Neymar + 10



A Seleção goleou Camarões, os jogadores comemoram o que seria a volta do futebol da Copa das Confederações, mas não vejo as coisas bem assim.

Garantimos a vaga e o primeiro lugar do grupo, ok, mas especialmente no primeiro tempo houve muitas falhas. Não tínhamos meio-campo, os atletas pareciam afoitos e com dificuldade para controlar a ansiedade, a defesa tinha que rifar a bola para o ataque e há acertos a serem feitos para o confronto de sábado contra o Chile.

Claro que somos favoritos, somos melhores, temos mais time e ainda jogamos em casa, mas não podemos repetir as falhas dos três primeiros jogos, que existiram, sim.

Luiz Felipe Scolari talvez tenha que usar mais o banco de reservas, não pode morrer abraçado com a equipe que ganhou a Copa das Confederações com seus 11 titulares. As mudanças no segundo tempo, afinal, fizeram bem.

Neymar, que é um craque extraordinário, fez a diferença com aqueles dois gols na etapa inicial. Salvou o time em momentos delicados. Está de parabéns o atacante, grande estrela e grande destaque do Brasil. Mas contra o Chile não pode jogar sozinho. Outros jogadores precisam aparecer e chamar o jogo como faz o ex-santista. Afinal a Seleção não é ou não pode ser Neymar mais dez.



MaisRecentes

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo

Grêmio ainda reclama



Continue Lendo