Marin não apita



Ao contrário do que acontecia na era Mano Menezes, José Maria Marin, com Luiz Felipe Scolari no comando da seleção, não tem interferido nas convocações. E se tentasse, não conseguiria apitar.

Scolari não foi pressionado para deixar o volante Ramires, do Chelsea, fora dos amistosos contra Austrália, dia 7, e Portugal, dia 10. Tampouco tem sido “forçado” a dar novas chances a Ronaldinho Gaúcho e Kaká, dois dos jogadores que Marin mais admira, ao contrário do que alguns têm especulado na imprensa.

Quando Mano comandava a seleção, foi a pedido de Marin que Fred e Diego Cavalieri chegaram a ser chamados, mesmo o técnico não gostando do atacante do Flu, e que Kaká também passou a ser convocado depois do fracasso do time nos Jogos de Londres.

Desde que Felipão assumiu, ficou claro que Marin não apita nas convocações nem na escalação. O que é bom, aliás. Afinal o técnico é ele, Scolari, que já tem como interlocutor Carlos Alberto Parreira, sem falar em Flávio Murtosa, seu auxiliar.

E o bom é que, ao contrário de Mano, Felipão tem muita bagagem no futebol. Currículo não lhe falta, a começar pelo Mundial que ganhou em 2002, sem Romário, aliás, e das brilhantes campanhas por Portugal na Euro-2004 e na Copa de 2006. Sem falar na conquista da última Copa das Confederações, em 30 de junho.

Para os dois próximos amistosos, ganharam uma chance, além de Ramires, Maicon, da Roma, e Henrique, do Palmeiras. Com a base já definida depois da conquista da Copa das Confederações, alguns testes são válidos, sim, especialmente no caso de Maicon e do próprio Ramires.

Já quem acho que não merece mais espaço na equipe é o meia Jadson, que vem decepcionando muito no São Paulo _como quase todo elenco tricolor, aliás.

Sobre Ronaldinho Gaúcho e Kaká na Copa, defendia a presença dos dois. Hoje mudei. Contaria com o primeiro, não necessariamente com o segundo. Mas entendo e respeito se Felipão não chamar nenhum dos dois para a Copa, embora imagine que acabarão sendo chamados pelo menos para mais um amistoso. Mera impressão, porque a lista já está quase fechada. E o que é bom e mostra que Scolari está no caminho certo.



MaisRecentes

Cânticos brasileiros



Continue Lendo

Seleção no divã



Continue Lendo

Seleção magoada



Continue Lendo