Uma Saída de Mestre



Apesar da derrota para o León, gostei da atuação do Flamengo em sua estreia na Libertadores.

O time foi guerreiro, lutou muito mesmo com um a menos desde os 12 minutos do primeiro tempo, teve chances para conseguir um resultado melhor, contou com ótimas atuação do goleiro Felipe lá atrás, mas falhou vez ou outra no posicionamento da defesa e sofreu um revés de 2 a 1.

No início da etapa final merece menção (negativa) uma entrada violenta de André Santos, que recebeu apenas o amarelo quando poderia ter sido expulso e deixado o Flamengo com nove, o que seria complicadíssimo para o time carioca.

Mas acho a equipe boa e com condições de crescer na competição, especialmente quando for jogar em casa.

Para os paulistas, com os quatro grandes fora da Libertadores (e a Ponte, que chegou pertinho, também), restou, na Globo, o filme “Uma Saída de Mestre”. Nada de Flamengo, nem de Cruzeiro, até porque estamos só no comecinho da competição. Que promete.  Botafogo e Atlético-MG, que começaram com o pé direito na terça, que o digam.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo