Marin não apita



Ao contrário do que acontecia na era Mano Menezes, José Maria Marin, com Luiz Felipe Scolari no comando da seleção, não tem interferido nas convocações. E se tentasse, não conseguiria apitar.

Scolari não foi pressionado para deixar o volante Ramires, do Chelsea, fora dos amistosos contra Austrália, dia 7, e Portugal, dia 10. Tampouco tem sido “forçado” a dar novas chances a Ronaldinho Gaúcho e Kaká, dois dos jogadores que Marin mais admira, ao contrário do que alguns têm especulado na imprensa.

Quando Mano comandava a seleção, foi a pedido de Marin que Fred e Diego Cavalieri chegaram a ser chamados, mesmo o técnico não gostando do atacante do Flu, e que Kaká também passou a ser convocado depois do fracasso do time nos Jogos de Londres.

Desde que Felipão assumiu, ficou claro que Marin não apita nas convocações nem na escalação. O que é bom, aliás. Afinal o técnico é ele, Scolari, que já tem como interlocutor Carlos Alberto Parreira, sem falar em Flávio Murtosa, seu auxiliar.

E o bom é que, ao contrário de Mano, Felipão tem muita bagagem no futebol. Currículo não lhe falta, a começar pelo Mundial que ganhou em 2002, sem Romário, aliás, e das brilhantes campanhas por Portugal na Euro-2004 e na Copa de 2006. Sem falar na conquista da última Copa das Confederações, em 30 de junho.

Para os dois próximos amistosos, ganharam uma chance, além de Ramires, Maicon, da Roma, e Henrique, do Palmeiras. Com a base já definida depois da conquista da Copa das Confederações, alguns testes são válidos, sim, especialmente no caso de Maicon e do próprio Ramires.

Já quem acho que não merece mais espaço na equipe é o meia Jadson, que vem decepcionando muito no São Paulo _como quase todo elenco tricolor, aliás.

Sobre Ronaldinho Gaúcho e Kaká na Copa, defendia a presença dos dois. Hoje mudei. Contaria com o primeiro, não necessariamente com o segundo. Mas entendo e respeito se Felipão não chamar nenhum dos dois para a Copa, embora imagine que acabarão sendo chamados pelo menos para mais um amistoso. Mera impressão, porque a lista já está quase fechada. E o que é bom e mostra que Scolari está no caminho certo.



  • Julien Jacques Nery

    É um absurdo o Henrique ser convocado para a Seleção. Miranda tem vaga certa no banco da defesa. Kaká mesmo não estando em sua melhor fase, tem muito mais futebol do que qualquer jogador que venha a ser convocado para o banco da Seleção. Kaká tem vaga nesse banco!

    • janca

      Sobre o Kaká pode ser, pode ser. Mas não escrevo com a mesma convicção que você. Ano passado eu queria que ele fosse convocado, achava um absurdo ficar de fora, mas o Felipão formou um bom time sem o Kaká. E convenhamos: ele nunca jogou toda a bola que esperavam dele, seja no Real, seja na própria seleção, vide as Copas de 2006 e 2010. Até por isso acho que se eu fosse o técnico talvez abrisse mão dele, sim. E o Henrique é um bom jogador. Não sei se pra seleção, mas nada contra a convocação para esses dois amistosos. O Felipão gostava dele no Palmeiras e, bem ou mal, é o técnico da seleção e tem feito um bom trabalho, pelo menos a meu ver. Unanimidade nas convocações jamais teremos.

    • Oscar de Melo

      Felipão melhorou muito a Seleção.Hoje o Brasil tem cara de Brasil,e o torcedor voltou a gostar da Seleção.O Henrique não é um jogador fraco,mas nitidamente foi a palmeirice do Felipão que o convocou.Isso porque a safra de zagueiros brasileiros é uma das melhores que já vi,e opções melhores não faltam.Kaka perdeu o bonde,seu tempo já passou,e como diria um apresentador de TV,”Ele tá numa tiriça!”.Ramires é craque,mas o Hernanes é mais jogador pra reserva do Paulinho.

      • janca

        Concordo sobre o Henrique, tendo a concordar em relação ao Kaká também e penso como você em relação a Ramires e Hernanes. E Paulinho, claro.

  • Victor Dunstan

    Fala Janca…esse seu post me faz lembrar o Barcos saiu do Palmeiras por estar na 2°divisão…o palmeiras fazendo ótima campanha na série B,e com 3jogadores sendo convocados pela seleção de seu país henrique(brasil) valdivia(chile)e eguren(uruguai) e o barcos sequer é lembrado na argentina!!

    • janca

      Ah! Também lembrei disso, Victor. E gostei do que o Felipão falou sobre o Henrique. Que não importa se ele está na Série A, B ou C, mas o potencial que tem e a bola que vem apresentando. Nesse sentido concordo com ele. E como disse também me lembrei da saída do Barcos e todos os argumentos usados pelo argentino que não queria de jeito nenhum jogar a Série B. Abs.

  • Mario

    sei …. Marin realmente não apita , quem manda é o Del Nero , se acusa a CBF de ser uma mafia como se pode dizer com absoluta ctz q não existe interferencia?

    se fosse outro treinador a chamar um zagueiro que joga na segunda divisão , um lateral q não joga a quase um ano e foi dispensado do city toda a midia ia estar levantando suspeitas , mas como é um povinho medroso ou amigo do tecnico ficam quietinhos.

    • janca

      Porque nas convocações e escalações do Scolari Marin simplesmente não manda. Tampouco Del Nero. E não tenho amizade nenhuma com o Scolari, apesar de respeitar seu trabalho.

  • Reinaldo

    Janca,
    A convocação do Ramires para a seleção me lembrou da Copa de 2002 quando o Felipão convocou o Edilson, Vampeta e Luizão mesmo não sendo jogadores de sua preferência. Percebe-se nitidamente que mesmo tendo as suas preferências, o Felipão não sacrifica a qualidade da seleção por elas… é claro que o Ramires é um jogador que deve ser observado por ele e não pode ficar de fora apenas pela vontade do Marin…afinal, quem é o Marin no futebol né?????? kkkk

    • Reinaldo

      Com relação ao Henrique, acho que trata-se de um bom jogador e que pode jogar na seleção muito bem, porém o Gil não poderia ficar de fora..é o melhor do campeonato basileiro …

    • janca

      É verdade. E Marin nem teve coragem de tentar vetar o Ramires, já que o Felipão tem personalidade suficiente para evitar que isso aconteça, Reinaldo. E estabelecer fronteiras. Abs. e bom domingo pra você, Janca

  • israel

    Olha janca axo q o felipao assim como o mano n chama nem o kaka nem o ronaldinho pq vc ja paro pra pensar hem ter eles no banco pq axo q hj nenhum merece ser titular da seleçao e jogadores como esses 2 ou sao titular ou melhor nem chamar.

    • janca

      O Mano quando foi pressionado pelo Marin chamou o Kaká. E em seguida Fred, seu desafeto, e Diego Cavalieri. E chamaria Ronaldinho Gaúcho, era o próximo passo. Mas Felipão, sei não, talvez você tenha razão e não chame nenhum. Foi uma surpresa na Copa das Confederações não os chamar. Deixar os dois de fora, digo.

  • Thiago Ferreira

    Quem falou, onde você leu, cadê o link, o audio, que Marin escalava na era Mano?
    Claro que é pura especulação. Não existe nem evidências disso.
    O que sempre houve em relação a Mano, foi mera rejeição, por ter passado (e por isso considerado) corinthiano, e ligado a Sanchez.
    E Sanchez é inimigo de Marin, e não concordou com a demissão de Mano naquele momento.
    Se Marin tivesse interferido na escalação, Mano teria pedido o boné, e não demitido como foi.
    Mano é uma das pessoas mais corretas que existe no rol de treinadores, e muito injustiçado por suspeitas absurdas, maldosas espalhadas por “jornalistas” de quinta categoria, (entre aspas mesmo), muito provavelmente comprados, ou com interesses outros que não a verdade.

    • janca

      Tanto aceitou a interferência que convocou Fred, seu desafeto, e Diego Cavalieri, engolindo as exigências de Marin e não pediu o boné. Achou que acatando as ordens do chefe ficaria no cargo e acabou botado no olho da rua por Marin e Del Nero.

      • Thiago Ferreira

        Quem falou isso? um passarinho?

        • janca

          Passarinhos não falam…

          • Thiago Ferreira

            Mas pelo visto, tem os que os escutam. E até traduzem para “leitores” incautos.
            Passarinho, inho, inho.!!

  • francotimao

    João, também acho que o Felipão tem personalidade suficiente pra se impor, afinal ele é o técnico se errar que seja demitido, realmente o que não da é ser demitido seguindo as ordens do Marin, acho que o técnico seja em um clube ou na seleção deve seguir seus pensamentos uma vez que certo ou errado é ele que estará a frente pra ser aplaudido ou levar “bucha” então que seja sempre por suas convicções…Abs!!!!!

    • janca

      Mas às vezes, como foi o caso do Mano, ele acaba abaixando a cabeça. O Felipão tem histórico e bagagem suficientes para se impor sem precisar ficar fazendo concessões. Não era o caso do Mano, que havia sido indicado por Ricardo Teixeira e acabou fritado por Marin e Del Nero, metido numa briga política que envolvia o Andrés Sanchez. Como não fazia bom trabalho e não inspirava a confiança da nova cúpula da CBF, não havia vencido uma seleção de primeiro nível em mais de dois anos de trabalho, acabou caindo fora. E em seu primeiro torneio, a Copa das Confederações, Felipão teve a felicidade de fazer o time render bem. E ainda foi campeão. Abs.

  • Eu só não entendo por que não dão chance ao Robinho pois é um jogador de um futebol rápido, leve, inteligente e envolvente pois deram chance a muita gente que não chega nem a seus pés e não lhe deram nenhuma chance.
    Veja os caras que já foram convocados pro ataque e ele nada, acho que é uma coisa pessoal assim como fizeram com Alex do Coritiba em todos esses anos, temos um atacante com grande chance de arrebentar lá na frente com Neymar e não damos uma oportunidade a ele, uma covardia.

    • janca

      Mas o Robinho não deu uma acomodada? Faz tempo que não tem brilhado como podia. Acha não?

MaisRecentes

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo

O título do Timão



Continue Lendo