Eleição na berlinda



Dirigentes de Corinthians, Flamengo, Santos, São Paulo e Vasco começam a se mexer para tentar adiar a eleição para a presidência da CBF, que deve acontecer em abril.

A ideia é que ela ocorra apenas depois da Copa, dando mais tempo para a consolidação de outros nomes que não apenas Marco Polo Del Nero para o pleito, além de pegar o efeito do Mundial que começa em junho no Brasil.

Um dos argumentos pelo adiamento diz respeito à indefinição em relação ao Brasileiro de 2014, que pode acabar tendo mais de 20 clubes devido à disputa no tapetão, agora na Justiça comum.

São esperadas pelo menos 600 ações de torcedores, especialmente da Portuguesa, que, baseada no Estatuto do Torcedor, tenta permanecer na Série A. Segundo o estatuto, que é lei federal, suspensões devem ser comunicadas nos sites das competições para terem validade, o que livraria o clube da punição do STJD no caso da escalação do jogador Héverton na última rodada do Brasileirão.

Torcedores de Flamengo e Vasco também preparam ações na Justiça, o que deve aumentar a confusão.

As federações do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro também são favoráveis ao adiamento da eleição, embora a CBF insista que ela ocorrerá em abril.

Foi antecipada por Ricardo Teixeira, quando o dirigente ainda presidia a CBF, justamente para não pegar os efeitos da Copa e evitar, em caso de fiasco da seleção e do evento em si, que a situação pudesse perder.

Marco Polo Del Nero, vice de José Maria Marin e presidente da Federação Paulista de Futebol, segue como candidato único. Andrés Sanchez ou qualquer outro nome precisa do apoio de pelo menos oito federações e cinco clubes da primeira divisão para lançar candidatura própria.

Como Marin só sai do cargo ano que vem, o melhor mesmo seria a eleição passar para o segundo semestre. Inclusive para pegar o efeito da Copa e da disputa judicial que deve determinar como será o Brasileiro de 2014. Justamente o que Marin/Del Nero não querem, diga-se de passagem.



MaisRecentes

Haja coração!!!



Continue Lendo

Cânticos brasileiros



Continue Lendo

Seleção no divã



Continue Lendo