Gangorra no Brasileirão



Tirando os dois primeiros, Cruzeiro e Botafogo e especialmente o time mineiro, que já está com 46 pontos, quatro a mais que o carioca, o resto da tabela do Brasileirão parece bem complicado.

No G-4, além de Cruzeiro e Botafogo, estão Grêmio, com 37, e Atlético-PR, com 35, seguidos de perto pelo Inter, com 34.

Do Corinthians, com 30, Coritiba e Goiás, com 29, para baixo, tudo pode acontecer. Ninguém pode dizer que o rebaixamento já era. Pois é a parte de baixo da tabela que assombra muita gente.

Bastaram duas rodadas, tal o equilíbrio lá embaixo, e o São Paulo saiu da zona de degola, ficando a apenas seis pontos do Corinthians, ainda candidato ao G-4.

Santos e Galo, ambos com 28 pontos e um jogo a mais a fazer, acho que têm folego para subir, principalmente os mineiros. Mas Vitória, Flamengo, Fluminense, Bahia, Criciúma, o próprio São Paulo, que para mim escapa, e o Vasco seguem ameaçados. O Vasco, inclusive, sendo o primeiro do Z-4.

A situação do Náutico que parece perdida, apenas nove pontos, apesar de ter um jogo a mais a fazer que a maioria dos rivais. A Ponte, também com um jogo a mais a fazer, tem 16 pontos e está em situação bem complicada. A Lusa, com 22, ainda pode se safar, mas tem que vencer o Náutico, quinta, e tentar uma vitória fora de casa, que seria a sua primeira em campo adversário no campeonato, domingo, contra o Inter.

O campeonato anda muito maluco. Cada rodada e uma reviravolta. Principalmente na parte de baixo. Porque na de cima Cruzeiro e Botafogo seguem dando as cartas. Palpites? Nesse momento parece complicado dar algum. Aguardemos, aguardemos… Emoções à vista nas próximas semanas.



MaisRecentes

O emocional, de novo



Continue Lendo

A cabeça de Neymar



Continue Lendo

Crise no Peru



Continue Lendo