Visão do exterior



Tenho acompanhado a cobertura da mídia estrangeira, especialmente a europeia e a australiana, em relação à Copa no Brasil e uma atração à parte tem sido a torcida brasileira.

Ao contrário do que acontece em muitos outros países, ela tem se envolvido em cada jogo, como já fizera na Copa das Confederações, daquela feita abraçando a seleção de Taiti.

Em Manaus, o apoio aos italianos foi destaque na imprensa do Velho Continente e ontem, no Maracanã, a torcida pela Bósnia também mereceu nota.

Outro ponto que chama a atenção é na hora do hino. Os brasileiros cantando firme e forte daquele jeito, emocionando os jogadores, que ficaram com os olhos marejados na estreia, também têm rendido matérias lá fora.

Já na organização os estrangeiros veem falhas pontuais, especialmente no setor de comes e bebes, mas têm elogiado a atenção dos voluntários e o clima dentro dos estádios ou arenas, termo que, pelo jeito, veio pra ficar.

O nível dos jogos, que têm sido emocionantes e não tiveram empate pelo menos nos 11 primeiros da competição, também tem merecido menção. Assim como a arbitragem, essa alvo de muitas críticas aqui e lá fora. Mas ser juiz com tanta tecnologia para ajudar torcedores e comentaristas a esmiuçar cada lance convenhamos que não é das tarefas mais fáceis…



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo