Andrés faz oposição



Estão cada vez piores as relações entre Andrés Sanchez e Mário Gobbi, que chegaram até a trocar farpas publicamente.

O ex-presidente corintiano tem mantido contatos com opositores do atual mandatário, que o sucedeu no clube graças a seu apoio.

As conversas com o grupo de Paulo Garcia, conselheiro de oposição e um dos sócios da Kalunga, não foram apenas para tratar de negócios e de uma possível venda dos naming rights da nova arena do Corinthians, em Itaquera. Na pauta também a gestão de Gobbi, que vem sendo criticada por Andrés.

Sanchez segue muito irritado com o sucessor, que se aliou com a direção da CBF e irá votar em Marco Polo Del Nero, desafeto do ex-presidente, na eleição da confederação. Del Nero é tido como principal articulador da saída de Andrés da entidade. O ex-presidente corintiano pediu demissão do cargo de diretor de seleções, que depois acabou extinto, após a demissão de Mano Menezes por José Maria Marin e Del Nero, sem que ele próprio tivesse sido consultado.

Nomeado por Ricardo Teixeira, de quem virara amigo, Sanchez nunca foi visto com bons olhos nem por Marin nem por Del Nero. Próximo do ex-presidente Lula, que resolveu não interferir na eleição da CBF, Andrés não conseguiu o apoio necessário para lançar sua candidatura, que estaria fadada ao fracasso em 2014. Mas diz que irá concorrer na seguinte para fazer uma limpeza na entidade.

No Corinthians, trabalha para, além de vender os naming rights da nova arena, algo que pretendia ter feito há dois anos, tirar a influência de Gobbi da gestão que o suceder no Parque São Jorge.

Já o atual presidente tem reclamado, a interlocutores, das atitudes de seu antecessor, que considera um mau “ex-presidente”. Para Gobbi, Andrés mantém fortes elos com as organizadas, que tantos problemas têm causado à sua gestão, além de não estar indo bem em Itaquera, já que não só os naming rights até agora não foram vendidos, como o estádio, que deveria ter sido entregue em dezembro do ano passado, segue com as obras atrasadas.

E faz questão de lembrar que, se para o Corinthians considera Mano o nome ideal, na Seleção a aposta de Marin e Del Nero em Luiz Felipe Scolari até agora deu certo. O time, antes tão criticado pelo torcedor brasileiro, ganhou a confiança da galera ao vencer seleções de ponta, apresentar um bom futebol, levar a Copa das Confederações e virar quase unanimidade.

É a disputa pelo poder no Corinthians (e futuramente na CBF, porque esse ano ninguém tira a faca e o queijo das mãos de Del Nero) apenas começando.



  • Lucius

    Del Nero, Ricardo Teixeira, Marin… mais de 20 anos e tudo a mesma M****. Nada vai mudar no futebol (nos próximos sei lá mais quanto tempo), infelizmente.

    • janca

      Tampouco sei se mudaria com Andrés, que assim como Marin, tem fortes ligações com a classe política, apesar de não ter tido cargo público, que eu saiba _Marin não só teve, como foi vice biônico de Paulo Maluf nos tempos da ditadura. Até por isso defendo uma terceira via, só que para viabiliza-la não é fácil. Nem o Andrés conseguiu viabilizar sua própria candidatura… É um esquema viciado com clubes e federações, que evita a rotatividade no poder. Até por isso temos sempre os mesmos, sempre os mesmos.

      • Lucius

        O Andrés é audacioso, Janca alguma coisa ele faria. Agora, desses dinossauros eu já cansei, e pelo jeito vai ter sempre um deles lá. Paciência.

        • janca

          Pode até ser, talvez você tenha razão, Lucius, mas ainda assim eu preferia uma terceira via.

  • Thiago

    Fala Janca, blz?

    Cara posso até concordar com você que o Sanchez não é o nome ideal para presidir a CBF, ter como presidente alguem que ja inicia o mandato com alto indice de rejeição é complicado e soma-se a isso sua forte ligação com o Corinthians e sua torcida.

    Mas temos que reconhecer que se hoje os clubes faturam 3x mais do que a cinco anos é graças ao Sanchez. Ele quebrou o clube dos 13 pensando no Corinthians, mas ajudou todos os outros. Mudou a forma de fazer mkt esportivo e colocou um clube “quebrado” em outro patamar no futebol mundial.

    Acho até que o presidente da CBF pode ser o Marin, Del Nero, RT desde que eles cuidem apenas das seleções. Os clubes deveriam se rebelar e criar sua propria liga, arrumar seus proprios patrocinadores, decidir o melhor horario para transmissão dos jogos, vender o futebol brasileiro para o mundo todo…

    Mas acho que estou pedindo demais né…

    Enquanto isso tudo continua da mesma forma, afinal ninguem se importa com o Mensalão da CBF né que proximo das eleições aumentou a mesada das federações. Ninguem se lembra que é uma entidade privada mas que tem beneficios fiscais e ganha bilhões com o uso de um patrimonio do povo brasileiro..

    abs

    • janca

      Quebrar o Clube dos 13 não foi uma ajuda a todos os clubes, não. Corinthians e Flamengo pensaram no próprio umbigo. E a ida do Andrés para a CBF, servindo como uma espécie de couraça para o Ricardo Teixeira, não pegou bem. E se o Corinthians estava “quebrado”, como você diz, hoje segue com problemas financeiros, vide atrasos em pagamentos no início do ano. Agora que o marketing do Corinthians trabalhou bem nos tempos do Andrés, não tenho dúvidas. Pelo menos durante um período, mandou bem. Mas agora parece estar em ponto morto, não? Abs.

      • mario

        mas os problemas financeiros atuais são de responsabilidade do Mario Gobbi tanto que no inicio de 2013 tinha dinheiro p/comprar o Guerreiro , o Pato ,o Renato augusto e o Gil que não foram baratos.

        o Sanches tem mil defeitos , mas vc janca como jornalista não pode menosprezar os meritos dele em reerguer o Timão financeiramente , lembrando q a lista de credores da adm do Alberto Dualibi era gigante .

        • Cleibsom Carlos

          Os problemas que o Gobbi está tendo de enfrentar são todos consequências da administração Sanches! O timão gastou o que não tinha e agora está arcando com o ônus…Juntando a construção do Itaquerão, o aumento desproporcional da folha salarial do elenco e os 40 milhões jogados fora com o Pato, nada disso foi culpa do Gobbi…

          • mario

            vou mandar outro comentario por q deu erro qnd mandei o outro.

            mas vc esquece q o Sanches saiu do Timão em dezembro de 2011 , o Gobbi teve nas mãos o orçamento desde então , se existiu em onus era só apertar o cinto , outra coisa o Pato foi contratado ano passado , 2013 , na Adm Gobbi então como vc pode culpar o Sanches por uma contratação feita pelo Gobbi?

        • janca

          Não estou menosprezando os méritos do Andrés. Que inclusive foi o principal responsável pela chegada do Gobbi à presidência.

      • Thiago

        Janca,

        Como não ajudou todos os clubes da serie A??

        Pegue a Lusa como exemplo recebia do clube dos 13 R$ 5 milhões pra disputar a serie A. Hoje a Lusa briga para se manter na elite e receber os R$ 20 mi da Globo.

        Claro que o Sanchez pensou apenas no Corinthians, afinal era presidente do clube, mas se hoje os clubes ganham o triplo de cota de TV é por causa dele sim, senão estaríamos assistindo o Brasileiro na Rede TV e Record e ae sim o futebol iria a falência.

        Já falei que não sou a favor do Sanchez na CBF, até pq qq titulo que o Corinthians ganhasse os “ignorantes” que se dizem espertos gritariam que é manipulação da CBF. Hoje já fazem isso, inclusive alguns que se dizem jornalistas.

        Quanto a questão financeira do clube é culpa exclusiva do Gobbi, não to falando do aumento da divida, e sim do fato de não faturar mais do que gasta. O Sanchez gastou tudo que tinha direito mas ele vendia até gelo pra esquimo e nunca teve problemas de salario.

        O Gobbi parece ser uma pessoa seria e sensata mas matou o mkt do clube que caminhava a passos largos para fazer do Corinthians um clube de ponta no futebol mundial, e ele quebrou o mkt justo quando iremos inaugurar a Arena e tenho certeza que o torcedor pagaria por qq coisa que o clube vendesse.

        abs

        • deminha

          Concordo com vc thiago, mas faço uma ressalva, esta esquecendo do Rosemberg, aquele judeu marqueteiro, corintiano roxo tem grande participação neste Up corintiano. O Andres é peitudo e inteligente, mas a sacada maior foi dele (rosenberg) em trazer o Ronaldo e fazer da marca corinthians a mais valorizada das américas como clube de futebol, e uma das maiores do mundo. E isto respingou positivamente em outros clubes com a caída do clube dos 13, com o aumento na sua participação do direito de imagem junto as emissoras de tv.

          • janca

            E o que o fato de o Luís Paulo Rosenberg ser judeu tem a ver com isso? Posso estar equivocado, mas achei que você citou a religião dele como se fosse algo pejorativo, quando não é. Se fosse católico, budista, agnóstico ou ateu faria alguma diferença?

        • janca

          Não foi o Andrés quem comandou as negociações dos demais clubes. Pensou no Corinthians, ajudou a quebrar o Clube dos 13, fez o que queria a CBF e deu no que deu… Depois que seu amigo Ricardo Teixeira saiu do cargo, atolado por denúncias de corrupção, é que o Andrés se sentiu colocado pra escanteio _e foi mesmo_ pela dupla Marin/Del Nero e pediu demissão. E aí sim começou a bater na CBF e até a cogitar a tal liga de clubes. Mas divididos do jeito que estão fica complicado, Thiago. Abs.

  • Tri Mundial Doom

    Esses caras são engraçados demais… o Andrés Chances tá perdendo a chance de ser presidente da CBF, tá perdendo a chance no Corinthians, perdeu a amizade com Ronaldo Fenômeno pelo que parece e se bobear a Globo também desata a amizade de papéis e interesses deles…

    Isso que percebi desse Andrés, tem amizades por interesses pra ter algumas chances… Esse cara é importante só para o Corinthians com os contatos dele, sem isso ele não consegue nada, o CT quem fez foi o Ronaldo, inventar a maior torcida do Brasil foi a TV, a mídia, inventar que o Corinthians fatura alto foi a mídia novamente, vender jogador foi graças a Ricardo Teixeira e Mano menezes convocando jogadores que nem o Corinthians quer hoje em dia e ainda assim ele foi o melhor presidente do clube, mas sem o RT, RONALDO e vai saber se a GLOBO também continuará junto com ele, ele não servirá nem para o Corinthians, a não ser que a Rússia ganhe a Guerra contra a Ucrânia, derrube os EUA e o KIA ganhe liberdade para investir aqui no Brasil…

  • Thiago Ferreira

    Ótimo comentário. Sanchez é desafeto de Marin, Del Nero, e Lula também se afastou.
    Espero que agora parem com essa balela de que a Cbf federação, Lula, o Obama, o Papa, ajudam o corinthians a ganhar tudo e virar um Barcelona.

    Esse post mostra que amigo mesmo, de verdade de Marin e Del Nero, é outro clube, que aliás vem até fazendo campanha prá copa.

    Muito interessante e revelador. Pelo menos limparam a barra do Sanchez de vez, embora pensem que estão fazendo o contrário.

  • Victor Dunstan

    Fala Janca…Paulo Garcia sendo conselheiro e dono/sócio da kalunga…a mesma não pode patrocinar o ITAQUERÃO isso de acordo com o estatuto…mas sendo corinthians e os dirigentes que lá atuam tudo pode acontecer!!

    • janca

      Mas a Kalunga patrocinou o próprio Corinthians durante anos e anos. Acho que foram 11 no total. E não seria patrocinadora do estádio de Itaquera, mas compraria, por 20 anos, o direito de nomear a arena, o que não foi acertado entre as partes. Até porque os valores pedidos pelo Corinthians continuam sendo muito altos, pelo menos segundo os interessados. Tanto que até agora não houve acordo, seja com a Kalunga, com o BMG ou a Emirates.

  • Victor Dunstan

    Sim..mas a qt tempo Garcia é conselheiro? Pode verificar,kalunga ñ pode…mas se tratando da turma do cara de areia.mijada tudo pode!!

  • Thiago Ferreira

    A babação de ovo ao Felipão, escolhido por Marin para “servir” ao Brasil, recebendo um salário estapafurdio, contrasta, com as criticas a Ronaldo, por servir ao COL, gratuitamente.
    A seletividade da mídia, não consegue escapar ao olhar atento dos leitores de blogs, das preferências tendenciosas, quando o personagem tem sua imagem atrelada, ao corinthians, por exemplo, que nesse caso é amplamente visivel.

    • janca

      O salário do Mano como técnico da seleção também era elevadíssimo e o trabalho dele foi pífio. O do Felipão pelo menos tem sido bem melhor. Sobre o Ronaldo, não passa de figura decorativa no COL.

  • Fabiana

    O Andrés sentiu o baque das confusões e das mortes no Itaquerão. Sem o padrinho Lula está em fase de baixa.

MaisRecentes

Protestos à vista



Continue Lendo

Ajustes no São Paulo



Continue Lendo

Mattos em xeque



Continue Lendo