Que pena, Galo!



Achava que o Raja Casablanca ia dar trabalho para o Atlético-MG, mas sinceramente não acreditava que o Galo perderia a chance de pegar o Bayern na final. Pena, não deu.

E não dá para reclamar de nada, porque a vitória do time da casa foi merecidíssima.

Os mineiros não jogaram bem. Ficaram muito expostos na defesa, pareciam desligados, falharam na marcação e o Raja, que já havia surpreendido o Monterrey, é finalista.

Triste final de ano para o futebol brasileiro, embora a torcida cruzeirense certamente esteja, de novo, em festa.

Pelo menos o Galo soube perder e reconhecer que não jogou bem, não teria sentido colocar a culpa em terceiros. E ganhar uma Libertadores não é pouca coisa, não. Mas disputar o terceiro lugar no Marrocos certamente não empolga ninguém. Pelo menos não o torcedor atleticano, talvez os chineses do Guangzhou.



MaisRecentes

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo