Polêmica na Vila



Oposição e situação do Santos têm polemizado sobre a situação financeira do clube.

Segundo oposicionistas, há atrasos no pagamento de salário e direito de imagem a jogadores, inclusive de categorias menores, desde o início do ano e a diretoria deve vender um medalhão para fazer caixa e acertar as contas.

Dirigentes do clube da Vila negam que a situação seja preocupante e dizem que não pretendem negociar ninguém. Admitem um ou outro atraso no pagamento de direito de imagem, mas prometem resolver a questão até abril.

Lembram ainda que, ao contrário de Corinthians e São Paulo, que também investem pesado nas categorias de base, o Santos tem conseguido aproveitar os jogadores que cria no time principal com ótimos resultados até aqui. Negam atrasos em pagamentos para atletas do sub-20 e do sub-17, ao contrário do que diz a oposição.

E batem ainda o pé na ótima campanha no Paulista, onde o Santos terminou a primeira fase como o melhor de todos os times. Pena que ela conte tão pouco. Um simples tropeço e o brilhante desempenho até aqui vai por água abaixo. Mas essa é uma outra questão.

A guerra nos bastidores não é em relação à atuação da equipe e sim no tocante às finanças. E aí está longe de haver consenso. Inclusive sobre as cotas de TV do Paulista e do Brasileiro, que de acordo com membros da oposição já foram recebidas adiantadas, mesmo as de 2015, e usadas pela atual administração, que espera anunciar novo patrocinador máster antes do início do Brasileiro.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo