O valor de Damião



A oposição do Santos questiona a diretoria sobre os valores envolvidos na negociação do atacante Leandro Damião. Reclama que o negócio é lesivo aos cofres do clube e quer ver o contrato na próxima reunião do Conselho Deliberativo.

Para conselheiros da oposição, pagar vencimentos de R$ 500 mil ao jogador, valor não confirmado pela diretoria, é demais.

Além dos supostos R$ 500 mil mensais a Damião, o Santos tem de se virar para reembolsar o fundo de investimentos (Doyen Sports) que viabilizou o negócio, pagando cerca de R$ 42 milhões ao Internacional.

Depois dos problemas que teve com o grupo DIS, especialmente nas vendas de Paulo Henrique Ganso e Neymar, a oposição quer conhecer os detalhes do acordo com o fundo, que deverá receber outros R$ 500 mil mensais do clube pela contratação de Damião, incluindo a inflação do período mais juros de 10% ao ano.

Membros da diretoria, porém, dizem que os juros não passam de 5% ao ano e mesmo que fossem de 10% estariam abaixo do mercado, já que há bancos que cobram mais que isso por mês, o que considero um crime, aliás.

O valor de R$ 42 milhões também não é confirmado pela situação, tampouco os vencimentos de Leandro Damião, que poderiam ser 30% a menos do valor divulgado pela oposição.

Caso o jogador se destaque e seja vendido para o exterior, o que passar o valor da transação com o Inter será repartido entre o fundo e o Santos, que teria direito a 30%, ficando a agência de negócios esportivos com 70%.

Além do contrato de Damião, a oposição segue questionando os valores envolvidos na venda de Neymar para o Barcelona que até hoje não estão claros e são alvos de investigação na Espanha depois da denúncia de que o presidente do Barça, Sandro Rosell, teria desviado parte dos recursos para o próprio bolso. Detalhe: Rosell é amigo de Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF que saiu do futebol atolado por denúncias de corrupção. E é investigado no Brasil por desvio de dinheiro público em amistoso do Brasil contra Portugal, realizado em Brasília, em 2008.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo