Despedida patética



Lamentável a despedida do Brasil na Copa. Levou de três da Holanda, que jogou as semifinais um dia depois da gente, ainda enfrentou prorrogação e pênaltis, e hoje poderia ter enfiado seis se pisasse um pouco mais no acelerador.

Uma Seleção que, mesmo jogando mal aqui e acolá, chegou, aos trancos e barrancos, às semifinais, o que já fazia dela um grupo vitorioso. Mas depois de duas lavadas contra Alemanha e Holanda veio tudo a perder. Uma vergonha e uma despedida patética.

Fred não jogou e o ataque não apareceu, o que mostra que a culpa não era só dele. O meio-campo foi povoado e seguiu inexistente contra a Holanda. A defesa, que era considerada tão forte, esteve irreconhecível nos dois últimos jogos, com David Luiz dando uma de atacante, falhando em pelo menos quatro gols, Thiago Silva não liderando ninguém e merecendo cartão vermelho hoje, Marcelo perdido, Júlio César vendo a bola entrar e entrar e entrar e entrar…

E quem defendia a saída de Daniel Alves viu o lateral afastado e o time irreconhecível, sinal de que não deveria ter sido bode expiatório como chegou a ser em muitos momentos.

Não faltou vontade de ganhar, o esforçado David Luiz que o diga, mas faltou muita coisa, muita coisa mesmo. Inclusive educação a Luiz Felipe Scolari, que vai perdendo meu respeito. Xingando juiz, esbravejando e querendo justificar o injustificável, apresentando números, inclusive de amistosos, para dizer que está tudo bem, quando não está.

Não está. Como o próprio José Maria Marin, presidente da CBF tinha dito antes da Copa, se não ganhassem o Mundial ele iria para o inferno. Não ganhar por mim está ok, mas levar de sete da Alemanha e de três da cansada Holanda deve ter levado o dirigente… Sei lá pra onde.

Deixa o estádio chorando, mas não comove ninguém. Pelo menos não a mim. Como disse alguém, deveria chorar por tudo o que fez no passado. Uma história de vida triste em que, no capítulo final, enterra a Seleção. Que não é dele ou não deveria ser. É nossa, pô!



MaisRecentes

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo