufrir la tercer humillación futbolística de la historia, si la tercera ya que las dos primeras son los 7 goles de Alemania y los 3 de Holanda. Estaban tan preocupados de que no los humillemos siendo campeones que no se dieron cuenta que ya eran la vergüenza del mundo después de tan grande goleadas. Pero no se preocupen, esta muy bien que Brasil aliente por Alemania, después de todo uno de enamora DE QUIEN MEJOR SE LO FODE!!!!

    • janca

      Não é verdade. O Brasil iria pagar o árbitro na final Argentina x Alemanha? Os alemães mereceram o troféu, foram os melhores do Mundial e ganharam dignamente a final. Saber perder também é uma arte. Menosprezar a conquista dos outros, não.

    • Zico

      Arrogância do futebol argentino como sempre !! Tem 2 copas e nada mais … E se acham os melhores do mundo!!! A Argentina tem que ganhar muita coisa pra chegar perto de Itália e Alemanha!!! Chegar perto do PENTACAMPEÃO quem sabe daqui a 30 anos…
      Juiz comprado ?? kkkkkk Felipon argentino!!!!!

      • janca

        Tá parecendo o Felipão argentino mesmo… Risos.

  • Felipao

    Mineiraço 7 – 1 , VIVA Alemanha!!! BRASIL vergonha nao tem fim!!!

  • Marcos

    Que decir de todo lo que he leido en este diario ?, simplemente, una gran desilusión.
    En Argentina, pocos apostaban por esta seleccion, antes de esta copa, en la previa mostro poco y nada, y casi nunca convencio .
    Se llego mas lejos de lo pensado, en base a “huevos” y eso fue lo que contagio al final, a partir de ahi, todo es posible,
    Que decir de Brasil ?, no en el futbol, es simplemente un juego, alguna vez tuvieron grandeza, alguna vez despertaron la admiracion de el mundo entero, por lo reflejado por la prensa y por las reacciones de gran parte de su gente, tienen un largo camino para si quieren reconquistar lo que alguna vez fueron, les dejo una pensamiento del libro “Martin Fierro” :
    Muchas cosas pierde el hombre
    Que a veces las vuelve a hallar-
    Pero les debo enseñar
    Y es bueno que lo recuerden-
    Si la vergüenza se pierde
    Jamás se vuelve a encontrar

    http://www.redargentina.com/refranes/consejosfierro.asp

  • DARIO

    Gracias Brasil,el mejor mundial de todos!!! Espectacular tu pueblo.
    Las cargadas son parte del juego, lo que queda es lo visto en el campo.
    Sin Neymar era muy dificil para un equipo que lamentablemente es el peor que han presentado en un mundial (sorpresa para todos).
    Llegamos a la final esperando por el “penta”, y estaban los europeos que con un genial gol que nosotros tambien podriamos haber hecho( la suerte siempre juega) nos “vacunaron”.
    Esta vez dimos una lección de futbol y garra en una final del mundo , otras veces fueron las del penta.
    ARGENTINA Y BRASIL son de lo mas grande del futbol,sin dudas.

    • janca

      Apesar de o Brasil ser penta e a Argentina, bi, a Alemanha mostrou que tinha time melhor que os sul-americanos pra essa Copa. O Brasil tem que reformular muita coisa, a começar pela cartolagem. E a Argentina também, apesar de ter feito uma boa final, poderia até ter vencido. Mas não jogou como em 1986, por exemplo. Daquela vez deu show. Agora não.

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo