Sem centroavante?



A entrada de Henrique em parte do treino de ontem e a saída de Fred, que foi desabafar coisa com seu companheiro Jô, trouxe de volta a discussão sobre como deve jogar o Brasil amanhã. Com ou sem centroavante.

Acho que poderíamos arriscar e atuar sem um centroavante fixo, com Thiago Silva e David Luiz lá atrás, Henrique como uma espécie de terceiro zagueiro (e fazendo eventualmente às vezes de volante também), Fernandinho, Paulinho e Oscar compondo o meio-campo e Neymar e Hulk um pouco mais à frente. Quem sabe assim o meio não comece a funcionar?

O problema dessa formação é que foi muito pouco testada. Não dá pra considerar pouco mais de 20 minutos de treino suficientes…

Pelo que tenho observado, Luiz Felipe Scolari deve manter um centroavante fixo em campo, embora, com a entrada de Henrique e a saída de Fred em parte do treino, dê sinais de sua insatisfação. Que é a de boa parte da mídia e da torcida brasileira também.

Em relação à partida contra o Chile, talvez a única substituição que faça seja a volta de Paulinho (que depois de ter “acordado” e crescido na hora dos pênaltis acho que merece nova oportunidade mesmo) atuando ao lado de Fernandinho, que seria o primeiro volante no lugar do suspenso Luiz Gustavo.

Formação do Brasil à parte, sigo sem entender a reunião de Felipão com seis jornalistas a fim de conseguir uma trégua. É a típica atitude que pode minar o ambiente. Não dá para o técnico dizer que não convocaria um dos 23 de sua lista agora, com a Copa em andamento, deixando vários na berlinda, já que não preferiu não dar nome aos bois (ou no caso ao boi) e abriu margem a várias especulações. Um líder não deve fazer isso. Dividir em vez de somar.

Seja como for, sou dos que acreditam que o Brasil passa bem e forte pela Colômbia. De 1958 pra cá a seleção que pega a nossa entra em campo com uma pulga atrás da orelha. Ou várias. Com os colombianos, espero, não será diferente. E se jogarmos metade do que podemos avançamos para as semifinais. Com menos choro e mais futebol. Eu acredito. E torço muito pra que isso aconteça. Gosto desse grupo, que tem muitos jogadores envolvidos com o projeto do título e têm dado muito de si. Comprometimento não falta, mas volto a isso mais tarde. Quem sabe amanhã antes do jogo?



MaisRecentes

Lucas Lima abalado



Continue Lendo

Rodriguinho fora?



Continue Lendo

A aposta do Santos



Continue Lendo