As dívidas corintianas



Há várias e diferentes versões dentro do próprio Corinthians para as dívidas que marcaram o clube nesse início de temporada, incluindo atraso no pagamento de direitos de imagem a jogadores, caso de Alexandre Pato. Elas teriam chegado à casa dos 10 milhões de reais.

Parte atribui a questão à demora no repasse do patrocínio da Caixa, por problemas burocráticos, parte ao fato de ser ano de Copa e os investidores estarem de olho apenas no evento, parte à deterioração da economia brasileira, parte ao fato de o time não estar na Libertadores, parte ao imbróglio que marcou o final do Brasileiro do ano passado, que segue nesse ano na Justiça comum…

Há até quem diga que parte da responsabilidade cabe à torcida, que causou problemas fora de campo e foi responsável pelo time ter perdido o mando no Brasileiro de 2013, no Paulista de 2014 e jogado com portões fechados na Libertadores do ano passado. A perda, em termos financeiros, representada pelas punições estaria entre 5 milhões e 8,5 milhões de reais.

Seja pelo motivo que for a situação preocupa, pois o Corinthians era tido, ao lado do São Paulo, como um dos clubes mais estáveis do ponto de vista financeiro e estamos vendo que a história não é tão simples assim. Tanto que ficou sem dinheiro para fazer contratações de impacto. E jogar um Paulista esvaziado como o desse ano não interessa a ninguém. Se o Corinthians está assim, imagine os outros…



MaisRecentes

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo

Grêmio ainda reclama



Continue Lendo