Fortes emoções



O Brasileiro deste ano está incrivelmente equilibrado. Como bem colocou Roberto Assaf, na edição de terça do LANCE!, a principal característica do campeonato de 2013 tem sido a irregularidade quase generalizada, incluindo também a turma que frequenta o G-4.

A diferença entre o primeiro colocado, o Cruzeiro, e o oitavo, o Internacional, é de apenas cinco pontos. Cruzeiro e Botafogo, que hoje, contra o Inter, pode avançar aos 28 pontos e recuperar a liderança, têm 25 pontos. O Coritiba, que conseguiu apenas um ponto nas duas últimas rodadas mesmo jogando em casa, está com 24. O Grêmio foi a 22, completando o G-4, mas tem a companhia de Vitória e Corinthians. E Inter e Atlético-PR, que estão com 20, ainda jogam hoje. O último contra o São Paulo, no Morumbi.

Ainda na parte de cima da tabela Bahia e Vasco aparecem com 19 pontos.

Na parte de baixo o Nàutico, cada vez mais afundado, segue com 8, o São Paulo, com dois jogos a menos que a maioria dos rivais, tem 9, Portuguesa, 13, e Criciúma, 14, todos na zona de rebaixamento.

A Lusa, mais uma vez, deixou escapar dois pontos em Curitiba, ficando com apenas um, já que levou outro gol nos acréscimos. Mas foi guerreira, pois jogou a maior parte da partida com um jogador a menos. Vai ter que lutar muito para não cair e necessita da vitória domingo, em casa, diante o Botafogo, para respirar. Fogão que pode estar na liderança da competição. Mesmo assim a vitória daPortuguesa é possível, sim. Inclusive porque, ainda seguindo a linha do Assaf, este é o campeonato da irregularidade. E das indefinições. Há muita água pra rolar e fortes emoções pela frente.



MaisRecentes

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo

Grêmio ainda reclama



Continue Lendo