Vexame histórico!!!



Inacreditável o primeiro tempo da Seleção. Inacreditável mesmo. Levar quatro gols em seis minutos numa semifinal de Copa não dá.

Foi o pior primeiro tempo que vi da Seleção até hoje. Nem o mais pessimista dos pessimistas imaginava um cenário desses.

Mas ainda assim acho que esses jogadores entraram comprometidos, não foi falta de garra ou vontade, como em 1990 ou 2006.

Só que muita coisa vai ter que mudar no nosso futebol. Esse é o lado positivo. A começar por José Maria Marin, que disse que se perdêssemos a Copa iria abraçado com Luiz Felipe Scolari para o inferno.

O alvo das críticas e das mudanças tem que ser nossa cartolagem, responsável por muitos “professores” que temos por aí e por tantas mazelas de nosso futebol, vide o nível do Brasileirão, não os jogadores. Esses fizeram o possível. E ainda têm um segundo tempo pra jogar. Aliás já estão jogando. E eu aqui escrevendo…

Meu Deus! E ó que sou agnóstico.



  • Raphael

    E aí Janca, o Felipão é melhor que o Mano Menezes?????? Para vc q ficou escrevendo no seu blog essas bobeiras serve de lição. Quando o Mano era técnico da seleção perdemos de 3×2 jogando na Alemanha, hoje perdemos de 7×1 jogando no Brasil.

    • janca

      Com o Mano não ficamos nem entre os quatro melhores da Copa América. Pelo menos chegamos entre os quatro semifinalistas do Mundial. E pra mim o técnico do Brasil na Copa seria o Pep Guardiola. Se acompanhasse bem meu blog saberia disso.

      • Raphael

        Por acompanhar seu blog que fiz o comentário acima. Não achei certo a maneira desrespeitosa como tratou o Mano no seu blog, como se ele fosse um técnico inventado e nunca tivesse ganho nada. Você fez comparações sem amostras suficientes para isso, e taxou o Felipão como melhor. Num país onde o futebol é levado tão a sério, ser semifinalista não é significa nada.

        • janca

          Nunca fui desrespeitoso com o Mano. Apenas acho que é um técnico fraco, como acho fraco o Muricy, por exemplo, e tem pouca bagagem e experiência. Ganhar Copa do Brasil ou Série B não é a mesma coisa de ganhar competições como Copa do Mundo, Euro, Copa América ou mesmo Copa das Confederações. Claro que Felipão tem muito mais bagagem que ele. Mas sempre disse, até porque de “professores” andamos mal, que minha opção seria (e continua sendo) por um técnico estrangeiro. Para a Copa defendia Pep Guardiola. Não sei se venceríamos com ele, talvez não, futebol tem grande dose de imprevisibilidade, mas certamente poderíamos esperar um futebol melhor.

    • @Sal_R9

      Boa lembrança Raphael

      Dirigentes e tecnicos tem culpa.

      Mas muito jornalista e torcedor que acaba embarcando nessas opiniões, tambem tem responsabilidade nesse 7×1

      • janca

        Na opinião de dirigentes? Dificilmente embarco. De alguns técnicos, sim. E continuo insistindo que precisamos de um técnico estrangeiro para resgatar a essência de nosso futebol, por mais paradoxal que isso possa parecer.

  • nat

    Acho que a derrota de hoje tem que marcar uma virada na história do futebol brasileiro, incluindo os clubes. Os nossos “professores” são adeptos do futebol resultados, volantes brucutos e chutões. A Alemanha joga um futebol ofensivo, moderno, compacto, toque de bola qualificado, triangulações… O futebol brasileiro, incluindo a seleção, desaprendeu a jogar futebol. O Brasil precisa usar esta derrota como lição e aprendizado. A Alemanha se reinventou e hoje joga um futebol bonito e que dá resultados.

    • Oscar de Melo

      Hoje faltou 5 brucutus no meio campo.

      • nat

        Verdade Oscar. Hoje o Brasil não conseguiu nem jogar o futebol feio que habitualmente assistimos com essa seleção ou nos nossos falidos campeonatos. Os jogadores sumiram em campo.

        • janca

          E a Alemanha foi incrível. Foi constrangedor pra gente.

      • janca

        Faltaram mesmo.

    • janca

      Espero que marque uma mudança. Na cartolagem e nos professores. Os jogadores, pelo menos alguns, como David Luiz, achei que tiveram vontade, o que faltou em Copas como a de 1990 e 2006.

      • nat

        Mas em 90 e 2006 perdemos nos detalhes por diferença mínima no placar, saímos mais cedo mas não levamos uma traulitada como a de hoje.. Derrota por 7×1 acontece quando os adversários são Nicarágua ou Ilhas Figi, mesmo assim é raro nos tempos atuais. Uma seleção brasileira levar 7 gols em uma semi-final de copa do mundo e jogando em casa é algo surreal..

        • janca

          Mas aqueles times não estavam preocupados com a Copa, estavam com a cabeça em outras coisas. Esse, pelo menos, dedicou-se, sofreu, chorou, lutou à sua maneira. Mesmo dando um vexame histórico.

          • Danilo Jeolás

            Näo se iludam com David Luiz. Tem carisma, atitude, vontade, mas é bem peladeiro. Näo custa lembrar que ao lado de Thiago Silva, até Luiz Alberto foi bem.

          • janca

            Ontem o time todo foi nota zero. A defesa inclusive, que parecia um queijo suíço. Toda esburacada.

          • CONHECEDOR

            A falta de talento é notória. Problemas vem desde a base que transforma jogadores em engessados nos esquemas táticos. No profissional é pior ainda, os times são montados por 10 robôs jogando para um diferenciado, que muitas vezes nem diferenciado é. Os números comprovam a eficiência desses times. Os europeus sempre jogaram assim à exceção de Holanda e algumas seleções do leste. Mas agora que descobriram talentos, também trazendo jogadores de qualquer parte do mundo à naturalização, não precisam mais oferecer o futebol trancado. Sabem jogar o antigo futebol brasileiro. Mas apesar de tudo isso, empataram com Gana e Argélia (só vencendo na prorrogação), fizeram 1 x 0 nos Estados Unidos e França, só goleando Portugal que os atacou, como o Brasil fez de forma atabalhoada. Ficasse na posição humilde de inferioridade, não ocorreria essa tragédia, podia até arrumar um empate e quem sabe pênaltis. Humilhação para algumas décadas, e já temo a disputa de terceiro lugar.

          • janca

            Ah! E que o futebol atual está muito robotizado, concordo. E você lembrou bem. A Alemanha teve enormes dificuldades diante de Gana e Argélia. Até por isso está longe de ser um time imbatível. O Brasil tem condições de vence-la. Mas não como (não) jogou ontem.

  • É inacreditável o que aconteceu! A ausência de um ou dois jogadores não pode justificar esse desastre. Agora colocar a culpa em alguém seria fora de propósito, mas a teimosia do senhor Felipão justifica colocar em seus ombros todo esse momento ruim. O Fred ainda não entrou em campo, todos falamos. O zagueiro Dante não inspira confiança. Colocar o Bernard só pelo fato de receber apoio da torcida é patético. Não foi por acaso que esse senhor levou o Palmeiras à segunda divisão. Espero que esse episódio signifique a aposentadoria desse senhor mal humorado, sem educação, arrogante, prepotente, incompetente. Ganhou em 2002, pois a arbitragem favoreceu o time do Brasil. Lamento por todos brasileiros que estão passando por tamanha vergonha. Lembrem desse episódio no final do ano, pois arrogância, prepotência, falta de educação não levam a vitória. Façam a escolha certa, por favor!

    • janca

      Uma série de fatores explica o fiasco, mas 7 a 1 não imaginava nunca.

  • É inacreditável o que está acontecendo! A ausência de um ou dois jogadores não pode justificar esse desastre. Agora colocar a culpa em alguém seria fora de propósito, mas a teimosia do senhor Felipão justifica colocar em seus ombros todo esse momento ruim. O Fred ainda não entrou em campo, todos falamos. O zagueiro Dante não inspira confiança. Colocar o Bernard só pelo fato de receber apoio da torcida é patético. Não foi por acaso que esse senhor levou o Palmeiras à segunda divisão. Espero que esse episódio signifique a aposentadoria desse senhor mal humorado, sem educação, arrogante, prepotente, incompetente. Ganhou em 2002, pois a arbitragem favoreceu o time do Brasil. Lamento por todos brasileiros que estão passando por tamanha vergonha. Lembrem desse episódio no final do ano, pois arrogância, prepotência, falta de educação não levam a vitória. Façam a escolha certa, por favor!

  • Oscar de Melo

    Será que agora os anti-corinthianos estão contentes com Fernandinho no lugar do Paulinho?A seleção não teve meio campo nesse jogo,e o ataque inoperante,mas no final das contas 7 a 1 vai cair nas costas da defesa.

    • janca

      A defesa hoje estava um buraco, mas o ataque não existia.

      • Oscar de Melo

        É verdade,o ataque não existia,como nunca existiu sem o Neymar.A escolha do Bernard foi um erro;inverter o lado do David Luiz na zaga foi outro.

        • janca

          De fato Bernard não mostrou nada e o pior é que ele é muito habilidoso. Mas quem jogou hoje? Nota zero pra todos. E o David Luiz mudando de lado na zaga também não deu certo.

          • Fábio Pires de Souza

            O BErnard ao menos correu o jogo todo, deu carrinho e não deixou de marcar… foi homem!
            Defender esse bando de vagabundo, que nasce para o futebol no Brasil, mas, não veem a hora de ir para a Europa ganhar dinheiro?! Piada!
            Muitos jogadores apresentaram problemas físicos, de ritmo de jogo e técnicos!
            Maicon, Daniel Alves, Marcelo e Maxwell?! Sem laterais?
            Fred, Jô? Prefiro o Valter e hoje calei a boca de muita gente com essa opinião!
            Phillipe Coutinho, Diego Ribas, Ganso… Quem era o nosso meia armador mesmo?
            Adeus Felipão, dá patada agora!

          • janca

            Vontade pro time não faltou. Ou pelo menos para alguns, como Júlio César e David Luiz, que a gente sentia que queriam vencer e tentaram dar o melhor que podiam. Mas ficamos com o meio-campo mais uma vez fragilizados e o time todo foi um terror. A Alemanha atropelou o Brasil. E poderia ter feito mais…

  • t.

    janca,

    a derrota em 1950 foi a melhor coisa que aconteceu ao futebol brasileiro.

    a derrota vergonhosa, em 2014, foi a melhor coisa que pode ter acontecido não somente ao futebol brasileiro, mas também ao país, na medida em que mais que uma derrota de um time, é a falência de um modelo de sociedade.

    • Não vai mudar nada, os professores vão continuar por aí, Muricy, vaiar ser o novo técnico que vai iniciar pela terceira vez a reformulação total com experiências em busca do futebol arte até as vésperas da próxima copa com o apoio maciço da crônica esportiva. Fim

      • janca

        Precisamos de um estrangeiro dirigindo nossa Seleção. E o Pep Guardiola queria comandar o time na Copa. Mas Marin não quis. Optou pelo conservadorismo.

        • t.

          será que agora vai?

          pelos dirigentes que temos, acho improvável.

          • janca

            E os dirigentes não querem largar o osso de jeito nenhum.

        • HECK_BR

          ASSINO EMBAIXO. ESTRANGEIRO NO COMANDO TÉCNICO, PARA ONTEM.

          • janca

            Já deveríamos ter tido um pra essa Copa. Eu bem que defendia o nome do Pep Guardiola…

    • janca

      A derrota de 50 foi muito importante. Plantou as futuras conquistas de 58, 62 e 70. A de hoje espero que ajude a mudar a estrutura de nosso futebol. O nível da cartolagem é medíocre.

  • Julio Cesar

    Boa noite a todos ! Velhinho (como diz o pernalonga) nem venha defender Neymar que penso não faria falta nenhuma. Primeiro responsavel é ou são os velhinhos da CBF !!! Scolari escalou certo, mas , no lugar errado !! Bernard arrenbentou no brasileirão e na Libertas ali,… porra… na esquerda…mas ele tem que manter o “incrivel hulk”…Estupido… Mas … de nada adiantaria o Neymar hoje…Ele ficou livre dessa vergonha historica…Mas Scolari e Parreira encerram a ” brilhante carreira no futebol brasileiro “. Fernandinho, Luis Gustavo, quem inventou esses caras ?!?!?!?!? E David Luis de centro avante !?!?!? De quem foi a ideia…!? Scolari e Parreira os maiores responsaveis pelo maior vexame da historia de todos os tempos no futebol mundial….

    • janca

      Com ou sem Neymar não podemos tomar quatro gols em seis minutos. E a cúpula da CBF, meu Deus. O próprio Marin admite que vai pro inferno.

  • HECK_BR

    É, ERA MELHOR TER FEITO HOSPITAIS MESMO…
    PARABÉNS ALEMANHA.
    FICOU PIOR NA HISTÓRIA DO QUE A 64 ANOS ATRÁS.
    NÃO E CULPA DO FELIPÃO.
    MAS QUEM PEDIU PARA IR PARA O INFERNO TEM QUE SER ATENDIDO.

    • janca

      Ou que o inferno dele seja aqui. Inclusive pelo passado ligado à ditadura militar. Vergonha ver esse cidadão como presidente da CBF.

  • Gargamélvio

    O time já vinha mal Janca, só o Felipão não percebeu em 5 jogos que a seleção não tinha meio-campo, não conseguíamos dar 3 passes seguidos durante toda a Copa, era só chutão.
    É a falência do futebol brasileiro, eu já vinha dizendo que parecia time de varzea.
    Agora é rir com as piadas, esse é o lado bom do brasileiro.

    • janca

      O pior é que acho que ele percebeu. E parabéns para Alemanha. Que show!

  • Johnny Santista

    Se o Marin for pro inferno, vai encontra os assassinos do Herzog, que ele conhece bem…
    E o Brasil, o maior vencedor, viveu suas duas maiores tragédias quando sediou a copa, em 1950 e 2014…
    E você, meu xará, esqueceu do Parreira: “a CBF é o Brasil que deu certo, tudo que ela faz é bom demais…” outro que não volta nunca mais.

    • janca

      Mas aquela seleção, a de 50, jogou muito. Sobre o Parreira, perdeu grande chance de ficar de boca calada.

  • Rômulo

    A derrota de hoje para a Alemanha foi uma humilhação mundial, mas que servirá para algo, se nós brasileiros soubermos dar a volta por cima. O que temos que discutir agora qual será a postura da CBF, dos clubes do 13 e do próprio ministério do esporte daqui para frente. A Alemanha está com o mesmo treinador desde 2006. Para chegar a goleada histórica de hoje, eles eles ficaram em terceiro lugar em 2006, mesmo jogando em casa. Em 2010, também ficaram na terceira colocação. Sem contar que perderam uma Eurocopa. Mas, como alguns daqui disseram, eles se reinventaram. Ao começar pelo grande número de jogadores da seleção alemã que jogam no futebol alemão. O que temos que entender que a culpa não foi só do Felipão, mas de toda a equipe e da cartolagem brasileira. Infelizmente, estamos ficando esgotados de novos talentos. Se continuarmos assim, ficaremos esgotados de vez de talento brasileiro e adeus a alegria. O que faltou hoje tambem, foi experiencia. Em 1998 e 2002. tinhamos Cafu, Roberto Carlos, Ronaldo, Rivaldo, Marcos, Tafarel. Duvido que iriam jogar a toalha como a seleçao de hoje jogou. Não venceremos se jogarmos com molecadas. E como vamos ter craques e jogadores experientes se os jovens ja saem cedo do país e voltam sem técnica? Também é culpa da imprensa, que faz maior publicidade para o futebol europeu, que apoiou a ida do Neymar ao Barcelona, que pedia a sua saida do Santos. O que ele está fazendo por la? E o que o Paulinho fez na seleçao, ele fazia no Corinthians? Claro que não. Então vamos parar de “egocentrar” o futebol europeu e vamos olhar para o nosso futebol de uma vez por todas.

    • janca

      Concordo em parte, discordo de oitra, depois te respondo com calma.

  • Julio Cesar

    Estava vendo Sportv ! Vc não quer me publicar, tudo bem ! Ja estão elegendo os jogadores vilões !!! Scolari, Parreira..Queiram dar a cara pra bater, por favor..!! Acabou pra voces…! A no minimo 20 anos….

    • janca

      Os jogadores vilões? De jeito nenhum. O problema passa pelos cartolas e a estrutura do futebol brasileiro. Espero que essa derrota sirva pra muita coisa.

  • Olavo de Freitas

    Culpa do Governo Militar.

    • janca

      O Marin defendia a ditadura. Mas a Dilma hoje também deve estar dormindo de cabeça cheia. Contava com o triunfo da Seleção pra ganhar fôlego na campanha. E já estava iniciando discurso de outra Copa no Brasil na próxima década.

  • As pessoas acham que futebol se decide na tática, na raça, na conversa, na preparação ou na vontade.
    Isso tudo não passa de uma enorme besteira!

    Todos os resultados expressivos que os seres humanos conseguem em qualquer area, vem da técnica ou sabedoria.

    Vontade faz parte de no máximo de 30% a 40% de um resultado expressivo.
    Técnica/sabedoria faz parte em torno de 70% a 80% de um resultado expressivo.

    O time do Brasil possui volantes e jogadores de frente como Hulk e Fred que não sabem dominar uma bola e dar um mísero passe certo.

    Eu sou sãopaulino e sempre fico repetindo que o São Paulo nunca vai ganhar nada enquanto valorizarem cones como Pato, Luis Fabiano e similares. Reparem que o São Paulo nunca ganhou coisa alguma com as passagens de jogadores cones como Luis Fabiano e Washington, por exemplo… só ganhou sofrimento em decisões.

    Voltando ao assunto Seleção….
    A Alemanha no jogo de hoje tinha volantes e atacantes que sabem dominar uma bola, sabem passar com precisão.

    Foi o simples fato de a Alemanha possuir jogadores mais técnicos que permitiram eles fazerem 7 gols.

    Acho bizarro como mídia, torcida, comentaristas, técnicos e diretores adoram jogadores como Luis Fabiano, Fred e similares.

    O pior é que muitos adoram esses jogadores, que não sabem dominar uma bola e ao mesmo tempo torcem para um time ir bem! Isso é o cumulo do absurdo. Isso é o cúmulo da falta de raciocínio!

    Seria o mesmo que pegar um motor de um Fusca bem vagabundo, colocar numa Ferrari e torcer para esse Ferrari atingir mais de 300Kh/h. Isso é impossível!

    Então não adianta colocar jogadores limitados num time e ficar torcendo pelo melhor. Pois é isso também é impossível!

    Simplesmente é ridículo o raciocínio de 90% das pessoas que vivem e acompanham futebol!

    Querem que um time jogue bem e ao mesmo tempo amam jogadores que não sabem dar passe de 2 metros!!!!!!

    O pior é que no futebol mundial, o volante que marca/bate e não faz mais nada e do atacante cone que só fica parado na área são extremamente aceitas pela grande maioria.

  • Outra coisa…. essa historia que não existem mais talentos é uma baboseira sem limites!

    Sempre existe e sempre vão existir grandes jogadores no Brasil e em qualquer lugar do planeta!

    O problema é que a maioria das pessoas que acompanham e vivem futebol não sabem diferenciar jogador bom de ruim e muito menos sabem realmente o que é técnica.

    Muitos jogadores ruins caem nas graças de torcida, técnicos e mídia simplesmente por serem carismáticos, “raçudos”, bad boys, “líderes” ou chamativos.

    Também existem centenas de jogadores que jogam muito bola, mas que não aparecem para as pessoas… logo são taxados de ruins.

    Alias esse é o problema fatal:
    As pessoas confundem fama e carisma com saber jogar bola.

    Ou as vezes um grande jogador mais tímido é taxado de ruim, pois não aparece para as pessoas.

    Na verdade mesmo a maioria das derrotas vem desse fator.
    As pessoas simplesmente não tem noção de quem é bom ou ruim… É a partir dessa confusão que times e Seleções sofrem as piores derrotas.

    • janca

      Claro que existem talentos. A zaga da Seleção é a mais cara do mundo, nossos jogadores atuam e muito bem nos principais times da Europa, jamais imaginava levar sete da Alemanha e poderiam ter sido dez.

  • Leonardo Cantarino

    Vamos ser sinceros? Se fosse 1 x 3, estaríamos apenas nos lamentando, falando de azar, culpando algum lance ou jogador. O fato é: Estamos atrás do mundo. Nossos técnicos são ultrapassados e super-valorizados. Taticamente jogamos da mesma forma a mais de 20 anos. Vi poucas seleções jogarem com um centro-avante grandão fixo na frente, especialistas em desarmar etc, como nós. Enquanto as outras seleções jogavam com jogadores de frente se movimentando bastante, sem posições fixas, vários jogadores com mais de uma função, nós jogamos engessados com táticas e sistemas velhos. Pergunto eu: enquanto vejo técnicos argentinos, chilenos, colombianos rodando pelo mundo, porque nossos”professores” só tem empregos por aqui? Paramos no século passado e não temos a humildade de admitir isso. Vejo ‘professores’ ganhando 500 mil, times com uma folha mensal de 8 milhões, perdendo na libertadores para times com orçamentos 4 vezes menores. Esse ano foi um exemplo. Que essa lavada sirva de exemplo. Tem que mudar tudo, desde a formação de jogadores até a relação empresário-jogadores-times. Marim, Del Nero, Felipão, Murici e vários deveriam parar e dar espaços para pessoas com idéias modernas. Paramos no tempo e não temos a humildade de admitir. Hora de virar a página.

    • janca

      Tem que mudar a estrutura. E nossos “professores”, já abordei isso antes, estão ultrapassados mesmo. Vamos colocar um Muricy? Um Osvaldo Oliveira? Um Tite até vai… Mas cadê as opções? Aliás aquele comercial que eles fazem na TV é a prova de que vivem de clichês. Eles próprios tiram sarro do que fazem (ou não fazem) no banco de reservas. São muito valorizados mesmo.

      • nat

        Janca, o próprio Low tem se mostrado um excelente treinador, ajudou a reerguer o futebol Alemão. Precisamos de um sujeito assim no comando da seleção. Chega dessa mesmice, os técnicos brasileiros são ultrapassados demais.

        • janca

          Concordo totalmente.

  • Oscar de Melo

    Vários analistas,comentaristas,espacialistas,e nós,simples torcedores,alertamos que no Brasil estão produzindo competidores e não jogadores.Na base,optam por exigir competitividade dos garotos,ao invés de analizar e evoluir a capacidade técnica de cada jogador,e estamos pagando o preço com esse vexame

  • Marcelo Casaca

    Querem discutir as conseqüências ao invés das causas:

    1. A Lei Zico, que virou Lei Pelé, tirou os jogadores dos clubes e os entregou para os empresários como meras mercadorias de alto lucro, enquanto os clubes definham.

    2. Empresário atualmente pode controlar até treinador e, por conseguinte, a escalação que lhe é conveniente.
    Segundo a imprensa, Luxemburgo quando treinador do Palmeiras “empresariava” o Joinville, numa Copa do Brasil havia a possibilidade do confronto entre os dos clubes. Tendo mesmo que fosse uma pequena fração dos direitos econômicos de jogadores adversários, seria impossível sentir equidade no jogo.
    Zinho: jogava pelo flamengo, era um dos proprietários do Nova Iguaçu e comentava futebol para TV. Só faltava jogar o 1º tempo pelo flamengo, o 2º pelo NI e no intervalo ser o comentarista.
    Empresário, “dono” de treinadores e jogadores, também se quiser pode ser dono do resultado entre os clubes dos seus empresariados. É no mínimo conflitante ao interesse de uma imagem de total lisura do jogo.
    Alem de vários outros motivos os jogadores têm que ser 100% DOS CLUBES.

    3. Outro interesse conflitante. Jornalista representar jogadores via empresa de marketing esportivo, e ao mesmo tempo ser “formador de opinião” nas mídias como se fosse independente. Já houve caso de jornalista trabalhar simultaneamente em grande clube e em grande rádio, ou seja, uma crítica jornalística partidária, viciada. Muitos querem pôr na cabeça do torcedor que o jogador brasileiro tem que ir para a Europa para “aprender a jogar futebol”. Na verdade é apenas um interesse onde alguns ganham muito dinheiro e inquestionavelmente os únicos a perderem são o futebol do Brasil e o torcedor brasileiro.

    4. A seleção brasileira é formada por “estrangeiros” sem identificação direta do povo, sem conjunto, e raramente jogam dentro do Brasil. Raro haver seqüência dos jogadores do sub 20 para sel. principal e dos jovens participantes de uma copa para a copa seguinte. “Importante é o balcão de negócios em alta rotatividade”.

    5. Acabam com “estádios” onde torcedores sem muito dinheiro compareciam e “alimentavam” o verdadeiro futebol, a fim de criarem “arenas para ricos”, uma nítida elitização do futebol.

    6. Horário de jogos em meio de semana e tarde da noite, sem considerarem o trabalho no dia seguinte, sem transporte de massa, num país de extrema violência, além de ingressos cada dia mais caros para os padrões do povo brasileiro. A maioria do “rico” normalmente só freqüenta estádio de futebol em jogo final ou copa do mundo, só querem bebida gelada e poltrona fofa. Se perderem, a “tristeza” sai na urina.

    7. Um enorme absurdo é ter campeonato brasileiro nos moldes europeus com 20 clubes por série. Só nosso menor estado é do tamanho de Portugal, o Brasil é de tamanho continental. Com isso destruíram fontes fomentadoras de novos craques em todo o Brasil. Todos os estados brasileiros contribuíam com jogadores revelações para centros mais desenvolvidos, tinham como retorno renda e motivação, capazes de encher seus estádios locais, gerando muitos empregos. Tudo isso por participarem da série A junto com os principais times. Clubes grandes e pequenos necessitam uns dos outros. Discriminar uma instituição de futebol por ter menor poder de investimento e largá-lo a própria sorte é corroborar para destruir o futebol do Brasil. Um campeonato bem elaborado comporta sim os times pequenos, mas é necessário apoiá-los, sem criar uma “espanholização” do nosso futebol.

    8. Transmissão de jogos ao vivo na TV, com nítido desejo da emissora em manter os torcedores em casa. Hoje com “satélite”, “cabo”, “internet” e tudo mais, é mentira essa coisa de “jogo só para determinada praça”. Qualquer bar, qualquer lugar tem jogo ao vivo e em grande quantidade.

    9. A TV é importante, mas uma emissora não pode ser a “mandachuva” do futebol e sim uma patrocinadora. Os interesses são conflitantes. Futebol era 17:00 h passou para 16:00 h, durante a semana o principal é a novela (mesmo se terminar “22:30 h”) depois o futebol, etc… NO BRASIL, SEM A TRADIÇÃO O FUTEBOL MORRE.

    10. Se a politicagem continuar, logo esse arremedo de futebol do Brasil pela primeira vez ficará fora de disputar um mundial, e os clubes viverão do passado.

    VOLTA FUTEBOL DO BRASIL!
    VOLTA VASCO! VOLTA EURICO!

    • janca

      Volta Eurico? Aí não!

      • Marcelo Casaca

        O livro “Todos contra Ele”, responde bem sobre Eurico.

        O ódio da maioria da grande mídia por Ele é apenas pelo seu combate contra a cobiça de determinados grupos elitistas, por lutar para preservar o futebol do Brasil e o C. R. Vasco da Gama.

        “A Verdade Prevalecerá!”

        • HECK_BR

          EURICO MIRANDA É UM CÂNCER TRATADO A BASE DE QUIMIOTERAPIA ONDE, ALGUNS (VASCAÍNOS) DIZEM SER BENIGNO E A MAIORIA (TODO O RESTO DA POPULAÇÃO) SABE SER MALIGNO. GOSTEI DAS LISTAGENS ACIMA FEITA PELO VASCAÍNO. MAS NO FIM, ELE MOSTRA O QUANTO AINDA SOMOS VIRA LATAS. PREFIRO VER O BRASIL TOMAR 7 DO QUE VER O EURICO GOVERNAR QUALQUER COISA NESTE FUTEBOL. VASCAÍNOS, É SÉRIO, ENQUANTO NÃO TIVEREM AMOR PRÓPRIO, VÃO CONTINUAR NO ELEVADOR. EVOLUA.

          • Marcelo Casaca

            O ódio cega, sempre faz querer o pior e negar a verdade.

            MUV/DINAMITE: A MAIOR DESGRAÇA ADMINISTRATIVA NA HISTÓRIA DO VASCO:

            – Rebaixamento grande nas cotas da TV.
            – Rebaixamento DUPLO em cinco anos no campeonato brasileiro. MANCHA INDELÉVEL E INÉDITA NA HISTÓRIA DO CLUB.
            – Rebaixamento evidente institucional, moral, financeiro, torcida, etc
            – Dilapidação do patrimônio do Vasco (ginásio, hotel concentração, sedes, categorias de base, parque aquático, enorme aumento da dívida, etc.)

            TODOS OS CANDIDATOS, afora Eurico, TO-DOS TÊM ORIGEM DO MUV.

            —————————————————————

            Obs: É triste perceber o quanto a mídia “demoniza” um dirigente, deturpa fatos, e as pessoas se negam a conhecer a história completa e verdadeira, ouvir a outra parte. Disponível para responder qualquer questão (com documentos comprobatórios) está o sítio http://www.casaca.com.br mas o ódio parece ser maior que tudo…

          • Marcelo Casaca

            O ódio cega, sempre faz querer o pior e negar a verdade.

            O Brasil foi Campeão da Copa América em ’89 após 30 anos na fila! Certamente nessa época a seleção brasileira jamais levaria de “7” porque o dirigente da CBF era Eurico Miranda. Deve ser muito duro admitir a competência do Eurico, principalmente para aqueles que apenas repetem o que a maioria da mídia manda, a fim de atingir seus interesses.

    • Estragou o texto inteiro ao falar “Volta Eurico”.

      Quanto à lei Pelé, era quase inevitável, pois é bastante similar à Lei de Bosman, que impera na Europa – o jogador não pode ser “escravizado” pelo clube.

      • Marcelo Casaca

        MUV/DINAMITE: A MAIOR DESGRAÇA ADMINISTRATIVA NA HISTÓRIA DO VASCO:

        – Rebaixamento grande nas cotas da TV.
        – Rebaixamento DUPLO em cinco anos no campeonato brasileiro. MANCHA INDELÉVEL E INÉDITA NA HISTÓRIA DO CLUB.
        – Rebaixamento evidente institucional, moral, financeiro, torcida, etc
        – Dilapidação do patrimônio do Vasco (ginásio, hotel concentração, sedes, categorias de base, parque aquático, enorme aumento da dívida, etc.)

        TODOS OS CANDIDATOS, afora Eurico, TO-DOS TÊM ORIGEM DO MUV.
        VÃO TOMAR NA URNA!

        A volta é certa da Tradição e da SOBERANIA DO VASCO!

        VOLTA VASCO! VOLTA EURICO!

        ————————————-

        É… mas pode ser “escravo” dos empresários… Isso é uma Lei de Bos…ta !

        Obs: É triste perceber o quanto a mídia “demoniza” um dirigente, deturpa fatos, e as pessoas
        se negam a conhecer a história completa e verdadeira, ouvir a outra parte. Disponível para responder qualquer questão (com documentos comprobatórios) está o sítio http://www.casaca.com.br mas o ódio parece ser maior que tudo…

      • Marcelo Casaca

        MUV/DINAMITE: A MAIOR DESGRAÇA ADMINISTRATIVA NA HISTÓRIA DO VASCO:

        – Rebaixamento grande nas cotas da TV.
        – Rebaixamento DUPLO em cinco anos no campeonato brasileiro. MANCHA INDELÉVEL E INÉDITA NA HISTÓRIA DO CLUB.
        – Rebaixamento evidente institucional, moral, financeiro, torcida, etc
        – Dilapidação do patrimônio do Vasco (ginásio, hotel concentração, sedes, categorias de base, parque aquático, enorme aumento da dívida, etc.)

        TODOS OS CANDIDATOS, afora Eurico, TO-DOS TÊM ORIGEM DO MUV.

        VÃO TOMAR NA URNA!

        A volta é certa da Tradição e da SOBERANIA DO VASCO!
        VOLTA VASCO! VOLTA EURICO!

        ————————————-

        É… mas pode ser “escravo” dos empresários… Isso é uma Lei de Bos…ta !

        Obs: É triste perceber o quanto a mídia “demoniza” um dirigente, deturpa fatos, e as pessoas se negam a conhecer a história completa e verdadeira, ouvir a outra parte. Disponível para responder qualquer questão (com documentos comprobatórios) está o sítio http://www.casaca.com.br mas o ódio parece ser maior que tudo…

  • Rômulo

    Bem Janca, o que eu acho e defendo é uma criação de uma lei que proíba a ida de jogadores novos para a Europa. Por que será que os campeonatos que ocorrem no país estão cada vez piores tecnicamente? Por que será que neste ano demos vexame na Copa Libertadores da América? Certamente não é um trabalho simples, mas que deveria ser discutido. Acho também, sem querer exorcizar o trabalho de vocês, até porque a imprensas fazem um bom trabalho, mas que os jornalistas esportivos do Brasil deveriam focar mais no futebol brasileiro e criar uma campanha: O que pode ser feito para mudar o futebol brasileiro? Deveria haver discussões com autoridades e não só lamentos. E vale lembrar que, não só os jogadores brasileiros estão adotando o estilo europeu de jogar, que consiste no passe longo, chutão, velocidade, estilo que possui pouca qualidade técnica, reflexão e habilidade, mas também os treinadores brasileiros. Por que será que temos tantas trocas de técnicos? Como bem disse um internauta, os treinadores brasileiros “são adeptos do futebol resultados, volantes burucutos e chutões” – igual ao estilo do Uruguai, Paraguai, colombiano. Hoje em dia eles mais reclamam do árbitro ou do adversário que jogou retrancado do que do próprio time ou do erro tático. E para terminar, os clubes também deveriam ser obrigados a utilizarem um número alto de jogadores da base. Quem sabe assim os clubes não param de gastar tanto com atletas de fora e também profissionalizam melhor seus atletas e assim, talvez, poderemos ter mais de um Neymar.

    • janca

      Mas a gente não pode proibir jogadores novos de irem à Europa. Eles têm o direito de trabalhar onde quiserem e onde lhes pagam bem, Rômulo.

      • Marcelo Casaca

        Protecionismo: Sistema que consiste em proteger a agricultura, o comércio ou a indústria de um país contra a concorrência estrangeira, por meio de um conjunto de medidas…

        Havia protecionismo no futebol brasileiro quando apenas 3 jogadores estrangeiros podiam atuar em um país basicamente da Europa. Havia tempo para um novo ciclo de jogadores se formar no Brasil. Isso mudou para satisfazer a goela grande de “meia dúzia” que dominam o futebol, e com isso estão matando a galinha dos ovos de ouro. É impossível concorrer com o dinheiro europeu, portanto é preciso apelar para alguma medida protecionista para preservar o futebol brasileiro, o torcedor, o jovem jogador e o formador que é o clube. É fácil criar esse dispositivo para todos os citados ganharem no tempo certo, mas os elitistas poderosos com suas politicagens, lutam contra.

    • Zico

      Essa lei que citou , não funcionaria porque os próprios jovens já iniciam a carreira querendo sair!!! Já ouvimos quantas vezes ´´meu sonho é jogar na Europa´´..

      • janca

        E seria um absurdo alguém tentar impedi-los de jogar fora… É um direito que eles têm. A gente que organize melhor nossos campeonatos.

  • Lucius

    Já esperava que o Brasil perdesse da Alemanha, mas não desta forma. Vários jogadores chegaram meia-boca nesse mundial a exemplos de Hulk, Fred, Dani Alves, Oscar e Paulinho. E mesmo assim o Brasil chegou longe. E lembrando que esse time alemão já vem treinando junto há anos juntamente com o técnico. Diferente do Brasil que demorou para acordar e colocar o Felipão as vésperas da copa. Reforço o que disse o Janca. Tem muita cosa errada a começar por essa cartolagem nojenta.

    • janca

      A meu ver o problema começa pela cartolagem mesmo, cartolagem que não quer lançar o osso. Viu o Marin ao lado do helicóptero que levaria o Neymar para o Guarujá? Queria holofotes… E na chegada do Brasil ao Mineirão? Foi um dos primeiros a descer do ônibus, apareceu na TV, beijou David Luiz… Estava sumido no começo da Copa, quando a Seleção chegou às quartas, apareceu com tudo. Agora que perdeu… Triste Brasil. Sobre o jogo de hoje, a Alemanha vinha com mais credencial que o Brasil pelo que apresentara na Copa até então, mas acreditava em nossa Seleção. Claro, a derrota era muito possível, mas perder de sete? Jamais imaginava. E se os alemães não tivessem colocado um pouco o pé no freio teria sido de dez. Foi constrangedor, Lucius.

  • vaitefuder

    olha que vergonha brasiu…2 vezes amarilharam em casa

    cade a sangue? cade a raça? cade o orgulho…so em canto tem orgulho huahua….ce é braGAYleiro com muito orgulho (gay) e muito amorrrr (amor de queima rosca)

    amanha nao esqueça torcer pro olanda..brasileiras fregueses e cusoes ….

    cade vc cade v
    naum adianta chorar…vai detonar com fio dental no cuzinho seu merda

    • WAGNER

      QUANDO SE SENTIR UM IDIOTA, LEMBRE-SE: -TEM BRASILEIRO QUE TORCE PARA A ARGENTINA.

  • Obviamente o maior culpado é o técnico, que escalou mal e nao deu um padrao ao time. Mas o que as pessoas estao esquecendo é que NAO temos jogadores de nível mundial, salvo algumas raras excecoes. Nem mesmo o nosso principal craque (Neymar) é titular absoluto no Barcelona. Só para finalizar, o ataque TITULAR do Brasil no jogo de ontem era formado por Hulk, Bernard (reserva do Shacktar) e Fred. O ataque RESERVA da Alemanha era Gotze, Schuerlle e Podolski. Por ai se ve a diferenca brutal entre os times.

    • janca

      Acho que temos jogadores de nível mundial, sim. Nossa zaga é a mais cara do mundo. Sobre o ataque, porém, concordo. Só que, a meu ver, o maior responsável pelo fiasco é José Maria Marin. Poderia ter chamado Pep Guardiola para comandar a Seleção e não teve coragem de faze-lo. Claro que Luiz Felipe Scolari tem grande parcela de responsabilidade, assim como Carlos Alberto Parreira, que se comportou como figura decorativa na Copa. Mas os jogadores, cada um a seu modo, a mídia, a torcida, o oba-oba que tomou conta da concentração por conta de interesses de patrocinadores e celebridades, tudo isso, enfim, conta. Não há apenas um único responsável pelo fracasso. E não para personaliza-lo em A ou B, como fizeram, numa das maiores injustiças da história do futebol, em Barbosa (1950).

  • Mario

    Falar o que o time implodiu , mas infelizmente não acredito em mudanças , no maximo o povo da CBF vai ficar quietinha e sumir por um tempo.

    • janca

      Esse que é o problema. Marin deve se refugiar em Nova York, até porque não quer nem ouvir falar em Brasileirão.

  • haghios

    Já estão Misturando as Bolas… o Brasil em termos de Organização da Copa de 2014 .. está dando um Show …. aliás a Imprensa Internacional está dizendo isto …. agora sobre o Futebol .. foi um Desastre … um time sem padrão de Jogo …. com dois Dinossauros de Treinadores … até o Treinador da Costa Rica .. sozinho era melhor do que Parreira e Felipão … e o que ele fez ? … contra a Itália e Inglaterra .. Uruguai .. Holanda … Sabedor que estas Seleções tinha mais conjunto e um Meio de Campo melhor .. Povoou o meio de Campo.. e pronto … queria ver se a Costa Rica .. Tomaria de 7 da Alemanha?

    • janca

      Um show não está dando, não, inclusive porque não cumpriu orçamento e os estádios, que não teriam dinheiro público e acabaram bancados justamente por ele, ficaram caros pacas, muito mais do que o imaginado. A conta começa a vir depois do Mundial. E sairá do bolso do contribuinte.

  • Lee

    O Janca, só sei de uma coisa: o pessoal tem que parar de falar que as derrotas vao servir de lição porque o Brasil tem muitos exemplos recentes – 98, 06 e 2010.

    Quem fala, no caso jogadores, comissao técnica que esse vexame vai marcar, tá mentindo..porque uma coisa que fazemos de melhor é nao aprender com os próprios erros.

    Todo mundo sabia que a seleção tinha folga demais. O Brasil ja nao era lá esas coisas..e ficava se apegando ao patriotismo, a motivação..pelo amor de deus!

    • janca

      Tem razão ao dizer que as derrotas muitas vezes não servem de lição. Mas muitas vezes servem. A de 1950 ajudou muito mais o Brasil do que o Uruguai, que ganhou aquele campeonato e até pouco tempo vivia do feito daquele Mundial. A de agora poderia servir se de fato partíssemos para rediscutir a estrutura do nosso futebol. Não podemos seguir nas mãos de Marin e Cia., tudo menos isso. A CBF administra a Seleção como se fosse sua, quando não é. Não deveria ser. E não consegue nem organizar o Campeonato Brasileiro…

  • Zico

    Bom , quando lá nos post anteriores eu citei que se a Colômbia jogasse tudo o que podia , iria golear o Brasil , muitos falaram que era besteira . Falei que se pegasse uma seleção minimamente organizada , passaria sufoco. Pegou uma bem montada e treinada , deu no que deu ! Eu já sabia …kkkk

    • janca

      Com todo respeito não sabia, não. A Colômbia não passou pelo Brasil e deu o máximo possível naquele jogo das quartas, a Alemanha entrou como favorita, mas 7 a 1 acho que ninguém tinha previsto. Ou poucos, talvez no chute. E sufoco o Brasil passou nos seis jogos da Copa, inclusive contra Colômbia. Sem falar no Chile, que quase nos eliminou. Mas fomos passando, passando, agora é disputar o terceiro lugar.

      • Zico

        Sinceramente a Colômbia não jogou bem contra o Brasil .. Eu só não sabia que seria esse atropelo!!
        E vamos ver como entrará no sábado.. Ainda mais se for contra a Argentina!

        • janca

          Vamos ver… Mas repetir os 7 a 1 (contra) acho muito difícil.

  • Zico

    O maior problema é que depois do jogo , ficamos discutindo se tivesse R10,KAKA.. todos já em fim de carreira. Não vislumbro novos jogadores pra 2018. Talvez um Coutinho , um Lucas…
    Fato é ,que jogadores que desequilibram não estão surgindo mais! Com um técnico de verdade e não um entregador de camisa , podemos montar uma boa seleção. Competitiva mas nada fora de série. Listei alguns nomes que podem ir pra Rússia , se passarmos nas eliminatórias : Pro gol nosso entregador de camisas não levou nenhum goleiro novo pra pegar experiência mas vejo Rafael (ex-santos) , não temos laterais , talvez o Dória pra zaga , Lucas (Cruzeiro) Lucas PSG e Coutinho pro meio , e pro ataque …. quem diria , não lembro de nenhum!!!

    • janca

      Teremos que repensar muitas coisas. E pensar faz bem.

    • janca

      E concordo com você que não adianta ficar chorando sobre o leite derramado, se com Kaká teria sido diferente (em 2006 e 2010 ele decepcionou também), se com Ronaldinho Gaúcho ou Robinho teria melhorado, talvez, seriam opções diferentes, temos que pensar para o futuro. E pensar em trabalho de longo prazo. Mas não com a estrutura do futebol brasileiro mantida. Isso não dá. Atravanca as coisas. É um grupinho se apossando da Seleção.

  • kleber

    A seleção brasileira é uma entregadora de copas para no futuro conquistar outras! A seleção da Argentina comprou a seleção do peru em 1978 para ser campeã e o brasil em terceiro lugar, campeão moral, invicto, com o técnico cláudio coutinho.
    A seleção brasileira entregou a copa de 1998 para a frança por 3 a 0 para ser campeã em 2002.
    Em 2010 o brasil entregou para a holanda para ser campeã em 2014. Contudo, para não se distanciar das outras seleções no número de copas conquistadas entregou novamente em troca de outras conquistas que ficaremos sabendo no futuro, Mas não precisava entregar tão escancarado para o sheik mohamad albert ganhar 2 bilhões de dólares, O mesmo sheik que adivinhou a derrota do brasil para a frança em 1998 por 3 a 0.
    Resultados comprados existiram, existem e ainda vão existir tanto no brasil quanto na europa.
    Até os resultados das loterias brasileiras são arranjados, por que não os das copas no brasil e no mundo.
    A falta de vergonha é mundial e tudo e todos o dinheiro pode comprar no mundo.
    Devemos nos empenhar em tentar viver uma vida digna e livre destas manipulações.
    A manipulação do povo existe desde roma antiga quando o povo tinha o pão e o circo para esquecerem os problemas existentes naquela epoca.
    o dinheiro compra tudo e todos, devemos tentar viver sem sermos comprados nem manipulados!
    vamos reagir contra essas más influências! não nos entreguemos a essas práticas negativas!

  • kleber

    O brasil entregou o jogo para a alemanha para ter favores e conquistas futuras além de levar uma mala preta para isso.
    Lembremos do peru que em1978 que deu a copa para a argentina e o brasil ficou em terceiro lugar campeão moral invicto.
    Em 1998 o brasil entregou o jogo para a frança para ser campeão e m 2002.
    Em 2010 entregou para a holanda para ser campeão em 2014, contudo, para não se distanciar das outras seleções em número de conquistas levou um agrado para perder feio para a alemanha e voltar a ganhar no futuro!
    seleção manipulada como o pobre povo brasileiro entregue a governantes maquiavelicos!

MaisRecentes

Verdão vai às compras



Continue Lendo

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo