O caso Júlio Baptista



Flagrado pelas câmeras de TV pedindo para o zagueiro Cris, do Vasco, fazer logo um gol contra seu Cruzeiro, o caso Júlio Baptista segue dando o que falar, embora a tendência é que nada aconteça. Inclusive porque deve ser versão contra versão, palavra contra palavra.

Em desabafo, o meia do time mineiro disse que pediu para o vascaíno marcar logo mais um tento de forma irônica, já que este teria lhe dito para “amaciar” no jogo de sábado, no que seria uma guerra psicológica.

O Bahia, um dos ameaçados pelo descenso, já pediu para o STJD analisar o caso e o tribunal irá fazê-lo. Tentou apoio de Criciúma e Portuguesa, outros dois times que seguem bem pertinho da degola, mas a diretoria da Lusa, pelo menos, não vê provas contra o cruzeirense, no sentido de que teria entregado o jogo para o Vasco, e segue querendo escapar do rebaixamento dentro de campo.

Faltam duas rodadas e Bahia, Portuguesa, Criciúma, Fluminense, Coritiba e Vasco brigam para não cair. Desses, dois devem se juntar à Ponte e ao Náutico ano que vem na Série B.

Lembrando que na penúltima rodada o Flu acabou “ajudado” pelo São Paulo, que entrou com os reservas no Maracanã para poupar os titulares para o confronto contra a Ponte, pela Sul-Americana, e a própria Lusa acabou “beneficiada” ao enfrentar um Galo todo remendado no Canindé e mais preocupado com o Mundial de Clubes do que com o próprio Brasileiro.

Seja como for, as duas últimas rodadas prometem, como promete a derradeira da Série B, que tem três times brigando arduamente pela última vaga: Figueirense, o único que depende das próprias forças, Ceará e Icasa.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo