Paulistão ainda menor



Santos e São Paulo ainda não estão plenamente satisfeitos com a redução no número de datas do Campeonato Paulista, de 23 para 19.

Em 2015, apesar de a Federação Paulista garantir que as 19 datas continuarão, a fim de que os jogadores tenham seus 30 dias de férias, os dois já começam a se mobilizar para que a primeira fase seja ainda mais enxuta. Dos 15 jogos previstos para cada clube na primeira etapa em 2014, passaríamos a ter apenas 8.

A ideia é que os times, em vez de jogarem contra os das outras três chaves, enfrentem-se apenas em seu grupo, em turno e returno.

Em 2014, as equipes formam quatro grupos de cinco e cada time enfrenta os 15 das outras chaves. Em 2015, enfrentariam os quatro de seu próprio grupo em jogos de ida e volta.

Para uma corrente de advogados estudiosos da legislação esportiva não há problema em mudar a fórmula de disputa em dois anos consecutivos, já que 2014 pode ser considerado um caso excepcional devido à Copa do Mundo no país.

Santos e São Paulo querem discutir também com clubes de outros estados, representantes de jogadores, executivos ligados ao futebol, árbitros e equipes de menor expressão, além das próprias federações e da CBF, para ver como acomodar os times pequenos durante o ano, já que muitas agremiações funcionam durante quatro meses e depois mal têm torneios para disputar.

O Bom Senso F.C., movimento criado por jogadores como Dida, Alex e Juninho Pernambucano, também quer debater como acomodar os clubes de menor expressão a fim de que tenham atividades o ano todo.

Para Santos e São Paulo não tem sentido um Paulistão e outros Estaduais ocupando quatro meses do calendário e o Brasileirão, que seria ampliado, apenas seis.

Acho que a discussão passa por aí mesmo, apesar de Marco Polo Del Nero dizer que menos de 19 datas para o Paulistão não aceita. Mas por que não debater outras possibilidades, como a entrada dos times grandes apenas na fase final da competição estadual?



MaisRecentes

Não vai ter Copa?



Continue Lendo

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo