O bode e a Fifa



O discurso oficial, especialmente quando Joseph Blatter abre a boca é um, mas nos bastidores a história tem sido bem diferente.

Apesar de não parar de elogiar o Brasil e o povo brasileiro, fazendo coro com Dilma Rousseff e dizendo esperar a Copa das Copas, o presidente da Fifa está muito preocupado com o que se passa em SP, cidade parada por protestos, passeatas e greves, a mais recente por parte dos metroviários.

Voltou a exigir do governo federal segurança para a “família Fifa” e garantias de que todos poderão chegar aos estádios sem maiores problemas.

E lembrou mais uma vez o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que foi o Brasil no governo Lula que bateu o pé em 12 sedes, já que a Fifa queria apenas oito, no máximo dez.

Jim Boyce, vice-presidente da entidade, é da mesma opinião, só que, ao contrário de Blatter, tem sido mais incisivo em suas declarações públicas.

Acha que a Fifa se transformou em bode expiatório de insatisfações dos brasileiros com seus governantes e diz não ter cabimento pagar o pato pelos erros do país na organização da Copa.

Boyce não para de receber reclamações dos primeiros estrangeiros que chegaram para o Mundial e o Congresso da Fifa em SP, todos irritados com o trânsito na capital paulista e com medo de que as manifestações cresçam ainda mais a partir de agora.

Fora a preocupação, já manifestada para o governo e o Comitê Organizador Local da Copa, com a segurança na Arena Corinthians para o jogo de abertura. Parte do estádio, afinal, só será testada mesmo na próxima quinta, quando o Brasil pegará a Croácia.

E ó que a arena acabou com a capacidade reduzida de 68 mil para 61,5 mil torcedores, já que não conseguiu cumprir a tempo o que exigia a Fifa.

Pelo sim, pelo não, Marco Polo Del Nero, eleito para assumir a CBF no ano que vem, já pediu desculpas à Fifa, reconhecendo que o país errou muito na preparação para o evento. Mas agora é tarde. Ou não?



  • Mario

    a FIFA pensa q é a ONU ou uma entidade superior q não pode ser questionada ou acha q todo mundo tem q ser covarde como muitos clubes e paises são , se envolveu com as negociatas do politicos brasileiros agora tem q aguentar as consequencias .

    bem q depois da copa a FIFA podia levar os politicos brasileiros para viver na sede deles na suiça ……

  • RICARDO M DA COSTA

    AGORA O BICHO VAI PEGAR!!! TEM MUITAS PESSOAS SE MOVIMENTANDO E SE ORGANIZANDO PRA FAZER MUITO BARULHO E MANIFESTAÇÃO CONTRA A COPA , MAS ESSES MESMOS QUE VÃO AS RUAS PROTESTA SERÃO OS MESMOS VAGABUNDOS QUE ELEGERAM NOVAMENTE A CABEÇA DE DINOSSAURO (DILMA) E SEUS E SEUS COMPARSAS, NA ÉPOCA QUE FOI ELEITA A SEDE DA COPA, O MAFIOSO (LULA) CARIMBOU O DEDÃO NO CONTRATO AFINAL É UM ANALFABETO, NINGUÉM RECLAMO , MUITO PELO CONTRARIO TODOS ALEGRES RINDO A TOA, AGORA QUEREM ACHAR QUE TUDO QUE ESTA ERRADO AQUI É CULPA DA FIFA, A FIFA NÃO COLOCOU ARMA NA CABEÇA DE NINGUÉM TODO BRASILEIRO SABE QUE OS DESVIOS SERIAM EM BILHÕES, QUE NÃO IRIAM FAZER NADA EM PROL DO POVO, SO IRIAM FAZER OQUE FOSSE FACIL PRA ELES ENCHEREM OS BOLSOS ENTÃO POVO , FAZ QUE NEM A MARTINHA PLASTIFICA SUPLICY RELAXA E GOZA E PAREM DE RECLAMAR VOCES QUISERAM ENTÃO AGORA AGUENTEM PORQUE SERÃO MUITOS ANOS PAGANDO A CONTA

  • sardu

    Gastaram um mar de dinheiro em estadio privada, não gastaram nem mesmo 40% com a necessidade do pais, os protesto só ta começando. Nego vem ate o Brasil, uso o dinheiro dos impostos para seus próprios benéficos.

    Nego acha que brasileiro é besta, só porque a politica é corrupta.

  • WAGNER

    JANCA, SÉRIO, NÃO ENTENDI O MOTIVO DE REDUÇÃO DA CAPACIDADE. FOI POR FALTA DE TESTE OU OUTRO MOTIVO? MUITA COISA NÃO ACHA? 7 MIL E POUCOS LUGARES A MENOS? E OS INGRESSOS VENDIDOS ANTERIORMENTE? NÃO FORAM PARA 68 MIL? O QUE A FIFA DISSE SOBRE A REDUÇÃO, DIGO OFICIALMENTE?

    • janca

      Que ninguém com entradas ficará de fora do jogo. O número de convidados, que não é baixo, quase um quarto a capacidade do estádio, já tinha sido reduzido.

      • Fernando

        A capacidade da Arena era de 68 mil lugares, porém com a Copa esse número cai para 66 mil, já que existem modificações da FIFA, principalmente para imprensa.

        Na abertura da Copa esse número cai para 61 mil. Isso acontece porque no setor oeste superior se perde 4 mil lugares que seriam cadeiras, mais ao invés estão as mesas de imprensa, e outros 3 mil lugares são os camarotes vips e convidados da FIFA.

        Após a Abertura esse número volta para os 66 mil lugares. E no modo Corinthians volta para 68 mil lugares (com provisórias).

        É comum em jogos como a abertura o publico ser menor do que a capacidade real do estádio. Veja alguns exemplos

        Copa do Mundo 2006, Alemanha:
        Allianz Arena: 59.416 lugares. Capacidade após a abertura 66.000.
        Capacidade total: 71 mil.

        Copa do Mundo 2010, África do Sul:
        Soccer City: 84.490 lugares. Capacidade Total do estádio: 94 mil lugares.

        Copa do Mundo 2002, Coreia e Japão:
        Seoul World Cup Stadium: 62.651. Capacidade Total do estádio: 66.806 torcedores.

        Obviamente, a imprensa mais uma vez soltando meias verdades.

        • janca

          Não é verdade. Depois da abertura a redução será ainda maior porque o presidente Andrés Sanchez já deixou claro que o clube não irá manter as arquibancadas temporárias. E acho que ele tem razão.

          • WAGNER

            MAS FALA SÉRIO, JANCA, O MORUMBI UMA SEMANA ANTES RECEBER 63 MIL PESSOAS E DERRUBAREM O TANTO DE PESSOAS PARA 61 MIL NO ESTÁDIO DA ABERTURA FOI UMA JOGADA ESTRATÉGICA DE ALGUÉM, NÃO ACHA? TIPO, ESTÃO VENDO, SE FOSSE NO MORUMBI…

          • janca

            Não acho, Wagner. Mas o jogo no Morumbi foi marcado por José Maria Marin por outros motivos. O principal é marcar a reaproximação da CBF da direção são-paulina. Que é tão forte que o hoje presidente do São Paulo trabalhou como advogado da confederação no caso Lusa. Lembra?

          • janca

            E o próprio Felipão vinha dizendo que por ele o último jogo não seria necessariamente em SP, mas Marin fez questão que fosse, inclusive como uma espécie de prêmio de consolação ao São Paulo, que viu seu estádio ficar fora da Copa.

MaisRecentes

Dorival bombardeado



Continue Lendo

A grana de Nuzman



Continue Lendo

Galiotte cobrado



Continue Lendo