Lugano de brincadeira



Diego Lugano só pode estar de brincadeira ao defender Luís Suárez, que foi com tudo para abocanhar o italiano no jogo que classificou os uruguaios para as oitavas de final.

Suárez tem que ser punido e pegar, a meu ver, oito jogos de suspensão.

Por morder adversários certa feita ficou suspenso por duas partidas e, em outra ocasião, por dez.

Um vexame o que fez. Era pra ter sido expulso.

Pra defender o companheiro, Lugano partiu para o ataque. Acusou a imprensa inglesa de perseguição e acha que os brasileiros não deram o mesmo destaque ao lance em que Neymar recebeu amarelo no início do jogo contra a Croácia, quando usou o cotovelo pra levar a melhor. A meu ver, o cartão ficou de bom tamanho, embora alguns entendam que merecia o vermelho.

E a imprensa brasileira e mundial destacou muito o lance em que Fred simulou o pênalti, enganando o árbitro.

Por mais que diga que não, Suárez foi com os dentes pra cima do rival, um péssimo exemplo, que lembrou Mike Tyson em 1997.

Não pode enfrentar a Colômbia, tem que ser punido. E se o time avançar sou dos que torcem para que não possa seguir no torneio, já que sua falta foi grave demais.

Lugano e Suárez à parte, fiquei muito contente com a belíssima atuação de Shaqiri, que marcou três diante de Honduras e levou a Suíça às oitavas de final. Vamos ver como os suíços se saem terça que vem, na Arena Corinthians, diante dos argentinos.



MaisRecentes

O emocional, de novo



Continue Lendo

A cabeça de Neymar



Continue Lendo

Crise no Peru



Continue Lendo