A vez de Lauro



Quem sabe o gol do goleiro Lauro, nos acréscimos contra o Flamengo, não tenha sido a injeção de ânimo na Portuguesa?

O time mostrou muita garra contra o São Paulo, conseguindo vencer, mesmo no sufoco, por 2 a 1. Méritos de Diogo, sempre artilheiro, do próprio Lauro, que até pênalti de Rogério Ceni defendeu, e de Guto Ferreira, que assumiu o time há quatro rodadas e conseguiu sua primeira vitória.

A Lusa desperdiçou pontos importantíssimos no campeonato, caindo de produção muitas vezes no segundo tempo e levando gol nos instantes finais, inclusive nos acréscimos. Mas pecava principalmente por atuar sempre para trás, como se não pudesse vencer seus adversários, quando podia. E pode.

Com Guto Ferreira, o time adotou uma formação mais ofensiva e começou a se arriscar mais em busca dos três pontos. Que são essenciais. Espero que continue assim, embora quarta tenha um desafio pra lá de complicado contra o Coritiba, fora de casa. Apesar da derrota de hoje para o Vasco, o time do Alex vem jogando muuuito.

Já o São Paulo… A fase anda complicada. Se Aloísio não tivesse colocado a mão na bola no finalzinho do jogo, bem que poderia ter empatado a partida. Tem time para sair da situação em que se encontra, mas os jogadores, a diretoria e a comissão técnica devem falar a mesma língua. E isso eles não têm feito há um bom tempo.



MaisRecentes

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo

Naming rights em 2019



Continue Lendo

Zé Ricardo sob desconfiança



Continue Lendo