Sem centroavante?



A entrada de Henrique em parte do treino de ontem e a saída de Fred, que foi desabafar coisa com seu companheiro Jô, trouxe de volta a discussão sobre como deve jogar o Brasil amanhã. Com ou sem centroavante.

Acho que poderíamos arriscar e atuar sem um centroavante fixo, com Thiago Silva e David Luiz lá atrás, Henrique como uma espécie de terceiro zagueiro (e fazendo eventualmente às vezes de volante também), Fernandinho, Paulinho e Oscar compondo o meio-campo e Neymar e Hulk um pouco mais à frente. Quem sabe assim o meio não comece a funcionar?

O problema dessa formação é que foi muito pouco testada. Não dá pra considerar pouco mais de 20 minutos de treino suficientes…

Pelo que tenho observado, Luiz Felipe Scolari deve manter um centroavante fixo em campo, embora, com a entrada de Henrique e a saída de Fred em parte do treino, dê sinais de sua insatisfação. Que é a de boa parte da mídia e da torcida brasileira também.

Em relação à partida contra o Chile, talvez a única substituição que faça seja a volta de Paulinho (que depois de ter “acordado” e crescido na hora dos pênaltis acho que merece nova oportunidade mesmo) atuando ao lado de Fernandinho, que seria o primeiro volante no lugar do suspenso Luiz Gustavo.

Formação do Brasil à parte, sigo sem entender a reunião de Felipão com seis jornalistas a fim de conseguir uma trégua. É a típica atitude que pode minar o ambiente. Não dá para o técnico dizer que não convocaria um dos 23 de sua lista agora, com a Copa em andamento, deixando vários na berlinda, já que não preferiu não dar nome aos bois (ou no caso ao boi) e abriu margem a várias especulações. Um líder não deve fazer isso. Dividir em vez de somar.

Seja como for, sou dos que acreditam que o Brasil passa bem e forte pela Colômbia. De 1958 pra cá a seleção que pega a nossa entra em campo com uma pulga atrás da orelha. Ou várias. Com os colombianos, espero, não será diferente. E se jogarmos metade do que podemos avançamos para as semifinais. Com menos choro e mais futebol. Eu acredito. E torço muito pra que isso aconteça. Gosto desse grupo, que tem muitos jogadores envolvidos com o projeto do título e têm dado muito de si. Comprometimento não falta, mas volto a isso mais tarde. Quem sabe amanhã antes do jogo?



  • Fabricio Carvalho

    O Brasil precisa de meio-campo.
    Não acho o Henrique uma boa opção. Não é nem um dos melhores zagueiros, quanto mais jogando de volante. O Brasil precisa melhorar o passe e a transição entre defesa e ataque. Acho que o Fred deveria sair, mas para a entrada de Hernanes, jogando parecido com a Alemanha, com 3 volantes que sabem armar o time (Hernanes, Paulinho ou Ramires e Fernandinho).
    Outros que estão pedindo passagem são Maicon, no lugar de Daniel Alves, e William no lugar de Hulk

    • janca

      Já eu colocaria na zaga Thiago Silva e Dante e iria com David Luiz e não Henrique no meio-campo. Como volante. Mas acho que a única alteração assegurada, opinião minha, é Paulinho no lugar de Luiz Gustavo. Fernandinho como primeiro volante e Paulinho ao lado dele.

      • Robson Pacheco

        Fazendo isso, você tiraria um dos dois melhores jogadores da seleção (David Luiz) de sua posição de origem, pra mim, seria o mesmo de escalar o Bernard no Lugar do Fred e pôr o Neymar de centroavante.
        Sobre a reunião com os jornalistas e a suposta declaração de arrependimento, se rolou mesmo, baita tiro no pé. Fico imaginando a cabeça de alguns jogadores que não estão rendendo o que muitos esperavam deles, como Fred, Marcelo, Hulk, mesmo Paulinho e o Oscar.
        Concordo com a entrada do Paulinho e Hernanes, mas diferente do que pensa o Fabrício, acho que deveria entrar no lugar do inoperante Hulk, até pra auxiliar o Oscar na armação e ganhar chutes de fora da área.

        • janca

          David Luiz, a meu ver, funciona muito bem como zagueiro ou como volante. Sobre a reunião com os jornalistas foi um tiro no pé mesmo. Só serve pra conturbar o ambiente interno. E pelo que o Felipão falou pros jornalistas o Hulk, um dos mais elogiados por ele, não sai. O certo, pelo jeito, é a volta do Paulinho, fazendo o Fernandinho a função que era do Luiz Gustavo.

          • Robson Pacheco

            Concordo que o David vai bem de volante, só não acho que o Dante o substituiria com a mesma qualidade na zaga. E também acho que ele vai morrer abraçado com o Hulk.

          • janca

            Pode ser… Se bem que preferia vê-lo vivendo abraçado a morrer abraçado, seja com que for.

    • Zico

      Fabrício , Henrique não é e nunca será uma boa opção. Se perguntar os próprios palmeirenses acham ele ´´muito mediano“!! Em relação ao Hernanes ou ele tá treinando MUITO MAL , ou É ELE quem o Felipão não convocaria. Repito , de longe ele é o mais técnico e quem sabe chegar com mais qualidade na frente.

      • janca

        Só uma coisa. Esse papo de quem o Felipão não convocaria, lançado, aparentemente, pelo próprio treinador, é um absurdo. Porque ele jogou lenha na fogueira e ficamos muito em especulações. Uns acham que seria o Hernanes, outros o Jô ou o Fred, já ouvi até falarem no Ramires… Um técnico no meio da Copa soltar uma dessas, mesmo que em conversa fechada com seis jornalistas, é o fim da picada. O fim da picada para o grupo.

        • Zico

          Janca , uma última coisa a respeito do papo de quem ele não convocaria : seguindo uma linha de raciocínio você só pode estar insatisfeito com um ´´produto“ se já usou . Insatisfeito com ´´algo“ que já fez e não funcionou , logo , é algum dos titulares . E na minha opinião é o Fred.

          • janca

            Na minha opinião não. Tanto que ele deve manter o Fred amanhã. Eu pelo menos eu acho que ele vai manter. Pode ser o Jô, que quando entra no lugar do Fred parece a troca do seis por meia dúzia. Mas também pode ser qualquer outro reserva. Agora vale lembrar que ontem, quando sacou o Fred dos titulares, colocou não o Jô, centroavante como Fred, mas Henrique.

  • geraldo lourenço

    Srs.

    Até parece que o treinador ( “sic” ) da seleção é o Renato Gaucho Enganador, o treino da seleção é: papo, videogame, altinho, rachão, pular amarelinha, pique esconde, por isso tem um bando de marmanjo frouxo, marrento e chorão, esse papo de entrar em todo o jogo com mãozinha no ombro um do outro, isso e coisa de jardim de infância ou de viado, negócio de homem é parar de frescura e chôro, e treinar, treinar, treinar e jogar futebol.
    A tática deste bando é bola pro alto para ver se alguém na frente consegue dominar.

    • janca

      Puro preconceito seu. Qual o problema de entrarem com a mão no ombro do outro? E não vejo problema nenhum em chorar, mostra comprometimento inclusive, desde que não atrapalhe, claro, o desempenho em campo.

      • Robson Pacheco

        Mas vamos combinar que a “explicação” pra mão no ombro é no mínimo engraçada…”mão você dá pra qualquer um, ombro só se dá pra amigo”…
        Concordo que chorar não faz o cara mais ou menos homem, mas ainda acho o que o Thiago Silva fez inaceitável, o cara pode estar arrebentado por dentro, mas na hora do jogo o seu adversário não pode saber que você está tão abalado, se eu fosse atacante da Colômbia passaria o tempo todo provocando, perguntando se ele quer que vá pros pênaltis, se está com medinho…

        • janca

          O Thiago Silva errou, claro, e a comissão técnica também ao não perceber que o excesso de emoção, pressão e nervosismo estava prejudicando alguns. Chorar é perfeitamente compreensível, mas não a ponto de te prejudicar em campo. Esse é o problema. Agora inaceitável eu acho que seria outra coisa, como falta de comprometimento, o que não vejo em Thiago Silva, muito pelo contrário. Espero que ele se recupere e entre com outra postura amanhã. E sinceramente acredito nisso, Robson.

      • HECK_BR

        SÓ DISCORDO DO CHORAR ANTES. ENQUANTO NÃO ACABAR O JOGO, MANTER O MÍNIMO DE CONCENTRAÇÃO. “FALTA PEDRADA” COMO DISSE UM AMIGO MEU. NA PRIMEIRA ADVERSIDADE, O CHORO NÃO RESOLVE, NA VERDADE PIORA. DEMOS SORTE.
        QUANTO A HENRIQUE, PELO MENOS MUDOU. NÃO SEI SE COMPACTUA COM ISSO JANCA. MAS SE ELE NÃO MANTER A MUDANÇA, MOSTRA QUE ELE ESTÁ NAS MÃO DO GRUPO E NÃO O CONTRÁRIO.
        ACHO VÁLIDO O QUE ELE DISSE. SE FOR PENSAR PELO LADO DE QUE UM ELE NÃO CONVOCARIA E ELE NÃO DISSE ISSO A QUEM É NO VESTIÁRIO, ISSO MOSTRA A TODOS O QUANTO CADA UM TEM QUE CORRER MAIS. “SE NÃO SEI QUEM É, VOU MOSTRAR QUE NÃO SOU EU” . VEJO ASSIM.

    • Mario

      esse lance de entrar com a mão no ombro é uma copia da seleção 94 que entrava de mãos dadas p/mostrar união , mas hoje como tem as crianças que entram em campo dando as mãos para os jogadores ele não podem repetir o gesto.

      • janca

        Até poderiam entrar de mãos dadas como em 1994, não acho que esse seria o problema. E aquilo começou nas eliminatórias para a Copa, quando precisávamos, em casa, vencer e vencer.

  • Mario

    acho meio retranqueiro esse sistema , os atacantes e meias se preocupam muito em marcar e pouco em atacar quando o certo se preocupar mais em atacar e assustar os defensores adversarios.

    pelo q li em blogs de outros jornalistas e vi nos noticiarios essa tatica de chamar os jornalistas foi uma tremenda deu uma furada , a estrategia dessa reunião foi toda errada e mal pensada ,li que o assessor de impressa do felipão foi puxando os jornalistas no meio dos outros na cara dura , bem feita nas coxas , foi um ato de desepero ,teve ate um q foi convidado depois q papo começou .

    por q Felipão reuniu esses 6 jornalistas , simples para mandar um recado indiretamente para o grupo e pedir apoio aos 6 amigos da impressa.

    • HECK_BR

      MARIO, VEJAMOS BEM, O MEIO FECHADO E LIBERANDO O OSCAR E LATERAIS FAZ COM QUE UM DOS VOLANTES VOLTE A SER ELEMENTO SURPRESA. É UMA TENTATIVA, ACREDITO EU.
      A ENTREVISTA FOI MOTIVACIONAL. ELE QUER MEXER COM OS BRIOS DOS JOGADORES.

    • janca

      Mas se queria mandar um recado “indireto”, como você diz, mandou mal, muito mal. Essa reunião foi um fiasco. Só serviu, se é que serviu pra alguma coisa, pra atrapalhar o grupo. Soltar, sem citar nomes, que não convocaria um dos 23 é o fim da picada. E no meio da Copa. Lamentável.

  • Rafael

    A pressão que sofremos em 94 é muito semelhante à que os jogadores sofrem agora. 24 anos sem o título mundial e se perdessemos a Itália ultrapassaria o Brasil em mundiais conquistados. Mas naquela ocasião tínhamos um time mais bem treinado e jogadores mais calejados e com mais fibra. Este Brasil atual tem boas peças, mas está sendo muito mal treinado.
    A Colômbia venceu bem seus 4 adversários até agora. O Brasil venceu somente 2, um deles com uma forcinha do árbrito e o outro sendo o pior time da copa. Difícil imaginar que agora, sem nosso 2º melhor jogador de linha Luiz Gustavo, o Brasil vai, do nada, começar a jogar bem.
    A camisa não pesou contra o Chile e os jogadores colombianos tem bastante experiência internacional, se fosse pra ter tremido teriam tremido contra o Uruguai.
    Fora que o Pekerman também é um treinador muito experiente, inclusive em copa do mundo.

    • janca

      Não acho que aquele time tinha mais fibra do que o de agora. Até penso que o de agora, em termos de comprometimento, talvez tenha mais do que o de 1994. Mas estão faltando algumas coisas. Ou várias. Seja do ponto de vista tático, seja do emocional. Sobre camisa, ainda acho que pesa. Para o bem ou para o mal, pesa. A amarelinha, digo. Com a qual, aliás, vamos jogar amanhã.

  • Caio

    Temos que jogar o arroz com feijão. Não adianta “inventar” agora em plena Copa do Mundo. Minha sugestão seria Hernanes no lugar de Luiz Gustavo, Hulck de centroavante saindo Fred, Oscar pelo meio (ele é meia e não ponta como vem jogando) e colocaria alguém pela direita, pode ser o Bernard. Ou então no ataque Neymar e Hulck e 4 no meio de campo que até agora não apareceu. Pelos menos protegemos mais a defesa e podemos tentar alguma coisa no ataque. O Daniel Alves e o Marcelo também podem sair para a entrada dos laterais reservas.

  • joe LHP

    Pra jogar sem referência ou pivô tem que ter entrosamento para infiltrar, movimentar e explorar a rapidez, como entrosamento a seleção não tem e não demonstrou nenhum traço disso, creio que será difícil, o técnico está totalmente perdido igual a cego em tiroteio e a seleção dependerá mais do que nunca de uma atuação nível máximo do Neymar, Oscar e cia.

    • janca

      Se bem que o Oscar fez um grande jogo e só. Quem sabe amanhã não volte a jogar o que já apresentou um dia?

  • O Analista

    Prezados colegas,
    Quais as possibilidades de Brasil ou Colômbia se classificarem para a semi-final ?
    Vão aqui algumas dicas…
    a) Brasil joga mal x Colômbia joga mal = Colombia classificada pelo equilíbrio emocional;
    b) Brasil joga mal x Colômbia joga bem = Colombia classificada no tempo normal e com folga;
    c) Brasil joga bem x Colômbia joga bem = Colômbia classificada porque tem maior numero de jogadores que fazem gols (James, Teo, Martines, Cuadrado);
    d) Brasil joga bem x Colômbia joga mal = Brasil classificado em partida de exceção.

    Como podem ver, as possibilidades desta vez estão pendendo para a Colombia.

    Nada mais natural, afinal a Colombia enfrentou adversários (Grecia, Costa do Marfin, Japão e Uruguai) do mesmo nivel que o Brasil (Croacia, Mexico, Camarões e Chile).

    A diferença é que a Colombia não tomou conhecimento dos adversários, venceu bem todos os jogos, tem a melhor defesa, o melhor ataque, o goleador, o craque da Copa.

    E o Brasil ganhou da Croacia com ajuda escandalosa do arbitro, empatou melancolicamente com o México, venceu a seleções de Camarões que estava com o check-in de volta feito, e quase, mas quase (4 centimetros de trave) foi eliminada vergonhosamente pelo Chile aos 118 minutos de jogo… e ainda venceu nos penaltes, só porque o Chile conseguiu a proeza de errar TRES … e o Brasil ainda errou DOIS…

    Então, por que ? Por que o Brasil passaria diante da Colombia ?

    Abs

    • janca

      Pra mim passa o Brasil. No bolão coloquei 2 a 0. Posso errar o placar, mas espero que acerte o vencedor. A Colômbia na Copa tem campanha bem melhor, mas tecnicamente (não taticamente) considero que somos superiores. Jogamos em casa, o time, depois do sufoco contra o Chile, quando viu a classificação ficar por um triz, parece estar mais relaxado, jogamos em casa, o estilo da Colômbia, mais aberto, nos favorece e camisa ainda pesa. Tanto que, também aos trancos e barrancos, temos entre os oito quatro campeões mundiais (Brasil, Argentina, Alemanha e França), fora a Holanda, que já foi três vezes vice. Mas aguardemos. Amanhã está logo aí. Abs.

  • Eduardo

    Absurdo é achar que a culpa da falta de criação do meio de campo da seleção é o Fred lá na frente. O que falta é alguém que enxergue o melhor centroavante que temos à disposição. Neymar joga muito mas não consegue descobrir o Fred na área.

    • janca

      E o Fred também precisa procurar um pouco o jogo. Ficar estático (ou deitado) lá na frente não dá. E não é em todo jogo que vai conseguir cavar um pênalti.

  • Rafael

    Acho que é uma alternativa válida jogar sem um centroavante fixo. Eu pessoalmente gosto de escalações com o tal centroavante referência, porém jogar com Fred ou Jô equivale a jogar com um menos, a fase dos dois é tão ruim que eles atrapalham mais do que ajudam. Acho que o Felipão tem que colocar o Hernanes de titular urgente, é o nosso volante mais qualificado.

    • janca

      Pelo menos nessa Copa os dois têm mais atrapalhado do que ajudado. O grande “feito” de Fred até aqui foi ter cavado um pênalti na abertura da Copa. Não dá. Tem que melhorar. Vamos ver se hoje ele muda.

  • Rafael

    Acho que é uma alternativa válida jogar sem um centroavante fixo. Eu pessoalmente gosto de escalações com o tal centroavante referência, porém jogar com Fred ou Jô equivale a jogar com um menos, a fase dos dois é tão ruim que eles atrapalham mais do que ajudam. Acho que o Felipão tem que colocar o Hernanes de titular urgente, é o nosso volante mais qualificado.

MaisRecentes

Ainda dá?



Continue Lendo

Saída de Lucas Lima



Continue Lendo

Dorival bombardeado



Continue Lendo