Meninos da Vila



A direção do Santos quer se aproximar mais dos jogadores da base, que foram a sensação da Copinha, campeões depois de passarem por Atlético-MG, nas semifinais, e Corinthians, na decisão.

A ideia é conversar com os atletas e seus representantes e fazer um plano de carreira pra eles. Alguns devem ser aproveitados logo _e já estão sendo_ na equipe profissional, outros deverão ter oportunidades a médio prazo.

O objetivo também é cuidar da questão salarial e amarra-los ao Santos, já que há o receio de assédio de clubes rivais e até estrangeiros.

Os atacantes Gabriel Barbosa e Geuvânio, que vieram da base, já têm sido usados pelo time principal.

Da equipe da Copinha, os também atacantes Stéfano Yuri e Diego Cardoso, o meia Serginho, o lateral Daniel Guedes e o goleiro João Paulo estão entre os mais elogiados

O meia Lucas Otávio e o volante Fernando Medeiros, de apenas 17 anos, são outras duas promessas e o segundo deve logo passar a treinar com os profissionais.

Os novos meninos da Vila foram, a meu ver, a grande notícia do futebol brasileiro nesse janeiro que se encerra hoje. Jogaram muita bola, mas muita bola mesmo.

Meus parabéns, embora com quase uma semana de atraso, ao Santos, que segue fazendo ótimo trabalho na base, pela brilhante conquista da Copa São Paulo de futebol júnior. A molecada santista promete e o futebol brasileiro agradece.



MaisRecentes

A falta de um líder



Continue Lendo

Haja coração!!!



Continue Lendo

Cânticos brasileiros



Continue Lendo