Bom Senso empaca



O Bom Senso F.C. não pretende fazer protestos nesse início de Brasileiro mesmo com a informação de que pelo menos dez dos 20 times que começaram a disputa apresentam problemas para quitar salários e direitos de imagem de seus atletas.

O caso mais grave é o do Botafogo, que procurou a cúpula do movimento que reúne mais de mil jogadores para pedir ajuda, mas a chance de greve é considerada nula.

O Bom Senso já percebeu que não tem sentido repetir protestos do ano passado, quando jogadores sentavam no gramado ou ficavam tocando a bola no minuto inicial da partida, de um lado para o outro, para chamar atenção ao movimento.

De prático, até aqui, a única coisa que o grupo conseguiu foi adiar o início dos principais Estaduais deste ano em uma semana.

A proposta de calendário que apresentaram foi descartada por clubes e federações e a própria TV acha que não tem sentido fazer Estaduais com menos de 15 datas. Considera a sugestão inviável do ponto de vista comercial.

Gostando ou não das ideias do Bom Senso, que propõe também a implantação do fair play financeiro, o que acho outra reivindicação legítima, algo tem de ser feito.

Em ano de Copa, o futebol nacional está em baixa, vide o fracasso de público dos Estaduais e o pouco interesse pelo início do Brasileirão, que começou bem apagado, por sinal.

Não por acaso a “Folha” noticiou ontem que Libertadores e Paulistão perderam público na Globo. O torneio sul-americano, sem paulistas na competição, teria tido queda de 15% na audiência. Já o Paulistão teria visto a média geral caindo de 16,9 para 16,1 pontos de audiência. A final deste ano marcou 19,9 pontos diante de 24,2 da do ano passado, que reuniu Santos e Corinthians. Agora tivemos Santos x Itu, com vitória do time do interior.



MaisRecentes

Haja coração!!!



Continue Lendo

Cânticos brasileiros



Continue Lendo

Seleção no divã



Continue Lendo