Correria nas arenas



A Fifa voltou a pressionar o Comitê Organizador Local em relação às obras nas arenas Corinthians, em São Paulo, da Baixada, em Curitiba, e das Dunas, em Natal, as três com uma série de acertos de última hora ainda a serem feitos.

O teste do estádio corintiano no último domingo foi considerado ruim pela entidade, embora um sucesso pelo COL, mesmo o comitê tendo trocado acusações com a diretoria do clube sobre a confusão para a entrada do público.

O setor Oeste segue em obras, que devem ser concluídas até domingo, segundo informações recebidas pela Fifa.

Já o setor Norte, cujas arquibancadas móveis não puderam ser testadas domingo, vetadas pelos bombeiros por falta de laudos de segurança, só serão avaliadas mesmo quinta da semana que vem, quando o Brasil abrirá a Copa diante da Croácia.

Tanto a Fifa quanto o COL pedem que as autoridades locais insistam para o torcedor usar transporte público para a abertura. O metrô e o Expresso Copa são as melhores opções.

Já a Arena da Baixada, que no dia 16 receberá Irá x Nigéria, apesar de o Atlético-PR dizer que está pronta para a Copa, continua em fase de ajustes. O estádio não foi testado como deveria, as estruturas temporárias ainda estão na reta final de colocação e guindastes podem ser vistos no local, cujo entorno segue em obras.

Em Natal, cujo primeiro jogo será dia 13, envolvendo México e Camarões pelo grupo do Brasil, a situação é ainda mais complicada que na capital paulista ou na paranaense.

As estruturas móveis não foram todas colocadas e causou irritação na Fifa declaração de integrante do COL de que milagres acontecem, insistindo que o estádio ainda pode ficar pronto a tempo. Esperamos que fique mesmo.



  • WAGNER

    MILAGRES… SÓ ELES PARA SALVAREM ESTÁDIOS COMO DE DUNAS, BRASÍLIA, MARACANÃ E MINEIRÃO… ESSES SIM IMPAGÁVEIS E QUE SERÃO DIVIDAS ETERNAS COM A SOCIEDADE. ARENA DA BAIXADA É PARTICULAR. ARENA SP É PARTICULAR. VAI FICAR PRONTO? VAI. MAS A QUANTIDADE DE EXIGÊNCIAS DA FIFA SÃO AS MESMAS QUE IMPEDIRAM O MORUMBI DE SER SEDE. JUVENAL FOI MUITO RUIM PARA O SPFC E PARA O FUTEBOL. MAS NESSA ELE NÃO ERROU.

    • janca

      São arenas particulares mas com verbas e benefícios públicos, vale lembrar.

      • WAGNER

        CONCORDO. MAS AS PÚBLICAS SE PAGAM? EM QUANTOS ANOS? O MINEIRÃO TERÁ NAMING RIGHTS? ARENA CUIABÁ RECEBERÁ QUE ATOR FAMOSO OU JOGO? DIGO QUE SP E PR SÇAO ESTADOS COM MAIS CONDIÇÕES DE BANCAR ESSAS ARENAS. O FURACÃO TEM BOA MÉDIA DE PÚBLICO, COISA DE 9 A 10 MIL PESSOAS. APOSTO A ARENA SP TER MÉDIA DE 35 MIL PESSOAS. É POUCO? É! MAS COMO DISSE, ARENA CUIABÁ A MÉDIA DE PÚBLICO SERÁ DE QUANTAS PESSOAS? E A ARENA AMAZONAS? OUVI A POUCO TEMPO UM POLÍTICO DA REGIÃO DIZER A RÁDIO TRANSAMÉRICA QUE SE NÃO FOSSE O “ELEFANTE BRANCO ERGUIDO, AMAZONAS NÃO SERIA LEMBRADA NA COPA”… COMO ASSIM CARA PÁLIDA? NOSSA FAUNA É OBJETO DE DESEJO DE MUITOS PAÍSES. SÓ DA COPA SER AQUI, NÃO ACHA QUE IRIAM PAGAR PARA VER O PANTANAL? DIGO MAIS, SP, RJ, MG, RS SÃO CAPITAIS DO FUTEBOL. AM, MT, DF SÃO ABORTOS.

        • WAGNER

          COMPLEMENTANDO ABORTOS NA COPA… ESTADOS COM SUA IMPORTÂNCIA PARA O BRASIL, QUE NÃO O FUTEBOL DAQUI…

        • janca

          Provavelmente teremos quatro elefantes brancos: Brasília, Cuiabá, Manaus e Natal. Claro que os estádios de Corinthians e Atlético-PR serão mais viáveis, mas o que está em discussão no post não é isso, embora também seja um assunto relevante. É as obras e o improviso que marcam as arenas de SP, Paraná e Rio Grande do Norte, ainda um canteiro de obras a oito dias do início do Mundial. E as três não foram testadas como deveriam. Serão na primeira rodada do Mundial.

          • WAGNER

            CERTO, MAS O QUE ACHA POR EXEMPLO DO ESTÁDIO DO FURACÃO. DISSE O TEXTO ACIMA NO EMBASAMENTO DE QUE ANTES DA CONFIRMAÇÃO DA COPA ERA O ESTÁDIO MAIS “PRONTO” PARA UMA COPA. NEM O ENGENHÃO ESTAVA PRONTO. E ALIÁS NÃO ESTARÁ POR UM BOM TEMPO. ACHO QUE OS PADRÕES FIFA ESTÃO MAIS NO QUE PEDEM PARA OS PARTICULARES DO QUE PARA OS PÚBLICOS. COMO O MARACA FICOU PRONTO ANTES DE CURITIBA?INEXPLICÁVEL. VAI FICAR PRONTO? VAI. MAS AO CUSTO ABUSIVO E AS CONTAS PAGAS PELOS CLUBES. ROSEMBERG DISSE QUE O ESTÁDIO NA COPA SERIA PÉSSIMO PARA O CORINTHIANS. NINGUÉM ACREDITOU E CHAMOU O CARA DE LUNÁTICO. TAÍ.

          • janca

            O tal do padrão Fifa, um termo que já não aguento mais (e acho que muita gente também não aguenta) é pra todos os estádios. E foi usado como pretexto para gastos absurdos em todas as 12 arenas.

  • César

    Janca,

    Que vergonha as arquibancadas temporárias não estarem prontas na Arena Corinthians, pior ainda é que o setor pronto é muito feio, uns banheiros de boteco e acabamento que deixa a desejar. Ao meu ver, só estragou o projeto de uma linda Arena e mostrou como tem gente incompetente trabalhando. Entregar as obras um dia antes da abertura é no mínimo uma falta de vergonha na cara.

    Vale lembrar que esse tipo de situação não acontece apenas no Brasil, pelo contrário, esses atrasos e entregas de obras inacabada é marca registrada em Copas do mundo. Mas não deixa de ser feio e mostra que a culpa não é só do governo, essa galera que trabalha com esse evento tá mais preocupada em dar entrevista do que fazer direito e a tempo. Digo desde o secretário da Fifa até o trabalhador responsável pelas obras, que está sendo concluída através da Fast engenharia, uma empresa privada.

    Segundo Andreas, assim que a Copa acabar esses lixos de arquibancadas moveis serão retiradas da Arena, dando lugar a dois telões. Tomara!

    • janca

      Uma vergonha mesmo. E o estádio abrirá a Copa sem ter sido testado como deveria, até porque laudos de segurança dos bombeiros não foram dados para o jogo do último domingo _por isso não todo setor dá arena corintiana pôde ser testado. Sobre as arquibancadas móveis, Andrés foi claro. Depois da Copa serão mesmo retiradas.

      • WAGNER

        AINDA EM CIMA DISSO, ME LEMBRO DE UMA DECLARAÇÃO DO GOVERNADOR DO ESTADO DIZENDO QUE AS PROVISÓRIAS SERIAM BANCADAS PELO PODER PÚBLICO. AH SE O CORINTHIANS BATE O PÉ E DIZ QUE NÃO PAGA AS PROVISÓRIAS… MAS DEVE TER MUITO MAIS AÍ NESSE MOLHO…

        • janca

          Você tem razão, quem tinha ficado de bancar as arquibancadas temporárias era o governo do Estado de SP. Mas depois o governador recuou… Vieram as manifestações e o governo estadual voltou atrás na ideia de pagar as estruturas móveis.

          • sergio

            domingo contra o Botafogo fui até a Arena Corinthians assistir a partida. Estádio realmente luxuoso, lindo e imponente. Mas aquelas arquibancadas móveis… Nem em festa de Peão monta-se estruturas feias e mal acabadas como aquelas. Espero que o Andres cumpra o que prometeu e retire mesmo aquele lixo após a Copa. Estádio para 48 mil pessoas só vai ficar pequeno para reta final de brasileirão (se estiver disputando entre os primeiros) e finais de Copa do Brasil e Libertadores, mas estes só ocorrem 2 ou 3 vezes ao ano, se ocorrerem. No mais, se conseguir manter uma média de 40 mil por jogo, já está de imenso tamanho e a renda já vai ser muito boa.

  • sergio

    Janca… Você se refere a “benefício publico” nos estádios de Inter, Furacão e Corinthians. Nos dois primeiros casos, não tenho conhecimento de causa, mas no terceiro, por morar em sp, um pouco. A conta demonstrada pelo Andres Sanchez revela 420 milhões de Incentivo Fiscal da Prefeitura de SP. Esse dinheiro não existe, de fato. A prefeitura deixará de arrecadar a quantia, porém, se não houvesse estádio em Itaquera, o valor tampouco existiria. Não levo em conta arrecadações posteriores, pois isso é especular. Qualquer empresa que desejar se instalar na região de Itaquera, não importando seu rumo de atividade, terá direito aos mesmos benefícios. Está em lei. Quanto ao empréstimo do Bndes, há juros e até segunda ordem, eles serão pagos. Haverá lucro do Bndes por emprestar X e receber X + juros. “Ahhh, mas não vai pagar”. Não sei se não vai pagar. Saberemos nos próximos anos. Não podemos decretar nem que sim, nem que não. Em relação a politicagem para a construção da Arena Corinthians, isso não há como negar. A cidade estaria bem servida se utilizasse o Morumbi como sede, podendo até, dispensar a condição de cidade-abertura do Torneio. Mas isso é outro assunto.
    Não estou criticando vc Janca. Apenas dando meu ponto de vista de forma educada. Se eu tiver dito besteiras, me corrija. Como eu disse, Até segunda ordem o clube de parque são jorge pagará a dívida e, para mim, vai ter de cortar um dobrado para pagá-la. Se não o fizer, as críticas e revolta são mais do que justas.
    Abraço.

    • WAGNER

      SÓ DIGO UMA COISA PELA COLOCAÇÃO SR. SÉRGIO… “PARABÉNS”
      O JANCA EU TENHO CERTEZA NÃO FORÇAR A BARRA. APENAS DA INFORMAÇÕES DE FONTES CONHECIDAS. NÃO GOSTO DO ANDRÉS PESSOA. MAS É INEGÁVEL O BENEFÍCIO EM PROL CORINTHIANS POR ELE REALIZADO. SEGUNDO AINDA A REVISTA EXAME ONDE ALGUNS JORNALISTAS DIZEM QUE A CONTA NÃO FECHA, O PRÓPRIO ANDRÉS DISSE QUE FEZ UMA ENTREVISTA DE 1/2 HORA E NEM UMA VÍRGULA SAIU NAS PÁGINAS DA REVISTA. FORA QUE O QUE ELES ALEGAM COMO ROMBO, NEM FOI QUESTIONADO A ELE. ELE ESTEVE NO MESA REDONDA DOMINGO 1° DE JUNHO. NÃO CONCORDO COM TUDO, MAS ANALISO OS 5 LADOS, SE É QUE ME ENTENDE…

    • janca

      Entendo sua posição, mas esse dinheiro existe, sim. Se a Prefeitura de SP deixa de arrecadar R$ 420 milhões que vão para a construção da arena, é dinheiro que poderia ter sido investido em outros setores e não foi. Assim como o dinheiro do BNDES, banco do governo, que cedeu R$ 400 milhões para a construção do estádio. Com juros módicos, vale lembrar, não os praticados no mercado. Mas essa grana terá de ser devolvida. Uma dor de cabeça para o Corinthians, aliás. Agora não acho que o Morumbi deveria ser usado como sede. Inclusive porque, se fosse, o São Paulo também teria pedido benefícios e recursos públicos. E o estádio teria que ser modernizado. Está antiquado e segue cheio de pontos cegos, apesar de alguns dizerem que não. E a tão falada cobertura até agora não saiu e talvez nem saia. O estádio do Palmeiras, esse sim, tem o mérito de ter sido remodelado ou reconstruído, digamos assim, sem grana pública. Apesar de toda a confusão entre clube e construtora, é um ponto positivo, a meu ver. Grande abraço, Janca

      • WAGNER

        POR OUTRO LADO, O PODER DE ARRECADAÇÃO EM UM DIA DE JOGO É UMA FATIA ENORME. IMAGINE QUE SE O CORINTHIANS VENDER 4 MILHÕES EM INGRESSOS. PELO MENOS, POR BAIXO, O GOVERNO GARFA 500 A 600 MIL. SE JOGAR 4 X/MÊS NO ESTÁDIO A CONTA PULA PARA 2 MI/MÊS PARA O GOVERNO. É RETORNO OU NÃO? EM 20 ANOS SEM OS JUROS ANUAIS DARIA QUASE 500 MILHÕES. VEJA BEM, O QUE VAI VOLTA. SE NÃO HOUVESSE O ESTÁDIO, SERIA BEM MENOS. OU NADA.

      • sergio

        De fato, o Allianz Parque supriria melhor as necessidades do que o Morumbi. Você tem razão, Janca. Embora se fosse escolhido o estádio do Palmeiras, com certeza a WTorre/Palmeiras iria usufruir, ao menos, de um pequeno empréstimo do Bndes, teria facilitação de alvarás, etc. Mas ainda discordo da parte do incentivo fiscal. Os 420 milhões deixarão de ser pagos pelo Corinthians à Prefeitura de SP. Supondo não haver estádio nenhum em Itaquera. O que a prefeitura poderia fazer com o montante? Nada, pq se não há construção, não há como cobrar os impostos do Corinthians, logo, não existiriam os 420 milhões.
        Um abraço e estou sempre aberto a ouvir outros pontos de vista, pq obviamente, posso estar entendendo errado a situação.

        • janca

          O dinheiro existe. Tanto que foi usado para a construção do estádio. No final do ano passado a Prefeitura de SP, por exemplo, liberou R$ 125 milhões em CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) para as obras da arena. Quando vendidos, mesmo com deságio, os títulos viram dinheiro. Enfim, concordemos ou não, o estádio contou com recursos e benefícios públicos para ficar pronto (ou quase pronto). Agora também acho que o estádio do Palmeiras ou até o Pacaembu recauchutado eram opções melhores que o Morumbi para a Copa. Mas isso é opinião pessoal. Abs. e boa quinta pra você

MaisRecentes

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo