CBF descarta Bom Senso



A cúpula da CBF considerou a proposta do Bom Senso F.C. para mudar o calendário brasileiro descabida e utópica e não vê chances de que vá adiante.

Na avaliação de José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, as sugestões do movimento que reúne mais de mil jogadores de futebol tiveram pouca repercussão na mídia e não podem ser consideradas viáveis. Para a CBF, faltou dizer quem vai pagar a conta pela criação de uma Série E.

José Maria Marin chegou a comentar que é fácil sugerir a criação de uma nova divisão sem a apresentação de um plano mais detalhado, inclusive do ponto de vista financeiro.

Para ele o movimento perdeu muita força, especialmente depois de ameaçar, ameaçar, ameaçar e ter recuado na discussão de parar o Brasileiro ou os Estaduais como forma de protesto.

A saída de Paulo André para o futebol chinês também teria esvaziado o Bom Senso. Já a presença de Rogério Ceni no grupo é vista com bons olhos por Marin, que é fã do goleiro. Para o presidente da CBF, Ceni, como homem de confiança da diretoria são-paulina e de Carlos Miguel Aidar, candidato à sucessão de Juvenal Juvêncio no Morumbi, é interlocutor bem melhor que o zagueiro. Não custa lembrar que Aidar, que deve ser o novo “patrão” de Ceni a partir de abril, tem atuado como advogado da CBF…

Marin acha também que boa parte dos torcedores não está nem aí para o Bom Senso, que seria visto como um agrupamento de jogadores que ganham muito e estariam querendo atuar menos, garantir seus salários e aumentar o período de férias.

Dirigentes de federações tampouco gostaram da proposta de mudar e esvaziar os Estaduais, o que é festejado por Marin e Del Nero.

Uma pena, mas a reação dos dirigentes já era esperada. Inclusive em relação ao chamado fair play financeiro. Há tempos eles têm tentado ignorar o Bom Senso. E parece que venceram as primeiras batalhas. Resta saber como o movimento vai se posicionar daqui em diante. Tudo como dantes no quartel de Abrantes?



  • mario

    dificil dizer quem é pior a dupla Marin/Del Nero ou os torcedores mal amados q só sabem reclamar dizendo q tudo é roubado e vivem criticando o BSFC q só quer melhorar as coisas.

    RC é isso ai pau mandado do povo da CBF e do Juju kkkkkkkkkkkkkkkkk

    infelizmente o Marin tem razão o BSFC é um movimento q caminha p/cova , perdeu o bonde da historia quando não fez a greve e não mostrou força.

    bom e nos torcedores vai nos restar assistir a champions , as ligas europeas e depois ficar comparando como a libertadores é uma varzea , ver o futebol do interior agonizar e falencia do nosso futebol.

    • Ely Leão

      Com uma CBF destas aviso que ir a estádio de futebol nunca mais.

      • janca

        E os estádios nos Estaduais estão vazios pacas. Também com o produto oferecido, os péssimos gramados, jogos que não valem nada, regulamentos esdrúxulos. Interessa a quem?

        • marcelo

          Pessoal,
          Acho uma vitoria do bsfc, se aliar e fazer algo com essa corja não vai dar em nada. o estudo esta ai, claro que esta serie e, não vai poder ser assim. Nem todos os pequenos vao querer jg. Mais agora eles tem espaço. Uma liga com pessoas idoneas seria o ideal. vamos deixar de lado federações e cbf. Estadual no maximo com 10 datas já.por que não copas estaduais? Brasileiro o ano td sim. Todos falam em jogadores jogarem menos, não acho assim, agora neste formato poderemos cobrar mais deles. Um abraço

    • janca

      Oi Mario. Sei que você tem dito isso faz tempo, que o Bom Senso caminho para o fim, concordo que deixou o bonde passar, mas espero que pegue o próximo. Se ficar calado até a Copa e não conseguir interlocutor para pelo menos debater mudanças no futebol tem que adotar, a meu ver, uma atitude mais dura. Por exemplo, greve em caso de atraso de salários, há clubes que atrasam três, quatro meses, dão calote… Do jeito que as coisas estão não podem ficar. Mas que o Bom Senso tropeçou nesse início de ano, tropeçou, nisso infelizmente tenho que concordar com o Marin.

      • Breno

        Perdeu o bonde mesmo, vacilo total. Mas isso aconteceu justamente(minha opinião) porque há membros do BSFC que são apenas fantoches de dirigentes… Mario, também acho que um desses é o RC.rs

    • mario

      uma coisa q esqueci de comentar , todo mundo fala q seria caro esse calendario e etc , mas todo mundo esquece q essa conta tem q ser da CBF q lucra muito e faz emprestimos aos clubes com juros altos , CBF não quer controlar tudo , então q pague a conta!!!

      • janca

        A CBF é uma entidade milionária. E paga um tremendo salário a seu presidente. Estipulado pelo próprio, que assim que assumiu o cargo resolveu se dar um bom aumento.

    • Adriano

      Porém fazer tabela do brasileiro muletando o corintians PODE

  • Alexandre

    Rogério Ceni, que se diz o “arauto da moralidade” é um grandessíssimo pelego, que só ta interessado em conseguir um carguinho na CBF depois de se aposentar, que, diga-se de passagem, deve acontecer em breve (ou já deveria ter acontecido).

    Mas, mudando de assunto, para ser “líder” do movimento tem ter mais de 35 anos e está em final de carreira? Será que os jogadores novos, com uma carreira pela frente vão enfrentar de peito aberto a CBF, a Fifa e a Globo???
    Duvido.

    • janca

      Os jogadores mais novos têm menos espaço mesmo, o que já era de se esperar. Estão começando a construir a carreira e têm receio, imagino, de prejudica-la batendo de frente contra os poderosos. Fora que não estão pensando em ser dirigentes, mas jogadores. A história muda quando o atleta chega ao final da carreira. Fora que é natural que aquele que já tem uma história consagrada tenha mais visibilidade e acabe assumindo a liderança do movimento. Sobre o Ceni, duvido que queira cargo na CBF. Sua prioridade é sua vida no São Paulo, como atleta ou dirigente.

    • eutalia andrade

      Enquanto existir globo comandando tudo neste pais, nada vai mudar, seja em qualquer area, as malditas novelas e o bestial bbb nunca darão espaço a qualquer programação diferente que não seja no dia e hora determinado por ela, portanto nada será mudado nem hoje e nem amanha!!!
      Não quem é pior ao povo se globo, cbf, e pt no Brasil , ou maduro na Venezuela .

    • mdmargoso

      Lamento pessoas como vc q nao pensa em futebol e sim em clubes, RC pode sim ter pego a responsabilidade pra si mais dizer q um jogador q tem apenas alguns anos de futebol chamar esta responsabilidade e defender algo que supostamente levaria o atleta a lama vc ta querendo d+….
      acho muito improvável q atletas em começo de carreira(entre 7 a 12 anos d profissional) vá querer afrontar uma máfia q se diz d CBF …… nada a mais

  • JOSE CANDIDO

    SE OS JOGADORES FOSSEM MAIS UNIDOS E EXISTISSE UM SINDICATO DOS JOGADORES DE FUTEBOL PROFISSIONAL MAIS FORTE – PARARIAM OS CAMPEONATOS E EXIGIRIAM AS MELHORIAS – DUVIDO QUE A FIFA SE METERIA NO ASSUNTO – NÃO SE METE NA EUROPA QUANDO ELES FAZEM GREVE POR LÁ – TERIA QUE TER UMA LIGA NACIONAL FORTE PARA GERIR O CAMPEONATO NACIONAL – A FUNÇÃO DA CBF É EXCLUSIVAMENTE ADMINISTRAR AS SELEÇÕES – DESDE AS DE BASE ATÉ A SELEÇÃO PRINCIPAL – APENAS ISSO – MAS NO PAÍS DOS CORRUPTOS – PORQUE NA EUROPA OS ESTÁDIOS ESTÃO FICANDO MAIORES E AQUI NO PAÍS DO FUTEBOL A CAPACIDADE DE PÚBLICO SEMPRE DIMINUE – EU GOSTARIA DE ENTENDER ESSA MATEMÁTICA.

  • Ralf

    Futebol brasileiro está agonizando e esses incompetentes das federações e confederações não enxergam!

    As emissoras de televisão estão cada vez mais enxergando o potencial de torneios estrangeiros, como Champions e Liga Espanhola.. E o pior é que o público tá cada vez mais abandonando o futebol brasileiro.. com estádios vazios e ibope cada vez mais baixo..

    Acho, sinceramente que as emissoras só não abandonaram ainda o futebol brasileiro, por causa do horário dos jogos estrangeiros.. Se acharem uma solução pra isso.. o futebol brasileiro vai ficar ainda pior..

    Logo começaremos a ver os jogos nacionais de domingo as 14 hrs, ou as 19hrs de domingo, pra não rivalizar com champions e liga espanhola.. Domingo tem real x barça, as 17 hrs.. logo um jogo desses terá mais ibope que qualquer clássico brasileiro..

    Triste, mas é para onde estamos caminhando!

    • janca

      Um melhor produto deveria interessar às emissoras de TV, especialmente as detentoras dos direitos de transmissão. E imagino que interessa, sim.

      • Ralf

        Deveria interessar! Mas são egoístas demais e tão ambiciosos que não enxergam que as propostas são para salvar o produto delas.

        Você não viu nenhum emissora de televisão defendendo o BSFC, viu?

        Se a Emissora quiser essa forma de torneio, ela simplesmente impõe a CBF!

        Acho que a carta do BSFC deveria negociar direto com a emissora de televisão, não com a CBF..

  • Diego

    agora seria a hr do Bom senso, fazer jus ao nome e mostrar força, caso realmente a cbf não nmostre apoio ou continue com esta posição de só fazer algo se realmente for ppor ameaça… para de ameaça e e faça greve mesmo… se são jogadores que ganham muito, de elite etc… blz, junta qual a porcentagem que os “grandes do pais” que vocês vão ver que representam uma maioria, os interesses podem parecer egoista de um grupo menor, mas times que existe viagens como para mexico, colombia( caso dos da libertadores) viagens nacionais com um intervalo de 72 hr de um jogo pra outro onde 1 dia deses é perdido com deslocamento, dentre um monte de situações absurdas, realmente para não deixar os jogadores que representam times pequenos parados a melhor solução são mais divisões, são campeonato regionais que he deem vagas para essas divisões e copas que possa se encaixar em um calendario que precisa ter uma enchugada para existir tempo para pré temporadas descentes, não digo como a europa que seria um sonho distante mas pelo menos uma que o atleta consiga se prearar devidamente, para não acontecer como esta acontecendo destes estaduais ridículos (dos grandes) onde vc vê jogos equilibrados porém com nivelamento muito por baixo…

  • Matheus Brito

    Janca,

    Algumas bandeiras do BSFC são importantíssimas, tais como o Fair Play Financeiro e Fiscal. A ideia de tentar preencher o calendário dos clubes pequenos, que hoje jogam no máximo três meses, também é muito boa. Mas entre jogar menos, descansar mais e ganhar em dia deveria ter também um teto salarial para a categoria, fim desse papo de “bicho” por vitória (não tem que entrar pra ganhar?). A conta vai chegar principalmente nos clubes menores. Outra bandeira deles deveria ser a divisão mais igualitária das cotas de TV. Do jeito que está hoje, em alguns anos (10 no máximo) teremos 02 times gigantes, uns 05 grandes e alguns medianos. Mas num ponto tenho que concordar com Marin. Para todo projeto apresentado precisa ser colocado de forma clara de onde virá a conta.

    • janca

      Sou contra o teto, Matheus, porque se tem clube que aceita pagar X ou Y não vejo problema no jogador aceitar. É a tal lei do mercado… O problema é o clube se viabilizar financeiramente. As bandeiras do Bom Senso são boas, sim, seja a questão do fair play financeiro, que é importantíssimo no futebol brasileiro, já que os clubes vivem se endividando até não poder mais, seja a do calendário que contemple o interesse dos menores. Mas como viabilizar o projeto economicamente é uma boa discussão. A história de quem é que vai pagar a conta.

  • ANDRÉ

    uma coisa é certa,q os jogadores ganham muito e querem jogar menos,isso é verdade!
    ou alguem aqui que ganharia 300 mil e toda mordomia de jogador ia dizer nao????

    • Anderson – UK

      Andre esse seu tipo de comentario infelizmente eh algo com o qual Marin e Cia tem se apegado para desestabilizar o Bom Senso. Um dos principais objetivos do movimento era a busca do Fair play financeiro ou seja, o clube nao poderia gastar mais do que arrecada, isso automaticamente faria com que os salarios de jogadores tivesse que se adequar ao novo sistema. Eu vejo muitos torcedores comentando exatamente a mesma coisa que voce e fico ate pensando se essa mentalidade nao foi espalhada na internet pela propria CBF.

      Enfim, sei que como eu voce tambem so quer ver bons jogos de futebol, se para voce o modelo atual esta bem eu respeito, mas para mim nosso futebol ruma a passos largos para o desaparecimento.

      Abs,

      • janca

        Anderson, eu penso como você. Só que não acho que esse tipo de mentalidade, ao contrário do que você diz, possa ter sido espalhada na internet pela própria CBF. Não foi, não. Reflete o pensamento de muitos brasileiros o que considero uma pena. Abs.

  • O pior não è a proposta do Bom Senso , que , bem ou mal , teve tempo para estudar e apresentar uma proposta. O que causa indignação é parte da mídia esportiva , através de blogueiros e jornalistas , tratarem a proposta como maravilhosa , e como sendo a salvação do futebol brasileiro. Que competência tem essas pessoas para julgarem isso ? Isso não é simples . Não basta dar uma olhada , ser simpático a idéia , e sair defendendo o que foi apresentado. Isso requer um estudo aprofundado , avaliando todas as variáveis , as implicações e a viabilidade. Muitos jornalistas tratam essa questão como uma implicância contra o atual comando do futebol brasileiro. Ou seja , para esses se é para enfraquecer os atuais dirigentes já basta , independentemente das sequelas que a medida poderá acarretar. Não se muda o futebol brasileiro de uma hora para outra , muito menos com uma visão unilateral . É preciso ter vontade política , envolver todos os elos da cadeia e contratar profissionais preparados e competentes para conduzir esse processo. O poder está nos clubes e na TV . São esses que precisam despertar para a decadência do produto futebol e agirem antes da falência do sistema. Os jogadores não tem esse poder. Se fizerem algum movimento de greve vão comprar uma enorme briga com os seus empregadores e a opinião pública vai ser contra .

    • janca

      Claro que não basta dar uma olhada e sair defendendo o que foi apresentado. As ideias do Bom Senso estão aí para serem discutidas. E aperfeiçoadas, claro. Mas para haver debate o movimento precisa de interlocutores. Os dirigentes parece que não querem debater. Preferem, pelo jeito, manter as coisas como estão, Silvio.

      • É , mas tem muitos jornalistas e blogueiros que tratam a proposta do Bom Senso como sensacional . É , além de preciptação , uma irresponsabilidade. Repito , a idéia não precisa ser só simpática , precisa ser viável. No Brasil , e acho que em qualquer outro lugar do mundo , é impossível ter uma agenda completa para 15 mil jogadores profissionais. A torcida brasileira está concentrada em 10/12 clubes. Não há apelo de público e mídia para mais do que 50/60 clubes no Brasil. O que passar disso é deficitário. Ninguém deixa de torcer para um clube e passa a torcer por outro , mesmo que esse seja da sua cidade ( clubes pequenos do interior ). Um torneio de bairros na Várzea dá mais público do que clubes de Séries D ou E. Querer colocar em atividade o ano inteiro mais de 500 clubes é inviável. Seria o mesmo que empregar todos os artistas brasileiros na Globo ou todos os jornalistas nos principais órgãos da imprensa. O poder está com os clubes e com o principal patriocinador. Sem mobilizar esses nada vai para frente. Agora , se está ruim também para esses uma hora vão agir. Basta a TV começar a perder audiência e os clubes bilheteria para se coçarem. Os clubes precisam ser mais participativos junto a CBF , como três do Rio começaram a fazer com a FERJ. Não acredito que uma Liga venha a ser criada , pelo menos nos próximos 5 anos.

        • janca

          Entendo o que você diz, Silvio, mas eu, pelo menos, não acho que seja sensacional. Acho interessante e digna de ser debatida. Alguém tinha que dar o pontapé inicial. Sobre a liga, duvido que venha a ser criada nos próximos anos também. Os clubes pensam no próprio umbigo, não na coletividade.

        • Silvio, quem disse que não há mercado pra tantos clubes no Brasil? Pesquise mais, hermano. Veja os públicos da Copa do Nordeste, onde há times sem série nenhuma dando publicos muito bons. Isso pq com as redes sociais as pessoas das grandes e médias cidades se aglutinaram e passaram a curtir a coisa de torcer no estádio, usar camisa e vivenciar os times fora da TV. Eu nao tenho dúvida de que se a serie C fosse como antigamente, bem ampla, o publico da TV na serie A estaria minguando. Esse modelo que está transformando o futebol brasileiro em Espanhol ou Italiano ou , o que é pior em basquete brasileiro, com poucos clubes pagando bem. Os jogadores é que devem pensar que poderiam estar jogando o ano todo (e recebendo bem, sendo tratados como ídolos) em cidades que tem belos estádios e boa infra e não só nas 6 ou 7 maiores cidades do Brasil.

  • Alexandre

    Nós torcedores poderíamos também fazer uma greve:

    Não assistir jogos na TV aberta
    Cancelar os pacotes de TV fechada
    Não ir ao estádio

    A Rede Globo hoje manda na CBF e em todas as federações e mexer no bolso dela é a única forma de pressionar do nosso lado.

    Os Jogadores tinham que parar agora começando as quartas de finais dos estaduais e se não resolver, não começar o Brasileiro.

    • EdsonParma

      Alexandre, tô dentro…..

      • Paulo Pontes

        Bela ideia, no Brasil as coisas só funcionam, quando mexe no bolso dos poderosos, greve já.

  • Marcelo

    Tá na hora da greve!!!

  • Jocinei

    Não esperava outra resposta da CBF ,pois do jeito que está para ela está ótimo . Agora chegou a hora do BOM SENSO mostrar a cara e fazer greve antes do Brasileirão começar ou será o seu fim . Os clubes e emissora detentora dos direitos de transmissão deveriam olhar com mais carinho as propostas do BOM SENSO ,pois são muio boas e seria um grande salto de qualidade para o futebol , que imagino seria bom para todos .

  • Jura

    as TVs só querem os produtos pronto não astao nem ai para organizarem nada ex: são as ligas européias que se paga mais tem o produto esperado.

  • jairo Eustaquio de Lacerda

    PAREÇE QUE A CBF SOMENTE PENSA NELA E NA GLOBO, JOGOS FORA DE HORA, PARA QUE A
    PROGRAMAÇAO E NOVELAS FICAM NO AR, AI E O POVO QUE SE DANE, PARA TRABALHAR NO OUTRO DIA.
    O BOM SENSO TEM QUE IR ATRAZ DOS POLITICOS EM BRASILIA E TENTAR MUDAR ALGUMA
    COISA, PORQUE QUANDO OS DIRIGENTES, ROUBAM E DESVIAM O DINHEIRO DOS CLUBES, SAO
    OS DEPUTADOS QUEM DESCIDE DANDO PERDAO A ELES, COMO FOI APROVADO PELO SENADO E
    A CAMARA DOS DEPUTADOS PERDAO DE MAIS DE 1,5 BILHAO DE REAIS.
    ELES TEM E QUE ARRUMAR UMA FORMULA PARA CHAMAR MAIS ATENÇAO DOS TORCEDORES, PARA A GENTE NAO VER ESTADIOS VASIOS, SEM INTERESSE DO TORCEDOR.

  • Dieg Fonseca

    agora é a hora dos jogadores mostrarem que a CBF é que depende deles, e não o contrário. Se eles não quiserem jogar o que a CBF irá fazer?. O Movimento por um futebol melhor para todos deveria começar principalmente com uns diretores melhores que entender ao menos um pouco de futebol, com esses que estão no comando fica difícil qualquer conversa.

  • Anderson

    Para tudo, não entrem em campo, vai ser o único jeito, se não fizer isso não vai dar certo, ficam só ameaçando ameaçando e não fazem nada concreto. Tem o documento pronto, tem,a cbf não quer conversar, então ela que explique para os patrocinadores a falta de jogo, precisa ser radical, vocês acham que se os garis do RJ continuassem só ameaçando fazer greve teriam ganhado aumento? Se não fizer nada agora, onde tem jogadores com personalidade envolvidos, não faz mais, porque está fraco de jogadores inteligentes no futebol brasileiro.

  • Resumindo, o jornal insinuou que o Sr. Rogério Ceni nada mais é que um Pau Mandado do Carlos Miguel Aidar, um verdadeiro X9, traíra de seus companheiros do Bom Senso, foi isso mesmo que entendi ????

    • Marcelo

      Entendeu isso sim, e nao deixa de ser verdade

      • eduardo71

        Vejam como é fácil minar uma reivindicação justa:
        Pega-se um jornalista meia boca, que publica uma informação sem qualquer fonte.
        Os menos informados leem e assimilam aquilo como verdade.
        Pronto, é o fim do Bom Senso FC!
        Parabéns ao Janca que sabe usar os menos providos de inteligência!
        Quem se informa de verdade, leu ou ouviu o discurso do Rogério de outros, compreendeu as reivindicações e após raciocinar sobre o fato, jamais concordaria com o que foi dito aqui pelo jornalista!

        • janca

          Eu minando uma reivindicação justa? Sou favorável ao Bom Senso. Contra está José Maria Marin. Aliás Marco Polo Del Nero e presidentes de federações, além de muitos dirigentes de clubes, também não veem com bons olhos o movimento. Eu vejo. Mas pelo jeito você nem leu o post. Ou pior: talvez tenha lido e não entendido nada. Não seria surpresa, afinal a educação no Brasil anda de mal a pior.

    • janca

      De jeito nenhum. Você entendeu errado, precisa ler melhor. Quem gosta do Rogério Ceni e o acha um interlocutor melhor do que o Paulo André é José Maria Marin, presidente da CBF.

  • fabio durante

    quero ver não dar certo e´só os times grande dos estados não participarem dos campeonatos estaduais quero ver de que essa fatidica cbf vai viver e´só te coragem semos artistas em campo não tem futebol .mais como eu falei os times grandes sealiarem e os presidentes dos clubes não se venderam por cadeiras e propinas ok

  • Mauvemir

    De onde sai o dinheiro? é fácil; da CBF, ou lá tem pouca grana? A CBF é bilionária e suga os clubes, que são os verdadeiros donos do dinheiro, a anos. Vamos parar o futebol no Brasil, vamos limpar essa sujeira, vamos banir esses lixos pra longe do futebol; não é difícil; só precisa de coragem e de homens sem rabo preso. Fora Marin, fora Del Nero; cancros do futebol brasileiro.

    • janca

      E põe milionária nisso…

  • Raphael

    Concordo com o Marin em partes, a criação da série E não vai dar certo, sou mineiro e a maioria das equipes que conquistam a vaga na série D não disputa, o certo seria fazer os regionais mais longos entre as equipes do interior com as grandes entrando apenas no final. O Brasil é um pais de proporções continentais, o que se aplica na Alemanha, França, Inglaterra só se aplica em partes aqui, imagina a dificuldade do meu Uberaba SC ir enfrentar o Fast lá no Amazonas? Mas de resto, sou a favor da redução do número de jogos, não ter rodada em data FIFA e fair play financeiro. Em contrapartidar o Bom Senso deve cobra mais profissionalismo dos atletas, que se escondem atrás de contratos milionários para não jogar, não preciso citar nomes, todo mundo conhece jogadores os que fazem isso.

  • Ricardo melo

    Já que a CBF não que ajudar é só os jogadores fazer greve
    sem previsão de retorno até que a cbf aceite a proposta acabou.

    • janca

      Assim não. Não dá para enfiar a proposta goela abaixo dos dirigentes. E a proposta tem que ser bem discutida, inclusive do ponto de vista financeiro.

  • Caco

    O Bom Senso se calou perante ao absurdo que fizeram com a Portuguesa, um movimento que quer pregar a moralidade, que quer melhores condições, não poderia ter ficado calado perante o absurdo que foi o rebaixamento da Portuguesa. A partir daquele momento se viu completamente que esse Bom Senso de sério não tem nada, apenas realmente uma forma de querer beneficios proprios e desculpas bestas para não jogarem e ficarem tirando dinheiro dos clubes. Bem feito, nesse quesito ponto para a CBF…..

    Tomara que acabe definitivamente esse Bom Senso, isso em nada ajudará o futebol Brasileiro, proposta ridícula com uma série com mais de 400 clubes. Acabando com estaduais, que é o ganha pão de muitos clubes, sem noção, além de elitizar e transformar o Brasileirão numa coisa mais chata do que o que já esta.

    Um modo para melhorar como a volta do mata mata no brasileirão eles não querem.

    • janca

      O Bom Senso não pode se posicionar sobre tudo e acho que fez bem em não tomar partido de clube A ou B. O problema da Portuguesa é com a CBF, essa era a responsável por “organizar” o campeonato. Não o Bom Senso, Caco.

  • Paulo Bento

    O Bom Senso seria não criar o Bom Senso e deixar a CBF organizar os campeonatos.

  • jeferson ferreira

    esse bom senso é uma piada comandados pelo senhor alex e companhia a maioria dos atletas estão em fim de carreira só querendo tumultuar é engracado quando estão no inicio de carreira vão pro exterior para garantir a tal independencia financeira depois de velhos voltam por que la fora não tem mais espaco ai ficam se fazendo de vitimas fora a esses ex atletas que pensam que são a maior atracão deixando o clube em segundo plano. bom senso de quem?

  • Darci Marques

    Boa Tarde:

    Todo mundo tem direito de pensar contra ou a favor do movimento BOM SENSO, mas alguém tem que fazer alguma coisa para tentar mudar alguma coisa no futebol brasileiro, e essa turma merece crédito.
    Só para pegar um ítem da questão, calendário. Como podemos prosseguir assim, sendo que a CBF não dá a mínima pelo principal produto seu, o Brasileirão.
    Sempre tratou com descaso, já na primeira rodada tirando os principais jogadores para amistosos da seleção sem necessidade. Marcando clássicos 22 hs da noite (meio de semana), dois clássicos para o mesmo horário e mesma praça, etc, etc. Isso tem acontecido nesses anos.
    Esse ano de 2014, começa o Brasileirão e nem campo tem para disputar jogos.
    É assim que promove um campeonato?
    Com isso a CBF colabora para afundar os clubes em dívidas.
    É o que penso.

    • janca

      Essa turma do Bom Senso, apesar de tropeções aqui e acolá, algo que faz parte do processo, merece crédito, sim.

  • José Maria Marin e Marco Polo Del Nero. Ministério Público neles dois!

  • a cbf com essa dupla ai é um cancer pro futebol brasileiro. só pensam nos seus bolsos. os clubes deveriam se unir e criar uma liga forte nos moldes da Europa.

  • eduardo71

    Marin acha isso, Marin acha aquilo, mas Janca, de onde surgiu esse achismo todo? Você conversou ou ouviu algo deles ou é apenas achismo seu também?
    O Marin não está errado ao criticar a criação de uma nova série sem qualquer respaldo técnico ou financeiro, o BSFC errou feio neste ponto, por mais que a CBF fature suficiente para isso. Deveriam ter EXIGIDO a implantação imediata do Fair Play financeiro, sob ameaça de novos protestos e gradativamente ir ampliando sua pauta de reivindicações.
    Talvez tenham aprendido que jogar todos os problemas sem apresentar soluções é pedir para ouvir um simples e justificado não!

    • janca

      Sim, volta e meio eu converso com interlocutores não só do Marin mas do Del Nero também. E são conversas proveitosas para saber o que anda pensando a cartolagem. Sobre as propostas, o Bom Senso não errou feio, não. Deu o pontapé inicial para um debate, que parece não interessar muitos dirigentes.

      • eduardo71

        Ter amigos é sempre bom kkk…
        O pontapé inicial havia sido dado há tempos, inclusive tendo culminado em um rumor grevista, abafado sabe-se lá porque.
        Volto a dizer o que penso: Uma reivindicação por vez, com explanação do problema e sua plausível solução, e o movimento ganha credibilidade e apoio, tanto da mídia quanto do torcedor.

        • janca

          Mas o Bom Senso ofereceu proposta de calendário e de implantação do fair play financeiro. É a proposta ideal? Possivelmente não, mas já é um começo. Sobre as ameaças de greve acabaram virando um tiro no pé. Não houve consenso dentro do próprio Bom Senso.

  • Divaldo Antonio de Oliveira

    Apesar dos Havellanges. Ricardos, Marins e Del Neros da vida, o futebol brasileiro segue em frente com muito talento dentro de campo e muita corrupção, descalabros e incompetência fora dele.

  • Tom

    Greve! Greve! E única opcão.

  • Thiago

    Querem falar de bom senso??? Comecem com uma redução salarial coletiva para esses mercenários desgraçados que pensam somente em enriquecer e enquanto isso levam os clubes brasileiros a falência. Não sou a favor dos diregentes da CBF, aliás não gosto de nenhum deles, mas o que eles tem que fazer é exatamente isso… ignorar essa raça maldita que só pensam nos seus bolsos. ABAIXO BSFC!!!

  • Marcelo

    A CBF tem visão estreita. Pensa numa greve de 1 mês! Por volta de 5 ou 6 rodadas de paralisação… Qual seria o prejuízo da TV Globo em relação aos seus patrocinadores?! Imagina a dor de cabeça da CBF para reformular o calendário de 2014 em virtude dessa greve? Os jogadores, agora com apoio dos treinadores, tem a faca e o queijo na mão para fazer valer o papel de protagonistas do futebol.
    Marco Polo Del Nero diz que o proposta teve pouca repercussão na mídia… CLARO! A GLOBO É A MÍDIA! Que interesse ela tem nisso?
    Se a proposta não aponta “quem vai pagar a conta” da série E, que a CBF dessa de seu pedestal e debata com o movimento formas para que isso aconteça! Seja com a obrigatoriedade dos patrocinadores da Serie A também comprarem cotas de patrocínio das outras séries, seja com o dinheiro que circula na própria CBF, seja com criação de um fundo com contribuição de todos os times brasileiros, ou com dinheiro da timemania… Desde que haja vontade política, os recursos aparecem.
    GREVE JÁ!!!!

  • Renato Donizeti

    calendário ideal pra mim de SP. Paulistão com dois grupos de 10, 5 joguinhos cada time e depois mata a mata jah, depois um Rio SP ou uma copa dos campeões sei láh(ou até os dois), mais tbm com grupos e pouquíssimos jogos depois mata a mata, libertadores normal e copa do Brasil mais curta e um brasileirão sem ser essa lombriga comprida tbm, com um só turno e depois mata a mata ou grupos tbm, e mata a mata junto com a copa sul americana…. Seria mais competições, menos jogos, menos tempo e sem essa várzea de publico nos estádios, pois seriam muito mais jogos decisivos, muito mais emoção. Particularmente sou fã do mata a mata e acho que não sou o único no mundo, muito mais emoção, e sem preço ser campeão e ter a taça pra levantar ali depois do jogo, sem ter que esperar o evento de premiação durante a semana… Abraço…

  • Heitor

    Uma vergonha, os jogadores querendo profissionalizar o futebol brasileiro, e esses dois crápulas, interesseiros, simplesmente virão as costas, só mostra o quanto os dois não estão nem aí para o futebol brasileiro, deixa claro que a intenção deles é ganhar muito dinheiro encima da ralação dos atletas, que são obrigados a levarem muitas vezes seus corpos ao limite, para poder entreter o publico que está em casa, assistindo tudo pela globo, que por sinal também é parte da mafia da CBF, futebol brasileiro está cada dia mais dando vergonha. Copa das Confederações e Copa do Mundo compradas, Fluminense na Serie A, tudo, tudo no dinheiro, abre o olho brasileiro.

  • Breno

    Metem uma greve e dizem que só retornam se todas as propostas do Bom Senso forem aceitas, aí tudo será resolvido.

  • Renato Fran

    Néo-liberais do futebol. Não há recursos para a manutenção ou sobrevivência dos 600 clubes pequenos, mas sobra para os 20 ou 30 grandes. E isso fica claro nos salários astronômicos, contratações irreais, e comissões milionárias e suspeitas para dirigentes e empresários. Só para lembrar, nos outros duzentos e poucos países do mundo que tem suas federações filiadas à FIFA, os clubes pequenos tem calendário anual. Coisa natural, e isso acontecia até a década de 90, também no Brasil. Se a CBF atual não se sente capaz de oferecer o básico, passe o bastão! Agora, se os clubes menores se rebelarem e criarem uma liga independente com calendário anual, aí vem boicote ou proibição. Realmente, sem saída na base do bom senso.

  • ivon

    Por que o bom senso não luta pra reduzir o salário deles que é muito alto, que ganhar muito e joga pouco aí não dá.

    • Tom

      Voce nao entende nada, amigo…

MaisRecentes

Alerta a Raí



Continue Lendo

Os erros do Verdão



Continue Lendo

Vencer ou vencer



Continue Lendo