Clubes x Calendário



E não é que depois do Bom Senso F.C. é a vez de alguns dos principais clubes brasileiros tentarem se agrupar para combater o calendário da CBF e das federações estaduais para 2014?

Atlético-PR, Botafogo, Internacional e Santos já iniciaram conversações para entrar na discussão e propor mudanças não só para o calendário do ano que vem mas também para os subsequentes. Entre elas está a menor participação dos times que disputam a Série A e até a B nos Estaduais.

O debate é bem-vindo, porque os clubes não podem ficar à margem das discussões. Deveriam ser, em tese, os principais interessados. Vale lembrar que o Atlético-PR, neste ano, deixou o Estadual de lado para fazer pré-temporada e realiza ótima campanha no Brasileirão, mantendo-se entre os quatro primeiros que têm direito a uma vaga na Libertadores.

Pena que está difícil o quarteto conseguir mais apoio para a causa, porque os próprios clubes, desde a dissolução do Clube dos 13, vivem às turras, divididos principalmente sobre a questão dos direitos de TV. Cada um luta por si e por seus próprios interesses, deixando a coletividade para segundo plano.

E há ainda a ligação de alguns clubes _ou seus dirigentes_ com as federações estaduais e a própria CBF, o que acaba os afugentando das discussões que devem ser feitas. Inclusive porque um dos temas propostos pelos jogadores é o do “fair play financeiro”, que penaliza as agremiações que não estão com as contas em dia e atrasam salários dos atletas.



  • Mario

    clube dos 13 quando existia só servia para 2 coisas a primeira era para ser fiador de emprestimos para os clubes e a segunda era pagar salario ao Koff , melhor é cada clube se posicionar e defender o que acha melhor , se os jogadores forem espertos vão se manter os cartolas bem longe da negociação de um novo calendario.

    debate no Brasil é só uma palavra bonita para enrolar as necessidade de muitos para privilegiar a necessidade de poucos , o certo é ir direto para confronto para ser ter reais mudanças.

    sobre estaduais tenho a mesma opinião do diretor da uefa ( http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/10/15/diretor-da-uefa-sugere-estaduais-com-formato-ingles-para-aliviar-calendario.htm ) ate mais digo que todo nosso calendario deveria ser adaptado ao calendario Ingles que é um dos mais rentaveis e de melhor nivel tecnico do mundo .

    • janca

      Os clubes não têm de pensar na mesma linha, até porque cada um tem uma visão diferente do negócio. Inclusive os pequenos, muitos dos quais defendem os Estaduais no atual formato. Mas que seria bom que participassem da discussão, seria. E o Estadual pode até durar seis, oito meses, por que não? Desde que os grandes tenham uma participação mínima. Do jeito que está boa parte deles não tem interesse nenhum. E eles ocupam boa parte do calendário, de janeiro a maio. Algo tem de ser feito. Bom ver alguns clubes, pelo menos, se mexendo. Não só os jogadores. Até porque os clubes são partes interessadas ou deveriam ser.

  • Luiz Pedro

    Mario Concordo que o clube dos 13 é uma coisa mal feita porem cada um defender o seu, já não concordo sabe por que ? vamos usar como exemplo o próprio inglês o mesmo não usa essa forma devido a uma unica coisa a negociação em conjunto não só ajuda a fortalecer os clubes como o campeonato trazendo mais patrocinadores e tudo mais, hoje vemos a Bundesliga, é a liga de maior receita total no mundo, com maior distribuição de direitos de TV para clubes e é negociado em conjunto a Premier também funciona assim, espanhola já cogita negociar novamente coletivamente, pois já é a pior entre as 5 maiores (alemã, Inglesa, Francesa, italiana e espanhola) percebam isso a francesa que agora tem monaco forte e PSG forte tem uma receita maior que a espanhola, antes o lyonnais que dominou a liga por 6 temporadas senão me engano nunca passava das 4ª na UCL,
    e também tem a cada ano um campeonato mais e mais fraco, pois la temos Barca e Real, em alto nível, Alt de Madri em médio alto, e o restante em baixo nível, não estou fazendo um comparativo ao nosso pois o nosso esta tudo nivelado por baixo devido esse calendário retardado, que acaba privilegiando jogadores tecnicamente fracos só que fisicamente fortes, o problema que tem que ser bem pensando para se continuar com os estaduais passa pela reformulação do brasileiro primeiro que as 3 4 divisões tem que ter um padrão igual a primeira para que os clubes não acabem no meio do ano, e acho que nosso campeonato tem que ser menor que o europeu e explico o porque por exemplo Alemanha é o maior território entre essas equipes e não da o sudeste do nosso agora imagina jogar na bahia e depois jogar em santa catarina ? é uma discução que vai longe e tem que mudar muita coisa, não sou calendario

    • janca

      Exatamente. Não dá para cada um apenas defender o seu. Aí todos perdem.

      • Mario

        quando falamos dos cartolas discutirem o calendario estamos falando de pessoas que passaram 30 anos dentro do clube dos 13 ou que sabiam que desde 2007 que teria copa do mundo no Brasil e não fizeram nada para organizar as coisas , ai vcs acham realmente que eles querem ajudar ou se aproveitar do movimento dos jogadores?

        mesma coisa sobre contratos de tv tiveram 30 anos dentro do clube dos 13 para se juntar , debater , montar liga , negociar e valorizar o campeonato e nunca fizeram , o unico sistema que funcionou é cada um por sí para negociar seus contratos sendo que eu não acredito numa espanholização do futebol brasileiro.

        sobre logistica das partidas temos que é nos espelhar nas ligas americanas que tem jogos de costa a costa nos EUA para a serie A e B e regionalizar a serie C e D do nosso futebol.

  • Fernando de Freitas

    É isso mesmo Janca. O Estadual deveria durar uns 8 meses, sendo disputado por 20 clubes em cada divisão. Os grandes participariam apenas de uma fase final em que jogariam de 6 a 8 jogos somente. É importante que os pequenos tenham um calendário que abranja o ano inteiro. Se a fase final dos Estaduais ocupar no máximo 6 semanas, o Brasileiro poderia “parar” em jogos de Seleção, e eventualmente não ser necessário tantos jogos no meio da semana. Com jogos quarta e domingo em sequência, levarão vantagem os clubes que possuem condições de pagar folhas salariais maiores e dispor de elencos maiores.

    • janca

      Seria uma forma de pensar nos pequenos e nos grandes. E os pequenos que fossem bem poderiam ir para a Série D, por exemplo, ou Copa do Brasil, além de pegar os grandes na fase final do Estadual.

MaisRecentes

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo