Itaquera sem teste



A questão da segurança da arena Corinthians, em Itaquera, preocupa muito a cúpula da Fifa, já que o estádio, palco da abertura da Copa, em 12 de junho, não será testado com sua capacidade máxima antes do início do Mundial.

Ou seja, o teste será mesmo Brasil x Croácia, o jogo inaugural do torneio, quando a arena poderá receber, espera-se, 68 mil pessoas.

Na semana que vem, 10 mil pessoas poderão comparecer a um evento para operários. No dia 10, 35 mil num jogo entre corintianos. E no dia 17 aí sim um teste numa partida oficial, contra o Figueirense, pelo Brasileiro, para 50 mil torcedores.

Para 68 mil , no entanto, quando a segurança do estádio poderá de fato ser testada, provavelmente só mesmo na abertura da Copa, o que tem deixado a Fifa de cabelo em pé.

A entidade queria fazer três eventos no estádio com sua capacidade máxima antes do Mundial, o que não será possível.

Na construção da arena, três operários ficaram feridos e as estruturas temporárias, que também preocupam no quesito segurança, não estão prontas.

Já a questão da tecnologia da informação, que tantas reclamações tem gerado, não deve ser solucionada até o mundial, o que pode afetar a qualidade da transmissão. Tanto em Itaquera quanto nos estádios do Inter, em Porto Alegre, e do Atlético-PR, em Curitiba, aliás o mais atrasado de todos para o Mundial.

Apesar dos pesares, Ronaldo, membro do Comitê Organizador Local da Copa, ainda ontem insistia que tudo ficará bem. E que o fato de o Corinthians, graças ao Mundial no Brasil, ter conseguido viabilizar um  estádio próprio não tem preço. Não tem mesmo?



MaisRecentes

O discurso de Tite



Continue Lendo

A reeleição de Galiotte



Continue Lendo

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo