De olho nos argentinos



A polícia brasileira está de olho nos argentinos, que têm causado dores de cabeça à segurança da Copa, assim como também acontece com os chilenos.

Antes e depois do empate contra o Irã, em Belo Horizonte, brigas entre brasileiros e argentinos, especialmente na noite da capital mineira, chamaram a atenção das autoridades e precisaram, claro, de ação policial.

O próximo jogo dos “hermanos” causa ainda maior preocupação, já que será em Porto Alegre e, pela proximidade com o pais vizinho, deve ter uma invasão ainda maior de argentinos. Será quarta, no Beira-Rio, contra a Nigéria.

Também desperta inquietação a partida que farão pelas oitavas de final. Se confirmarem o primeiro lugar de sua chave, ela será contra o segundo do Grupo E, o da França, que deve ser Suíça ou Equador. O confronto será na Arena Corinthians.

Esquemas especiais de segurança já estão sendo preparados tanto para Porto Alegre quanto para São Paulo, não apenas no entorno dos estádios, mas principalmente nos bares frequentados pela galera à noite, caso da Vila Madalena na capital paulista.



MaisRecentes

A cabeça de Neymar



Continue Lendo

Crise no Peru



Continue Lendo

Coronel Nunes de fora



Continue Lendo